quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

O Simbolismo oculto do natal

Créditos ao Blog Liberdade Mental

A estrela mais brilhante no céu é Sirius que no dia 24 de Dezembro, alinha-se com as 3 estrelas mais brilhantes no Cinturão de Orion (as 3 Marias ou os 3 Reis). Esse alinhamento astrológico “aponta” justamente para onde o Sol irá nascer no dia 25 de Dezembro de cada ano. Para quem está no hemisfério Norte inicia-se o Solstício de Inverno, onde os dias se tornam mais curtos e frios (menos colheitas), e o Sol aparenta ser menor por causa da inclinação da Terra e parece mover-se mais ao Sul, tornando assim os raios do Sol mais fracos. Já no hemisfério Sul é o contrario, é o início do Solstício de Verão, onde o Sol é mais forte (melhores colheitas), os dias são mais longos e o calor é brabo .. e o Papai Noel passa mal naquela roupa [rs].

Em 22 de Dezembro o Sol PÁRA de se mover para o Sul (depois de 6 meses) e fica estático, “morto” durante 3 dias, onde estará nas redondezas da Constelação de Crux ou Alpha Crucis, conhecida como “Cruzeiro do Sul”. No dia 25 de Dezembro o Sol nasce movendo-se desta vez para o Norte, criando a perspectiva de dias progressivamente mais longos. E daí nasceu a idéia de que o Sol “morreu” na Cruz e depois de 3 dias “ressuscitou”. Epa!, Peraí, mas essa história parece com a do nascimento do “menino Jesus”.

Bom, astrologicamente o Sol percorre as 12 constelações do Zodíaco, assim como Jesus possui 12 discípulos. De fato, o numero 12 é abundante na Bíblia.

• 12 tribos de Israel
• 12 Irmãos de José
• 12 juizes de Judas
• 12 profetas
• 12 reis de Israel

• 12 príncipes de Israel

O Sol sendo o elemento figurativo da vida, acabou se tornando em um Símbolo Espiritual Pagão, uma “Logografia” similar a isto:
Isto não é um símbolo do Cristianismo. É uma adaptação pagã da Cruz do Zodíaco. Representação essa que aparece em algumas igrejas cristãs do mundo de hoje.

Esta é a razão pela qual Jesus nas primeiras representações era sempre mostrado com a sua cabeça na cruz, Jesus é o Sol, Filho de Deus, a Luz do Mundo, o "Salvador" a erguer-se, que “renascerá”, assim como o faz todas as manhãs, a Glória de Deus que nos defende contra as forças das trevas, assim como “renascer” a cada manhã, e que pode ser “visto através das nuvens”, “Lá em Cima no Céu”, com a sua “Coroa de Espinhos” (raios de sol).

• Mateus 28:20
• Mateus 12:32
• Mateus 13:39
• Mateus 24: 3
• Lucas 18:30
• Corintios 3
• Corintios 10

Das várias metáforas Astrológicas/Astronômicas na Bíblia, uma das mais importantes tem a ver com as “Eras” - Precessão dos Equinócios.

E essa história se repetiu inúmeras vezes:

Jesus Cristo nasceu da virgem Maria no dia 25 de Dezembro em Belém, e foi anunciado por uma estrela ao Leste, que seria seguida por 3 reis magos para encontrar e adorar o salvador.
Tornou-se pregador aos 12 anos, e aos 30 foi batizado por João Batista, e assim começou seu reinado. Jesus teve 12 discípulos com quem viajou praticando milagres tais como curar pessoas, andar na água, ressuscitar os mortos, e foi também conhecido como o “Reis dos Reis”, “Filho de Deus”, a “Luz do Mundo”, “Alfa e Ômega”, “Cordeiro de Deus” e muitos outros.

Obs: O Cordeiro é a representação astrológica da "Era de Áries".

Depois de traído pelo seu discípulo Judas e vendido por 30 pratas, é crucificado, colocado num túmulo e 3 dias depois ressuscita e ascende aos céus.

Hórus é conhecido como um deus da mitologia egípcia citada por volta de 3.000 a.C.

Aqui vemos Isis-Meri segurando seu filho Hórus = Iusa-Krst = Jesus Cristo.

Repare o símbolo solar sobre a cabeça dela, não se parece com uma aura? E o manto sobre a cabeça?

A historia de Horus:

Hórus nasceu no dia 25 de Dezembro da virgem Isis-Meri. Seu nascimento foi acompanhado por uma estrela a Leste, que por sua vez, foi seguida por 3 Reis em busca do salvador recém-nascido.
Aos 12 anos, era uma criança prodígio, e aos 30 anos foi batizado por uma figura conhecida por Anup e que assim, começou seu reinado.

Hórus tinha 12 discípulos e viajou com eles. Fez milagres tais como curar os enfermos e andar sobre a água.

Também era conhecido por vários nomes como “A verdade”, “A Luz”, “Filho Adorado de Deus”, “Bom Pastor”, “Cordeiro de Deus”, entre muitos outros. Depois de traído por Tifão, Hórus foi crucificado, enterrado e ressuscitou 3 dias depois.

Outros Deuses com os mesmos atributos:

Estes atributos, parecem influenciar várias culturas do mundo, e muitos outros deuses encontrados com a mesma estrutura mitológica.

* Attis da Phirgia (1200 a.C) nasceu da virgem Nana no dia 25 de Dezembro, foi crucificado, colocado no túmulo e 3 dias depois, ressuscitou.

* Krishna da Índia (900 a.C) nasceu da virgem Devaki com uma estrela a leste assinalando sua chegada, fez milagres em conjunto com os seus discípulos, e após a morte, ressuscitou.

*Buda da Índia (Buddha Sakia) (600 a.C) nasceu da virgem Maya que foi fecundada em sonho por um elefante sagrado. Um estrela anunciou seu nascimento.

* Dionísio da Grécia (500 a.C) nasceu de uma virgem no dia 25 de Dezembro, foi professor e peregrino que praticou milagres tais como transformar a água em vinho, e é referido como “Reis dos Reis”, “O Filho de Deus”, “Alfa e Ômega”. Após sua morte, ressuscitou.

* Mithra da Pérsia (1200 a.C) nasceu de uma virgem no dia 25 de dezembro, teve 12 discípulos e praticou milagres, após sua morte foi enterrado, e 3 dias depois ressuscitou, também era referido como “A Verdade”, “A Luz”, e muitos outros nomes. Curiosamente, o dia sagrado de adoração a Mithra era um domingo (Sunday) Dia do Sol.

E tem mais ... Chrishna de Hindostan, Salivahna das Bermudas, Odin de Scandinavians, Crite da Chaldea, Bali do Afghanistan, Indra do Tibet, Jao do Nepal, Wittoba do Bilingonese, Atys da Phrygia, Xamolxis do Thrace, Zoar do Bonzes, Adad da Assyria, Alcides de Thebes, Baddru do Japão, Thor do Gauls, Hil e Feta de Mandaites, Fohi e Tien da China, Adonis da Grécia, Prometheus do Caucasus.

Mitra representa o Touro na Era Zodiacal. O culto a Mitra proveniente da Índia e Pérsia (antigo Irã), chegou na Europa no século III, sendo bastante difundido no Império Romano. Porém, O Mitraismo não incluía mulheres ao seu culto, e obviamente a Igreja Apostólica Romana precisava de mais fiéis para aumentar seu poderio de controle. Assim, iniciou-se uma “guerra” política/religiosa para que o Mitraismo acabasse. (OBS: Repare como na imagem, Mitra se parece com a famosa Estátua da Liberdade - Coroa de espinhos representando o SOL).

Em 336 d.C nasceu o "NATAL", cujo a palavra é de origem latina "Nativitas", que significa nascimento. Ou seja, o Natal nasceu da mesma festa pagã do culto a Mitra, chamado "Dies Solis Invicti Natalis" que quer dizer: "O nascimento do Sol Invicto" (quando este começava a se dirigir para o Norte), porém readaptada ao novo Culto Cristiano que por fim se estabelecera. A partir daí, as pessoas induzidas por essa “façanha” Católica, começaram a festejar o nascimento do “filho de deus” e, nesse novo Culto decoravam suas casas e trocavam presentes. Já a figura de “Papai Noel” foi inspirada no bispo católico Nicolau, que viveu por volta de 350 a.C., o qual tinha o hábito de distribuir presentes para as crianças pobres. Após ser canonizado ("santificado"), São Nicolau (Santa Klauss) ganhou fama, transformando-se no "bondoso velhinho de barbas brancas" ... how! how! how!

Em seguida, no Concílio de Toledo, em 447 d.C, a Igreja Católica publicou a primeira descrição oficial do Diabo, “a encarnação do mal”: Um ser imenso e escuro, com chifres na cabeça, bem parecido com o deus Mitra [rs].

Pronto !!! Taí mais uma repetição hibrida da mesmíssima historia, com direito a todos os Arquétipos incluídos.

Que beleza heim !!! Bom, mas o que importa é comer bastante panetone no Natal ... Feliz Natal !!!


Agora, ótimos "filmes" para assistir junto à familia depois da "Santa Ceia".






Esse documentário é o mais detalhado que existe: "A Verdade Revelada" com Jordan Maxwell.


Indicações:
http://www.joaodefreitas.com.br/jesus-plagio-de-horus.ht
http://recantodasletras.uol.com.br/artigos/2638202
http://divindadesvedicas.blogspot.com/2009_01_01_archive.html
http://ricardomonteiro.org/?p=158
http://www.saindodamatrix.com.br/archives/2004/12/natal_e_mitra.html

3 comentários:

Daniel Simões disse...

Tudo o que expõem aqui é verdade. Agora, pergunte-se: serão estas histórias verdadeiras, ou serão somente uma alegoria ao movimento celeste?
Respondo-lhe: a Sabedoria Divina é tão imensurável que reflete na história humana e factual o próprio movimento cósmico. A história de Jesus, por exemplo, é verdadeira ao nível dos factos, sendo que a Sabedoria do Poder Superior a fez acontecer em perfeito equilíbrio com todo o espectáculo relativo do céu estrelar e planetário que contemplamos no referêncial Terra, de modo a auxiliar o despertar daqueles que têm vindo a compreender o Estudo Maior!
Tudo é só Uma coisa e indissoluvel!

Bem haja

PS-Se quiser continuar nosso diálogo, por favor, comunique-se comigo via e-mail, com todo o direito de o publicar em seu blogue: as respostas chegam quendo descobrimos as perguntas certas.

Anônimo disse...

hórus é um demonio, que em 11 de setembro recebey todas aquelas almas no grande ataque as torres gemeas promovido e bancado pelo governo norte-americano, natal oculto mesmo cheio de duvidas ;x

Emerson disse...

Ola colega, eu sugiro tambem assistir a este outro documentario:

http://blog.antinovaordemmundial.com/2009/06/refutando-zeitgeist/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...