domingo, 29 de maio de 2011

Fractalidade "divina"

Créditos do blog Liberdade Mental

Deus é o grande geômetra. Deus geometriza sem cessar”.
Platão.



Misticismo = do grego μυστικός, mystikos, é a busca da comunhão com a identidade, com o consciente ou consciência de uma derradeira realidade, divindade, verdade espiritual, ou “Deus” através da experiencia direta ou intuitiva.

"O místico é aquele que aspira a uma união pessoal ou a unidade com o Absoluto, que ele pode chamar de Deus, Cósmico, Mente Universal, Ser Supremo, etc”. - Ralph Maxwell Lewis.

A mágica do mágico é um mistério até onde não se conhece o truque. Quando descobrimos o truque, vemos que o que era misterioso e fantástico se tornou NORMAL. Tudo o que é dito “místico” nada mais é do que um conhecimento do qual não tivemos acesso, pois foi OCULTADO e Suprimido. E como eu já havia dito em ocasiões anteriores, NADA é sobrenatural, até porque NADA está acima da Natureza. Nós somos constituintes e constituídos da mesma natureza de tudo o que existe.

Palavras são símbolos e NÚMEROS também, e todo símbolo esboça uma informação e informação é CONHECIMENTO. Meu intuito é tentar expor o que consegui aprender desse conhecimento ocultado, mas que agora há muita coisa disponível, porém muito fragmentado.

Todo o universo é cosmologicamente FRACTAL, ou seja, fractalmente organizado. E assim, podemos contestar a ciência convencional que nos vende a idéia absurda de que o universo é puro CAOS.

Demonstrado na matemática de Fibonacci, onde vemos uma seqüência numérica conhecida por Proporção Áurea.

Este número está envolvido com a natureza do crescimento. Phio numero de ouro (não confundir com o número Pi π), essa proporção pode ser encontrada em conchas, caracóis, nas asas das aves, na flor do girassol, nas estruturas dos cristais, nas teias das aranhas, e também no tamanho das falanges (ossos dos dedos), e até na relação dos machos e fêmeas de qualquer colméia do mundo, e em inúmeros outros exemplos que envolvem a ordem do crescimento.

Leonardo da Vinci chamava a Mona Lisa de Divina Proporção. Em Italiano se escreve Monna Lisa = 9 letras e em Francês La Joconde = 9 letras e ele começou a pintá-la curiosamente no ano de 1503, onde 1+5+0+3 = 9. Mais uma vez encontramos o número 9 “místico” que é muito bem explicado por Marko Rodin. Coincidência ou conhecimento ?? Bom, pra mim não existem coincidências.


Da Vinci utilizou essa Proporção Áurea em diversas situações, por exemplo: Ao construir um retângulo em torno de seu rosto, veremos que este possui a proporção do Retângulo Áureo. Podemos também subdividir este retângulo usando a linha dos olhos para traçar uma reta horizontal e ter de novo a Proporção Áurea. Podemos continuar a explorar tal proporção em várias outras partes do corpo.

No nosso corpo, o umbigo ou a “linha umbilical” divide internamente o comprimento do corpo em média e extrema razão, bem como a linha dos ombros divide internamente em média e extrema razão a distância da linha umbilical ao alto da cabeça.

Essa proporção está presente no prédio da ONU em NY. Bom, e quem criou a ONU ??? Os mesmos que criaram o Pentágono, a Comissão Trilateral, NSA etc, etc ... Coincidência de novo ?? Esse tipo de conhecimento não é “oficializado”, não é ensinado nas instituições de ensino e não é aceito pela “ciência convencional”, mas o engraçado é que está presente nas edificações da ONU, do Pentágono entre outros órgãos governamentais. Aliás, esse padrão fractal é encontrado em TODA a natureza.

Um pentagrama (estrela pentagonal) é construído traçando-se as diagonais de um pentágono. Num pentagrama regular ABCDE, o pentágono menor FGHIJ formado pelas intersecções das diagonais também está dentro da proporção do Número de Ouro = proporção áurea = FRACTALIDADE.


Na construção das pirâmides, também vemos o Número de Ouro. Cada bloco da pirâmide é 1,618 vez maior que o bloco do nível acima. As câmaras no interior dessas pirâmides foram projetadas de tal modo que seu comprimento é 1,618 vez a sua largura. E ainda tem gente que acredita que os egípicios realmente as construíram [rs].

Veja que uma grade preenchida com quadrados cujos lados são números da Seqüência de Fibonacci, formando sucessivamente Retângulos cada vez maiores e tendentes à Razão Áurea.

A Seqüência de Fibonacci consiste em que cada número é obtido pela soma dos dois outros que o antecedem e se dividirmos cada termo da sucessão pelo seu termo anterior, temos:

1÷1 = 1
2÷1 = 2
3÷2 = 1,5
5÷3 = 1,666
8÷5 = 1,6
13÷8 = 1,625
21÷13 = 1,615
34÷21 = 1,619
55÷34 = 1,617
89÷55 = 1,618
144÷89 = 1,617
233÷144 = 1,618


PROPORÇÃO = HARMONIA

Esse é o conhecido Cubo de Metatron, onde vemos os 13 pontos (12 em verde + 1 em vermelho), onde o ponto central é o mais importante, pois se trata da “Singularidade”. É importante notar que são 19 círculos, onde há 18 ao redor do 19º em vermelho no centro. Note que no cubo há a formação da "estrela de David" e desse cubo "nasce" todas as formas geométricas conhecidas (sólidos platônicos).

18 = 1+8 = 9 = Onde 9 “anjos” estão classificados em 9 categorias, divididas em três tríades. No Panteon Asteca, há 9 divindades noturnas condenadas pelo Deus dos infernos. Toth, a serpente que rege o nono dia, rege igualmente o décimo terceiro. Para o esoterismo islâmico, descer os 9 degraus sem cair, significa ter dominado os 9 sentidos. É também o número que corresponde às 9 aberturas do homem, por conseguinte, às suas vias de comunicação com o mundo. 9 são os nós dos bambus Taoístas e é também a base da maior parte das cerimônias Taoístas do templo dos Han. O Tao-Te-King tem 81 capítulos, ou seja, 9x9 e 8+1 = 9. Sendo o 9 o último número da série dos algarismos, significa um fim e um recomeço como bem o compreenderam as diversas culturas, e o ZERO é a Singularidade, o ponto central, o “Buraco Negro” explicado por Nassin Haramein.

Esse é o ponto ZERO, onde vemos na representação do TORUS da Matemática de Marko Rodin e Nassin Haramein.

Esse é o ponto onde não há “vibração”, portanto não há manifestação “física”. Toda manifestação física é relacionada e “entrelaçada” a partir de uma Singularidade e, FRACTALMENTE se intersecciona com o TODO. Por isso, sempre ouvimos que TODOS SOMOS UM.

Importante notar que nos 6 círculos verdes, vemos os pontos de intersecção entre as retas. Estes pontos são SETE somando-se ao ponto central onde está o circulo em vermelho. Estes SETE pontos são representados em nós como nossos SETE CHAKRAS principais.

A representação das Retas simboliza o Masculino e as Esferas representam o Feminino. Isto está diretamente associado à Bíblia na “criação” da Eva a partir de uma costela do Adão. Tudo o que conhecemos foi uma criação de uma consciência no infinito vácuo. Os Hindus chamam-lhe Maya, que significa ilusão, e eles acreditavam que todos nós podemos criar a nossa própria realidade (somos deuses criadores) e assim, podemos nos “libertar” de Maya.

Do 1 ao 9 temos os “níveis” das formas de manifestação (vibração). O ZERO é o núcleo do Torus, ou seja, onde não há manifestação física. = O PONTO ZERO, o Tempo do não Tempo que os Maias falaram, ou o ZEP TEP dos egípcios antigos.

... INFINITO ... 123456789 0 987654321 0 123456789 0 987654321 ... OTINIFNI ...

A GEOMETRIA SAGRADA é o estudo das ligações entre as proporções e formas contidas no MICRO e MACROCOSMO com o intuito de compreender a unidade que permeia toda a VIDA.

A forma esférica é a forma geométrica mais perfeita que existe, pois é a forma mais eficiente de se armazenar ENERGIA.

Se considerarmos uma esfera como sendo “Deus” (a consciência universal) ou o “Céu” (o Todo), e uma segunda esfera como a Humanidade ou a materialidade, a intersecção simboliza o “Cristo” = o portal que une o Céu e a Terra. Este símbolo está intimamente associado à criação da luz, sem ele a luz não seria possível, sem esta imagem geométrica não seria possível, por exemplo, a criação dos nossos olhos, responsáveis pela recepção da luz.

Na Geometria Sagrada podemos visualizar o padrão de desenvolvimento da “gênese” da Flor da Vida. Partindo desta primeira Esfera ou bolha no vácuo o Espírito ou a Consciência projeta uma nova esfera obedecendo às mesmas regras. Este processo é o mesmo padrão mostrado na divisão da Mitose.

Temos aqui a associação com o primeiro dia da criação ("Fez-se Luz").

A ESPIRAL ÁUREA é uma forma geométrica obtida pela união de vários semicírculos inscritos em quadrados de lados cujas medidas seguem a Seqüência de Fibonacci.

Notamos que agora obtemos um símbolo muito antigo conhecido como "Vesica Piscis" (bexiga do peixe), que é uma forma geométrica resultante do encontro de 2 círculos, também conhecida como “olho de deus”. O desenho de linhas retas, tangentes aos 2 círculos, marcam 4 pontos que unidos apresentam medidas com as 3 raízes quadradas sagradas: de 2, cuja qualidade é a geração; de 3, cuja qualidade é a formação de 3 espaços dimensionais; e de 5, cuja qualidade é a regeneração e é vista como representando as qualidades férteis do “Cristo”, ou os órgãos genitais da “Deusa Mãe”. Deu origem também à Flor da Vida, um padrão geométrico presente no DNA e nas células de TODOS OS SERES VIVOS. É por isso que TODA a vida provém de um mesmo “padrão” e EMERGE de uma mesma FONTE. Pois é, agora vai tentar explicar isso à um evangélico de carteirinha que cola no carro aquele adesivo do peixinho escrito jesus dentro pra ver.

Segundo o estudo da Geometria Sagrada, no “2º dia, com uma terceira esfera surge o símbolo da Estrela Tetraédrica (algumas religiões a chamam de “santíssima trindade”) que representa a forma da Merkaba = Corpo de luz que nos permite voltar ao estado de consciência original.

Quando duas pirâmides de luz se unem para formar uma estrela de David, nasce um novo universo estelar de inteligência” – J.J Hurtak.

A Geometria Sagrada está presente não só nas pinturas de Leonardo Da Vinci, mas também nas Catedrais antigas, na Cabala, na Árvore da Vida, no Zodíaco, nas Mandalas, nos Merkabas, nos símbolos da Cura Quântica e dos Reikis, na Radiônica, nos gráficos Radiestésicos, nos diversos “amuletos de poder”, nas figuras religiosas e também nos CROP CIRCLES.

Se usarmos ambos lados do cérebro (esquerdo = lógico e direito = intuitivo), podemos ampliar essa compreensão.

Equilibrando nossas emoções podemos buscar níveis mais elevados de Consciência e assim podemos entender essa UNICIDADE UNIVERSAL.

Obs: As ramificações sanguíneas e bronquiais também seguem o mesmo padrão Fractal.



4 comentários:

Ale. disse...

Estou pra ler essa postagem faz tempo, mas estava guardando (rs). Leio tudo que você publica já faz um tempo e gosto muito do seu blog. Mesmo antes de ter o meu já era leitor do Wake Up! (que eu chamava de revelatti).

Estava guardando esta postagem para ler com calma, junto com outros materiais que fui juntando sobre o assunto, que passou a me interessar desde que vi um documentário com o Nassim Haramein sobre fractalidade há uns dois ou três anos.

Estudando um pouco o assunto vejo que a fractalidade, a simetria e a auto-similaridade de cada objeto existente demonstra uma uniformidade que exige um projeto, um código que estrutura o universo.

E como Aristóteles ensinou que, para qualquer coisa, antes de existir, é necessário que seja possível existir. A possibilidade, portanto, é anterior a toda existência e só o que pode existir antes da existência é o Criador: Deus, a Soma de todas as possibilidades, o Logos, o Motor Imóvel.

Na minha visão, a fractalidade é mais uma clara demonstração da existência de de uma Ordem Natural, nome que dei ao meu blog, onde pretendo reunir informações como essas em um futuro breve.

Um abraço e parabéns pela postagem. Muito boa, valeu esperar.

Abraços,
Ale.

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=sBWN95rS3rs

legendei este pra vc. Abs

Anônimo disse...

Por favor ponha este link no seu blog, pois está legendado, é ativar a legenda em cc. Abçs


http://www.youtube.com/watch?v=sBWN95rS3rs

Anônimo disse...

MUITO BOM TRABALHO COM O BLOG REALMENTE SERVE PARA PENSAR BASTANTE, AQUI FICA MAIS UM PARA ABRIR A MENTE!

http://desperta-portugal.blogspot.com



obrigado
tudo a correr bem