Mostrando postagens com marcador realidade. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador realidade. Mostrar todas as postagens

domingo, 29 de maio de 2011

Nossa gênesis e o hexagrama

Créditos ao blog Liberdade Mental

O Velho Testamento é um exemplo clássico de reciclagem religiosa que gerou a base de crença todas as religiões no mundo.

Em Gênesis 1: 26. "E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança". Interpretando essa frase, podemos entender que: O verbo "Façamos" está no PLURAL, então podemos concluir que esse tal "deus" não estava sozinho.

Gênesis 2:16;17;18. "E ordenou o senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. E disse o senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele". – E "fez" então, EVA.

O engraçado aqui é a contradição, pois antes disso, em Genesis 1:28 - ("E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra"), "deus" já tinha feito Adão, mas Eva ainda não. Então com quem ele iria "Frutificar e multiplicar"???

Perceba que há contradições intercaladas na bíblia que são pouco ou nunca contestadas. Os livros Gênesis e Êxodo foram escritos por uma classe sacerdotal hebraica conhecida como "Levitas" por volta de 586 a.C. Os Levitas foram remanescentes de uma "casta" de sacerdotes do Egito antigo. Esses mesmos sacerdotes foram os "iniciados" dos ensinamentos dos "deuses" do Egito antigo (posterior Escolas de Mistérios). Eles conheciam sobre os registros da civilização Suméria e a partir daí, usaram esse conhecimento para COMPILAR a Gênesis e o Êxodo.

A palavra Gênesis, por exemplo, é a junção de GEN ou GENES de genética com a palavra ISIS, a deusa Isis da sabedoria no Egito antigo.

Gênesis 2: 22. "E da costela que o senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão".

TETO DA CAPELA SIXTINA 1508 - 1512
A CRIAÇÃO DE ADÃO (1511) Na abóbada da Capela Sixtina, Miguel Ángel pintou nove cenas da Gênesis, das quais a mais famosa é A CRIAÇÃO DE ADÃO. Nela o cansado corpo de Adão já a ser animado pelo espírito de Deus mediante o suave toque da ponta de seus dedos. Esta impactante imagem pode ter sido sugerida pelo hino em Latín VENI CREATOR SPIRITUS, no qual Deus restaura a força e a coragem à carne debilitada com um toque de seu dedo.

A versão original do livro Gênesis está descrita nos cilindros Sumérios, por isso "deus" está no plural na bíblia e há tantas contradições. No Gênesis diz que "deus" criou o homem do "barro", porém na tradução dos cilindros Sumérios, Zecharia Sitchin diz que a palavra provém do termo "TI.IT" que na língua suméria, significa: "Aquilo que tem vida". Ou seja, CÉLULAS. O termo "TI" em sumério tem 2 significados: serve tanto para "costela" como para "vida". Portanto EVA que significa: "ela que tem vida", foi criada não da costela de Adão, mas das Células dele.

Em Genesis 2:3. "E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera". – Engraçado que "deus" também se cansa ... tá explicado!

"ENKI, após trabalhar duro na construção de Eridú que em Sumério significa "Lar distante", passou a descansar no sétimo dia". Uma "leve" semelhança né?!!


Bom, o que chama a atenção é que pela historia dos cilindros Sumérios, nós sabemos que ENKI, meio irmão de ENLIL, gerou o homem através de uma hibridização, um experimento genético e assim criou um ser à sua semelhança. Até aqui, entendemos que ENKI é o geneticista criador da raça humana e, portanto ele receberia o "titulo" bíblico de "deus". Porém, ENKI é retratado como a "Serpente" que enganou EVA incitando-a a comer do "fruto proibido". Se ENKI aqui é a Serpente enganadora, deus só poderia ser ENLIL, o senhor do comando, segundo nos conta os cilindros Sumérios.

Gênesis 3:5. "Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal".

É bem notório que a "arvore" do fruto do "pecado" não era mais do que uma alegoria para o CONHECIMENTO ou O fruto do conhecimento. Mas, ENLIL era contra passar o conhecimento aos recém criados LU.LUS como nos chamavam na língua Suméria, que significa: "O que foi misturado". A palavra "LU" em sumeriano, quer dizer "trabalhador ou SERVO" – servos de "deus". Esse termo também era usado para indicar "animais domésticos".

ENKI então passou a ser retratado como sendo uma alegoria pagã ao longo de nossa história fundindo-se a veneração aos Astros. Por isso a bíblia é um conto Astroteológico.

ENKI ganhou muitos nomes. Entre tantos, no Egito antigo foi PTAH (pai). Foi também SHAYTAN dos Yazidi e dos arabes, e do Islão. Foi também o deus da traição Seth do Egito. Foi o enganador e adversário conhecido como Satanás da tradição judaico-cristã. Ele foi o chamado OPOSITOR a "deus", ou seja a ENLIL, portanto ENKI era Lucifer, o portador da "LUZ". E porque da LUZ? Pois porque ele foi quem "tentou" Eva no paraíso a saber, conhecer e a aprender que ela também era um "deus" em potencial. LUZ = ESCLARECIDO.

É claro que a igreja o acusaria de caluniador e opositor a "deus", e criaria sua versão mais atualizada e antropomorfizada pela Era do "Carneiro" com os chifres do Diabo, pois onde já se viu ?!... Se a humanidade se tornasse sábia e conhecedora de sua verdadeira essência, quem os controlaria??? Esse conhecimento, foi sendo passado e foi por esse conhecimento que surgiu o chamado "Ocultismo", cujo os segredos pertencem aos altos graus das "Sociedades Secretas". Não é por acaso que muitos dizem que os "Illuminatis" são Satanistas. É claro, possuem um conhecimento que você não possui. SATANÁS não passa de uma alegoria de um personagem ou arquétipo histórico que é ao mesmo tempo "deus" e o "diabo" = ENKI.

Agora, pense: ENLIL nunca quis que soubessemos sobre nossa natureza. Os altos sacerdotes que ministram a Igreja nunca quiseram que soubessemos sobre nossa realidade. Os altos graus das Sociedades Secretas nunca quiseram que soubessemos sobre nossa natureza. Nos restou então, o idolatrismo pagão e a ignorância do apego ao materialismo que nos divide e nos corrompe a cada dia, nos aprofundando cada vez mais num buraco escuro e desesperador.

Dizem que o Hexagrama é o símbolo mais "perigoso" e malígno que há. Eu digo que isso é BESTEIRA!!! O fato de não conhecermos algo, nos imputa medo - "O homem teme aquilo que não conhece". - Conhecimento é PODER!

O Hexagrama é um símbolo que retrata TODA a natureza do Universo. Uma natureza FRACTAL (assim como o Pentagrama) e o triângulo para cima e outro para baixo, indica que: "Assim como é acima, é também abaixo - Assim na Terra como no céu, ou nos CÉUS que é o mais correto".

A palavra Hexagrama em grego significa 6 caracteres: (Hex = seis; grama = linha ou caracter). Ele é representado em muitas culturas como o cubo de Metraton da Cabala. Faz alusão ao 666 bíblico por 6 pontas, 6 lados e 6 triângulos. Tem uma representação no I Ching: As 6 linhas do Yin Yang. Os 64 hexagramas podem também ser considerados combinações entre os oito trigramas básicos. O número 64 tem relação com nossos 64 Códons. Ele também é muitio conhecido como a Estrela de David. O hexagrama é também o símbolo do elemento AR que faz referencia a ENLIL. Também representa o planeta Saturno para o Judeus, onde as alianças de casamento eram originalmente usadas nos Rituais do Anel que simbolizava os Anéis de Saturno e até hoje, seu dia sagrado é Sábado - (Saturn Day).



Parte 1 - Hexagrama


Parte 2 - Hexagrama


Abração!

Fractalidade "divina"

Créditos do blog Liberdade Mental

Deus é o grande geômetra. Deus geometriza sem cessar”.
Platão.



Misticismo = do grego μυστικός, mystikos, é a busca da comunhão com a identidade, com o consciente ou consciência de uma derradeira realidade, divindade, verdade espiritual, ou “Deus” através da experiencia direta ou intuitiva.

"O místico é aquele que aspira a uma união pessoal ou a unidade com o Absoluto, que ele pode chamar de Deus, Cósmico, Mente Universal, Ser Supremo, etc”. - Ralph Maxwell Lewis.

A mágica do mágico é um mistério até onde não se conhece o truque. Quando descobrimos o truque, vemos que o que era misterioso e fantástico se tornou NORMAL. Tudo o que é dito “místico” nada mais é do que um conhecimento do qual não tivemos acesso, pois foi OCULTADO e Suprimido. E como eu já havia dito em ocasiões anteriores, NADA é sobrenatural, até porque NADA está acima da Natureza. Nós somos constituintes e constituídos da mesma natureza de tudo o que existe.

Palavras são símbolos e NÚMEROS também, e todo símbolo esboça uma informação e informação é CONHECIMENTO. Meu intuito é tentar expor o que consegui aprender desse conhecimento ocultado, mas que agora há muita coisa disponível, porém muito fragmentado.

Todo o universo é cosmologicamente FRACTAL, ou seja, fractalmente organizado. E assim, podemos contestar a ciência convencional que nos vende a idéia absurda de que o universo é puro CAOS.

Demonstrado na matemática de Fibonacci, onde vemos uma seqüência numérica conhecida por Proporção Áurea.

Este número está envolvido com a natureza do crescimento. Phio numero de ouro (não confundir com o número Pi π), essa proporção pode ser encontrada em conchas, caracóis, nas asas das aves, na flor do girassol, nas estruturas dos cristais, nas teias das aranhas, e também no tamanho das falanges (ossos dos dedos), e até na relação dos machos e fêmeas de qualquer colméia do mundo, e em inúmeros outros exemplos que envolvem a ordem do crescimento.

Leonardo da Vinci chamava a Mona Lisa de Divina Proporção. Em Italiano se escreve Monna Lisa = 9 letras e em Francês La Joconde = 9 letras e ele começou a pintá-la curiosamente no ano de 1503, onde 1+5+0+3 = 9. Mais uma vez encontramos o número 9 “místico” que é muito bem explicado por Marko Rodin. Coincidência ou conhecimento ?? Bom, pra mim não existem coincidências.


Da Vinci utilizou essa Proporção Áurea em diversas situações, por exemplo: Ao construir um retângulo em torno de seu rosto, veremos que este possui a proporção do Retângulo Áureo. Podemos também subdividir este retângulo usando a linha dos olhos para traçar uma reta horizontal e ter de novo a Proporção Áurea. Podemos continuar a explorar tal proporção em várias outras partes do corpo.

No nosso corpo, o umbigo ou a “linha umbilical” divide internamente o comprimento do corpo em média e extrema razão, bem como a linha dos ombros divide internamente em média e extrema razão a distância da linha umbilical ao alto da cabeça.

Essa proporção está presente no prédio da ONU em NY. Bom, e quem criou a ONU ??? Os mesmos que criaram o Pentágono, a Comissão Trilateral, NSA etc, etc ... Coincidência de novo ?? Esse tipo de conhecimento não é “oficializado”, não é ensinado nas instituições de ensino e não é aceito pela “ciência convencional”, mas o engraçado é que está presente nas edificações da ONU, do Pentágono entre outros órgãos governamentais. Aliás, esse padrão fractal é encontrado em TODA a natureza.

Um pentagrama (estrela pentagonal) é construído traçando-se as diagonais de um pentágono. Num pentagrama regular ABCDE, o pentágono menor FGHIJ formado pelas intersecções das diagonais também está dentro da proporção do Número de Ouro = proporção áurea = FRACTALIDADE.


Na construção das pirâmides, também vemos o Número de Ouro. Cada bloco da pirâmide é 1,618 vez maior que o bloco do nível acima. As câmaras no interior dessas pirâmides foram projetadas de tal modo que seu comprimento é 1,618 vez a sua largura. E ainda tem gente que acredita que os egípicios realmente as construíram [rs].

Veja que uma grade preenchida com quadrados cujos lados são números da Seqüência de Fibonacci, formando sucessivamente Retângulos cada vez maiores e tendentes à Razão Áurea.

A Seqüência de Fibonacci consiste em que cada número é obtido pela soma dos dois outros que o antecedem e se dividirmos cada termo da sucessão pelo seu termo anterior, temos:

1÷1 = 1
2÷1 = 2
3÷2 = 1,5
5÷3 = 1,666
8÷5 = 1,6
13÷8 = 1,625
21÷13 = 1,615
34÷21 = 1,619
55÷34 = 1,617
89÷55 = 1,618
144÷89 = 1,617
233÷144 = 1,618


PROPORÇÃO = HARMONIA

Esse é o conhecido Cubo de Metatron, onde vemos os 13 pontos (12 em verde + 1 em vermelho), onde o ponto central é o mais importante, pois se trata da “Singularidade”. É importante notar que são 19 círculos, onde há 18 ao redor do 19º em vermelho no centro. Note que no cubo há a formação da "estrela de David" e desse cubo "nasce" todas as formas geométricas conhecidas (sólidos platônicos).

18 = 1+8 = 9 = Onde 9 “anjos” estão classificados em 9 categorias, divididas em três tríades. No Panteon Asteca, há 9 divindades noturnas condenadas pelo Deus dos infernos. Toth, a serpente que rege o nono dia, rege igualmente o décimo terceiro. Para o esoterismo islâmico, descer os 9 degraus sem cair, significa ter dominado os 9 sentidos. É também o número que corresponde às 9 aberturas do homem, por conseguinte, às suas vias de comunicação com o mundo. 9 são os nós dos bambus Taoístas e é também a base da maior parte das cerimônias Taoístas do templo dos Han. O Tao-Te-King tem 81 capítulos, ou seja, 9x9 e 8+1 = 9. Sendo o 9 o último número da série dos algarismos, significa um fim e um recomeço como bem o compreenderam as diversas culturas, e o ZERO é a Singularidade, o ponto central, o “Buraco Negro” explicado por Nassin Haramein.

Esse é o ponto ZERO, onde vemos na representação do TORUS da Matemática de Marko Rodin e Nassin Haramein.

Esse é o ponto onde não há “vibração”, portanto não há manifestação “física”. Toda manifestação física é relacionada e “entrelaçada” a partir de uma Singularidade e, FRACTALMENTE se intersecciona com o TODO. Por isso, sempre ouvimos que TODOS SOMOS UM.

Importante notar que nos 6 círculos verdes, vemos os pontos de intersecção entre as retas. Estes pontos são SETE somando-se ao ponto central onde está o circulo em vermelho. Estes SETE pontos são representados em nós como nossos SETE CHAKRAS principais.

A representação das Retas simboliza o Masculino e as Esferas representam o Feminino. Isto está diretamente associado à Bíblia na “criação” da Eva a partir de uma costela do Adão. Tudo o que conhecemos foi uma criação de uma consciência no infinito vácuo. Os Hindus chamam-lhe Maya, que significa ilusão, e eles acreditavam que todos nós podemos criar a nossa própria realidade (somos deuses criadores) e assim, podemos nos “libertar” de Maya.

Do 1 ao 9 temos os “níveis” das formas de manifestação (vibração). O ZERO é o núcleo do Torus, ou seja, onde não há manifestação física. = O PONTO ZERO, o Tempo do não Tempo que os Maias falaram, ou o ZEP TEP dos egípcios antigos.

... INFINITO ... 123456789 0 987654321 0 123456789 0 987654321 ... OTINIFNI ...

A GEOMETRIA SAGRADA é o estudo das ligações entre as proporções e formas contidas no MICRO e MACROCOSMO com o intuito de compreender a unidade que permeia toda a VIDA.

A forma esférica é a forma geométrica mais perfeita que existe, pois é a forma mais eficiente de se armazenar ENERGIA.

Se considerarmos uma esfera como sendo “Deus” (a consciência universal) ou o “Céu” (o Todo), e uma segunda esfera como a Humanidade ou a materialidade, a intersecção simboliza o “Cristo” = o portal que une o Céu e a Terra. Este símbolo está intimamente associado à criação da luz, sem ele a luz não seria possível, sem esta imagem geométrica não seria possível, por exemplo, a criação dos nossos olhos, responsáveis pela recepção da luz.

Na Geometria Sagrada podemos visualizar o padrão de desenvolvimento da “gênese” da Flor da Vida. Partindo desta primeira Esfera ou bolha no vácuo o Espírito ou a Consciência projeta uma nova esfera obedecendo às mesmas regras. Este processo é o mesmo padrão mostrado na divisão da Mitose.

Temos aqui a associação com o primeiro dia da criação ("Fez-se Luz").

A ESPIRAL ÁUREA é uma forma geométrica obtida pela união de vários semicírculos inscritos em quadrados de lados cujas medidas seguem a Seqüência de Fibonacci.

Notamos que agora obtemos um símbolo muito antigo conhecido como "Vesica Piscis" (bexiga do peixe), que é uma forma geométrica resultante do encontro de 2 círculos, também conhecida como “olho de deus”. O desenho de linhas retas, tangentes aos 2 círculos, marcam 4 pontos que unidos apresentam medidas com as 3 raízes quadradas sagradas: de 2, cuja qualidade é a geração; de 3, cuja qualidade é a formação de 3 espaços dimensionais; e de 5, cuja qualidade é a regeneração e é vista como representando as qualidades férteis do “Cristo”, ou os órgãos genitais da “Deusa Mãe”. Deu origem também à Flor da Vida, um padrão geométrico presente no DNA e nas células de TODOS OS SERES VIVOS. É por isso que TODA a vida provém de um mesmo “padrão” e EMERGE de uma mesma FONTE. Pois é, agora vai tentar explicar isso à um evangélico de carteirinha que cola no carro aquele adesivo do peixinho escrito jesus dentro pra ver.

Segundo o estudo da Geometria Sagrada, no “2º dia, com uma terceira esfera surge o símbolo da Estrela Tetraédrica (algumas religiões a chamam de “santíssima trindade”) que representa a forma da Merkaba = Corpo de luz que nos permite voltar ao estado de consciência original.

Quando duas pirâmides de luz se unem para formar uma estrela de David, nasce um novo universo estelar de inteligência” – J.J Hurtak.

A Geometria Sagrada está presente não só nas pinturas de Leonardo Da Vinci, mas também nas Catedrais antigas, na Cabala, na Árvore da Vida, no Zodíaco, nas Mandalas, nos Merkabas, nos símbolos da Cura Quântica e dos Reikis, na Radiônica, nos gráficos Radiestésicos, nos diversos “amuletos de poder”, nas figuras religiosas e também nos CROP CIRCLES.

Se usarmos ambos lados do cérebro (esquerdo = lógico e direito = intuitivo), podemos ampliar essa compreensão.

Equilibrando nossas emoções podemos buscar níveis mais elevados de Consciência e assim podemos entender essa UNICIDADE UNIVERSAL.

Obs: As ramificações sanguíneas e bronquiais também seguem o mesmo padrão Fractal.



sábado, 28 de maio de 2011

As Regras da Desinformação: Vinte e Cinco Maneiras de Suprimir a Verdade

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

H. Michael Sweeney.

Construído em cima das "Treze Técnicas para Suprimir a Verdade" de David Martin, a lista que se segue pode ser útil para o iniciado no mundo de verdades veladas e meias verdades, mentiras e supressão da verdade, que acontecem quando crimes graves são discutidos em fóruns públicos. Isto, infelizmente, inclui todos os meios de comunicação de hoje em dia, que são as maiores fontes de desinformação.

Sempre que o crime envolver uma conspiração, ou uma conspiração para encobrir um crime, haverá invariavelmente uma campanha de desinformação lançada contra aqueles que procuram descobrir e expor a verdade e/ou conspiração. Existem táticas específicas que artistas da desinformação tendem a aplicar, as quais apresentarei em seguida.

Os artistas da desinformação e aqueles que os controlam (aqueles que irão sofrer se o crime for resolvido) devem procurar evitar um exame completo e racional de qualquer cadeia de provas que fosse incriminá-los. Uma vez que fatos e verdades raramente caem por conta própria, eles devem ser superados com mentiras e enganos. Aqueles que são profissionais na arte da mentira e do engano, como a comunidade de inteligência, as autoridades governamentais e obviamente a mídia corporativa, tendem a aplicar neste processo ferramentas razoavelmente bem definidas e observadas. No entanto, o público em geral não é bem armado contra essas armas, e é muitas vezes facilmente enganado por essas táticas.

Surpreendentemente, nem os meios de comunicação nem as autoridades legais foram treinados para lidar com estas questões. Na maior parte do tempo, apenas os desinformantes compreendem as regras do jogo.

Espero que seja de grande valia para aqueles que estão começando a ver como as coisas realmente funcionam, bem como para aqueles que instintivamente já perceberam como estas táticas são utilizadas, conhecer exatamente cada uma das táticas e subterfúgios daqueles que pretendem esconder a verdade:

1. Não ouça o mal, não veja o mal, não fale do mal. Independentemente do que você sabe, não discuta, especialmente se você é uma figura pública, âncora de TV, etc. Se você não for informado é porque não aconteceu, e você nunca terá que lidar com os problemas.

2. Torne-se incrédulo e indignado. Evite discutir os principais problemas e ao invés foque em questões laterais que podem ser utilizadas para mostrar o tema como sendo crítico de algum grupo ou tema intocável. Este método é também é conhecido como o "Como você se atreve!". Um bom exemplo é quando alguém questiona a versão oficial do 11 de setembro e a mídia diz isto é uma afronta às famílias das vítimas.

3. Crie boateiros. Evite discutir os problemas, descrevendo todas as acusações, independentemente das provas, como meros rumores e acusações selvagens. Outros termos depreciativos mutuamente exclusivos da verdade podem funcionar muito bem. Este método funciona especialmente bem com a silenciosa imprensa, porque a única maneira que o público poderá conhecer os fatos são através destes "boatos incertos". Se você puder associar o material com a Internet, use isto para certificar a acusação como uma "fofoca" que não pode ter base na realidade. Isto foi muito usado pela rede globo durante a falsa pandemia da gripe suína.

4. Use um "espantalho". Ache ou crie um elemento do argumento de seu oponente que você possa facilmente derrubar para você se sair bem e o seu adversário ficar em uma posição desfavorável. Ou então crie um problema que você possa implicar com segurança que exista com base na sua interpretação do adversário, nos argumentos do adversário ou da situação, ou então selecione o aspecto mais fraco das acusações mais fracas. Amplifique o seu significado e as destrua de uma forma que pareça desmentir todas as acusações, reais e as fabricada, enquanto na verdade evita a discussão das questões reais.

5. Desvie os adversários através de xingamentos e ridicularização. Isso também é conhecido como o estratagema do "ataque ao mensageiro" , embora outros métodos qualifiquem como variantes dessa abordagem. Associe adversários com títulos impopulares, como "malucos", "de direita", "liberal", "esquerda", "terroristas", "teóricos da conspiração", "radicais", "milícias", "racistas", "religiosos fanáticos ", "drogados", "desviados sexuais", e assim por diante. Isso faz com que outros removam o seu apoio com medo de receber o mesmo rótulo, e assim você evita lidar com os problemas. Esta tática foi muito utilizada quando Charlie Sheen veio a público questionando a versão oficial do 11 de setembro.

6. Bata e Corra. Em qualquer fórum público, faça um breve ataque ao seu oponente ou a posição de adversário e em seguida pule fora antes de que uma resposta possa ser dada, ou simplesmente ignore qualquer resposta. Isso funciona muito bem em ambientes de internet e em cartas ao editor, onde um fluxo constante de novas identidades podem ser utilizadas sem ter que explicar o raciocínio crítico - simplesmente faça uma acusação ou outro ataque, nunca discutindo as questões, e nunca respondendo a qualquer resposta posterior, por que isto dignificaria o ponto de vista do oponente.

7. Questione os motivos. Distorça ou amplifique qualquer fato que possa insinuar que o adversário opera a partir de uma agenda oculta pessoal ou esteja sendo tendencioso de qualquer outra forma. Isso evita discutir as questões e força o acusador a ficar na defensiva.

8. Invoque autoridade. Reivindique para si mesmo autoridade ou se associe com autoridade e apresente seu argumento com o "jargão" ou "minúcias" o suficiente para ilustrar que você é "quem sabe", e simplesmente diga que não é assim, sem discutir as questões ou demonstrar concretamente o porquê ou citar fontes.

9. Banque o idiota. Não importa o argumento de que a evidência ou lógica é oferecido, evite discutir questões negando que elas têm qualquer credibilidade, fazem qualquer sentido, fornecem qualquer prova, contém ou esclarecem uma questão, tem lógica, ou dão apoio a uma conclusão. Misture bem para ter o máximo efeito.

10. Associe as acusações do adversário com notícias antigas. Normalmente um derivado da estratégia do "espantalho", em qualquer assunto de grande escala e alta visibilidade, alguém irá fazer acusações no início que podem ser ou já foram resolvidos facilmente. Se futuras acusações forem previsíveis, faça o seu lado levantar uma questão "espantalho" e a trate no início, como parte dos planos de contingência. As acusações subseqüentes, independentemente da validade ou mesmo que cubram novas descobertas, elas geralmente podem ser associadas com a acusação inicial e refutadas como sendo uma simples repetição que pode ser refutada sem a necessidade de abordar as questões atuais - ainda melhor quando o adversário está ou esteve envolvido com a fonte original.

11. Estabeleça posições onde você possa retroceder. Usando uma questão ou elemento menos importante dos fatos, aja com classe "confesse" com franqueza que algum erro inocente, em retrospecto, foi feito, mas que os adversários aproveitaram a oportunidade para colocar tudo fora de proporção e implicam criminalidades maiores que, simplesmente "não é assim." Outros podem reforçar isto em seu nome mais tarde. Feito corretamente, isso pode angariar a simpatia e o respeito de "jogar limpo" e "reconhecer" os seus erros, sem abordar as questões mais graves. Esta tática foi muito utilizada pelo IPCC quando veio a público que grande parte de suas estimativas de derretimento de geleiras, perda da floresta amazônica, entre outros, eram exageradas e não eram baseadas em estudos científicos.

12. Enigmas não têm solução. Inspirando-se na cadeia de eventos em torno do crime e da multiplicidade de participantes e eventos, pinte todo o assunto como muito complexo para ser resolvido. Isso faz com que aqueles que acompanhem o assunto comecem a perder o interesse mais rapidamente sem ter que resolver os problemas reais.

13. Lógica da "Alice no País das Maravilhas". Evite o debate das questões raciocinando de trás para a frente com uma aparente lógica dedutiva de uma forma que deixe de fora qualquer fato material real.

14. Exija soluções completas. Evite as questões exigindo de seus opositores a resolução do crime atual completamente, um truque que funciona melhor para itens que qualifiquem-se para a regra 10 (Associe as acusações do adversário com notícias antigas).

15. Encaixe os fatos em conclusões alternativas. Isto requer um pensamento criativo, a menos que o crime tenha sido planejado com conclusões de contingência.

16. Desapareça com provas e testemunhas. Se elas não existirem, não existe fato, e você não terá de resolver o problema.

17. Mude de assunto. Normalmente utilizado em conexão com um dos outros estratagemas listados aqui, encontre uma maneira de desviar a discussão com os comentários abrasivos ou controversos, na esperança de chamar a atenção para um tema novo, mais fácil de lidar. Isto funciona especialmente bem quando os oponentes podem "discutir" com você sobre o tópico novo e polarize a arena de discussões, a fim de evitar discutir questões mais fundamentais.

18. Emotive, antagonize, e incite os oponentes. Se você não poder fazer mais nada, repreenda e insulte os seus adversários e os leve a respostas emocionais que possam fazê-los parecer tolos e emotivos, o que geralmente tornam o seu material um pouco menos coerente. Não só você vai evitar discutir os problemas em primeiro lugar, mas mesmo que a sua resposta emocional foque na questão em discussão, você pode ainda evitar as questões ao se concentrar em como eles "são sensíveis a críticas".

19. Ignorar a prova apresentada, e exija provas impossíveis. Esta é talvez uma variante da regra do "banque o tolo". Independentemente do material que possa ser apresentado por um adversário em fóruns públicos, alegue que a prova material seja irrelevante e exija uma que seja impossível para o adversário mostrar (ela pode existir, mas não pode estar à sua disposição, ou pode ser algo que seja sabido que possa ser facilmente destruída ou retida, tal como a arma de um crime). Para evitar completamente discutir questões desminta categoricamente e seja crítico da mídia ou livros como fontes válidas, negue que as testemunhas sejam aceitáveis, ou mesmo negue que as declarações feitas por autoridades governamentais ou outras têm qualquer significado ou relevância.

20. Falsas provas. Sempre que possível, introduza novos fatos ou pistas projetados e fabricados para entrar em conflito com as apresentações do adversário para neutralizar questões sensíveis ou dificultar a resolução. Isso funciona melhor quando o crime foi planejado com contingências para este propósito, e os fatos não podem ser facilmente separados das invenções.

21. Chame um Grande Júri, Promotoria Especial, ou outro organismo habilitado para investigações. Subverta o processo para seu próprio benefício e efetivamente neutralize todas as questões sensíveis, sem uma discussão aberta. Uma vez convocado, as evidências e testemunhos devem ser secretos. Por exemplo, se o advogado de acusação estiver do seu lado, ele pode garantir que o Grande Júri não ouça nenhuma evidência útil e que as provas sejam vedadas e indisponíveis para investigações posteriores. Depois de um veredicto favorável (geralmente, esta técnica é aplicada para inocentar o culpado, mas também pode ser utilizada para obter acusações quando se procura enquadrar uma vítima) for alcançado, o assunto pode ser considerado oficialmente encerrado.

22. Fabrique uma nova verdade. Crie o seu próprio perito(s), grupo(s), autor(es), líder(es) ou influencie os existentes para forjar novos caminhos através de pesquisa científica, investigativa ou social, ou testemunho que conclua favoravelmente. Desta forma, se você realmente precisar lidar com as questões relevantes, você pode fazê-lo com autoridade.

23. Crie distrações maiores. Se as estratégias acima não funcionarem para desviar questões sensíveis, ou para impedir a indesejável cobertura da mídia de eventos que não se possa impedir, tais como julgamentos, crie notícias mais importante (ou as trate como tal) para distrair as multidões.

24. Silencie os críticos. Se os métodos acima não funcionarem, considere remover os oponentes de circulação através de uma solução definitiva, para que a necessidade de abordar as questões seja totalmente removida. Isso pode ser através de sua morte, prisão e detenção, chantagem ou destruição do seu carácter pela liberação de informações de chantagem, ou simplesmente pela intimidação adequada usando chantagem ou outras ameaças.

25. Desapareça. Se você é um portador de segredos importantes relacionados a algum crime ou conspiração e você acha que o calor está ficando muito quente, para evitar os problemas, desapareça.

Todos os comentários são muito bem vindos, mas os leitores deste blog mais experientes podem contribuir apresentando exemplos específicos de cada regra, os quais eu irei incluir no artigo.

Fontes relacionadas:
The Vigilant Citicen: The 25 Rules of Disinformation
Proparanoid: DISINFORMATION vs. TRUTH
Thirteen Techniques for Truth Suppression by David Martin

Realengo – a farsa da mídia

Créditos de Observar e Absorver

Agora que o assunto esfriou na mídia e os ânimos serenaram, pode se perceber os sinais de farsa, por trás da tragédia de Realengo. Uma farsa no comportamento da própria mídia privada, em suas distorções e omissões deliberadas.
A facilidade de acesso a instruções sobre armas, atentados e diversos conhecimentos bélicos através da net, por exemplo, as escandalosas estatísticas sobre o número de armas legais que cai nas mãos da bandidagem comum ou fardada (inegável parcela das polícias pode ser chamada assim), além do tráfico de armas do exterior, o que faz o mercado ilegal de armas farto e facilita o acesso, nada disso é mencionado. Haveria o dedo da indústria de armamentos, por trás deste silêncio? Ou dos empresários do tráfico, os donos de verdade, que possuem empresas para a lavagem do dinheiro e circulam tranqüilos, nos altos círculos sociais, políticos e financeiros, alheios às operações de fachada da chamada “guerra ao tráfico”?
O fato de Wellington, o assassino suicida, ter sido vítima de massacres psicológicos e físicos durante os anos da infância e adolescência, por seu temperamento arredio, introspectivo e tímido, entre a exclusão, o deboche, os espancamentos e as humilhações – várias vezes, nos banheiros, sua cabeça foi enfiada em vasos sanitários com a descarga acionada – não foi levantado, passou por uma menção superficial. Transformado em vítima da coletividade, teve diagnosticada esquizofrenia, mas não teve tratamento nem acompanhamento. O mesmo Estado que o diagnosticou lhe negou acesso a assistência.
O questionamento da precariedade dos serviços básicos, obrigação do Estado, na educação e na saúde, no caso, é proibido na mídia. Trata-se de “custo social”, expressão mentirosa que traz embutida a idéia de contenção, restrição, senão a eliminação de tais “custos”(na verdade, investimentos com alto retorno social), pra que o tal superávit primário seja oferecido aos bancos internacionais para o pagamento dos juros de uma dívida “pública” que não acaba e os bancos estatais invistam nas empresas privadas, ao custo da ignorância, da inconsciência e do sofrimento de uma enorme parcela da população – onde vivem os mais necessários e desprezados da sociedade.
A cobertura repulsiva da mídia privada também omite o chamado a Jesus, na carta deixada por Wellington, onde explica os porquês de sua atitude desarvorada. Com todas as expressões de fanatismo religioso, o assassino foi ligado ao islã, o tronco religioso predominante na área com maior concentração de petróleo do planeta, e a frase em que afirma sua crença de que Jesus, em pessoa, o virá buscar foi retirada na publicação do texto. Uma atitude criminosa, comum à mídia privada nos países comandados direta ou indiretamente por interesses empresariais, na preparação da opinião pública “mundial” para aceitar – e mesmo apoiar – a intervenção e subjugação desses territórios “bárbaros” e qualhados de terroristas pela civilização cristã ocidental, representada pelos mísseis da OTAN, pelas forças de operações especiais, pelos bombardeios “humanitários”, pelos exércitos invasores que precedem as grandes empresas – petroleiras, de (re)construção, de segurança privada (os mercenários) – e a imposição de democracias fantoches – está ficando difícil sustentar as ditaduras “amigas”, atualmente – nas mãos do império corporativo americano e seu satélites europeus, remanescentes de antigos colonialismos.
Governos, hoje, representam empresas, não povos. Constituições são ignoradas. Estados não cumprem sua lei maior e são transformados em criminosos contra seus povos, negando-lhes os direitos básicos para oferecer privilégios às minorias dominantes.
A ideologia do egoísmo, da competição constante e desenfreada, implantada na educação de crianças, jovens e adolescentes em todo o sistema de educação – onde o ensino público, próximo à barbárie, não merece o nome – transforma a vida numa arena de todos contra todos. Prepara competidores para o mercado de trabalho, onde o prêmio aos poucos “vencedores” é o maior acesso ao mercado de consumo. Não interessa formar seres humanos para se integrarem numa sociedade voltada ao bem estar de todos os seus componentes. A estrutura social se baseia na exclusão, na ignorância, na alienação e na exploração da esmagadora maioria da população.
Cada vez mais se percebe o papel da mídia privada na manutenção dessa estrutura torta, mentindo, distorcendo, induzindo, pressionando. É preciso desacreditar a indústria da desinformação, é preciso tomar o espaço público das comunicações do controle privado, é preciso pulverizar e popularizar o chamado espectro magnético, é preciso respeitar e incentivar a criação de TVs, rádios, revistas e jornais populares, de bairros, associações, sindicatos, movimentos sociais, comunidades, em todas as cidades e regiões. Não só do país, mas da América Latina e do mundo. É preciso tomar consciência e parar de acreditar nas mentiras que nos acorrentam, jorrando da publicidade massiva, em todas as partes, revistas, jornais, rádios e das televisões em nossas salas, criando visões de mundo e valores falsos, desejos de consumos impossíveis, objetivos de vida frustrantes e interpretações distorcidas da realidade.

Eduardo Marinho, 27 de maio de 2011.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Texto: "Re-compilando dados de uma história mal informada"

Créditos ao blog Liberdade Mental

"O xadrez é o mundo, as peças são os fenômenos do universo, as regras do jogo são as leis da natureza. O jogador do outro lado está oculto de nós". - Thomas Henry Huxley.

Dizem que normalmente as pessoas acreditam naquilo que querem. Eu concordo, mas acreditar apenas naquilo que lhe convém pode lhe trazer conseqüências não esperadas. Eu diria que as pessoas mais "prudentes" acreditam mesmo naquilo que sabem ou conhecem, e se a dúvida surgir, é "prudente" investigar. Então, vamos lá ...

Albert Pike e Giuseppe Mazzini foram dois qualificados membros da "cúpula" maçônica denominada "Os Iluminados". Em 1871 Pike e Mazzini trocaram cartas em que nelas, descreviam como viriam a ocorrer as Três Guerras Mundiais. Essas cartas, ou parte delas, estavam em exposição no British Museum em Londres até 1977. Entretanto, estranhamente e sem nenhuma explicação, foram retiradas. Desde então muitas pessoas, entre elas historiadores, pesquisadores, jornalistas, escritores e pessoas interessadas, tentaram reivindicar o paradeiro de tais cartas, porém sem sucesso. Desde então a existência de tais cartas vem sendo negada.

Vamos conhecer um pouco mais sobre Pike e Mazzini:


Albert Pike nasceu em 29 de Dezembro de 1809 e faleceu em 02 de Abril de 1891. Cresceu em um ambiente Cristão Episcopal. Foi advogado, militar (General de Brigada no Exército dos Estados Confederados da América na Guerra Civil), editor e um escritor de muita credibilidade. Falava 16 idiomas e era reconhecido como um "gênio". Foi um leitor muito interessado em religiões e sistemas filosóficos das culturas antigas. Em 1950, aos 41 anos foi iniciado na Loja Western Star Nº 2 em Little Rock, Arkansas. De 1850 a 1853 chegou ao 10º grau do Rito de York e recebeu o grau 29º do R.E.A.A em março de 1853 de Albert Gallatin Mackey em Charleston, S.C.

Mackey convidou Pike para participar da "Jurisdição do Supremo Conselho do Sul" em 1858 em Charleston chegando ao cargo de "Grande Comandante" deste Conselho no ano seguinte, permanecendo aí até sua morte. Há indícios de que tenha também participado da Ku Klux Klan que, em termos numerológicos a letra K (11ª letra do Alfabeto) e, portanto do 11 adicionado, K+K+K temos a refência ao "33", que é o grau mais alto da maçonaria. O que de fato, Albert Pike foi um maçom de grau 33, e era uma figura ilustríssima entre os maçons. Existe até uma estátua em sua homenagem em Washington DC.


Albert Pike realmente causou impacto após publicar a obra "Morals and Dogma of the Ancient and Accepted Scottish Rite of Freemasonry", que tratava dos graus do Rito Escocês.

Os 3 primeiros graus são os chamados "Graus Azuis" e são nesses graus que vemos a "fachada", ou seja, a imagem pública da maçonaria.

Na página 819 do livro citado acima de Albert Pike, ele diz: "Os graus azuis são meramente o pátio, ou pórtico, mais externo do templo. Parte dos símbolos estão dispostos lá para os iniciados, mas são intencionalmente desencaminhados por falsas interpretações. Não se pretende que eles as compreendam, mas, pretende-se que eles imaginem compreendê-las".

Manly Palmer Hall, em seu livro "Lectures on Ancient Philosophy" [segredos e mistérios], página 433, ele diz: "A Maçonaria é uma fraternidade dentro de uma fraternidade - uma organização exterior que esconde uma irmandade interior dos eleitos... é necessário estabelecer a existência dessas duas ordens separadas, porém independentes, a visível e a outra invisível. A sociedade visível é uma esplêndida camaradagem de homens 'livres e aceitos' que se reúnem para dedicarem seu tempo às atividades éticas, educacionais, fraternais, patrióticas e humanitárias. A sociedade invisível é uma fraternidade secreta e augustíssima (de majestosa dignidade e grandiosidade), cujos membros dedicam-se ao serviço dos arcanos".


Giuseppe Mazzini nasceu em Gênova em 22 de Junho de 1805 e faleceu na cidade de Pisa em 10 de Março de 1872. foi político e um revolucionário do movimento italiano chamado Risorgimento (Ressugimento) . Em 1830 tornou-se membro da Sociedade Secreta chamada "Carmonária" com objetivos políticos. Organizou em 1831 o movimento político chamado “Jovem Itália”, assim como também fundou outros movimentos políticos pela libertação e unificação de outros estados europeus: a Jovem Alemanha, a Jovem Polônia e por fim a Jovem Europa.

Mazzini jamais aceitou a monarquia e continuou a lutar pela sua "doutrina simultaneamente mística e republicana, recusando aliança com o socialismo marxista". Em 1870, foi de novo preso e condenado ao exílio, mas ele retorna com nome falso à Pisa, onde viveu até sua morte. Os seus escritos foram publicados pelo editor G. Daelli, de Milão, em 18 volumes, dos quais 7 foram revistos por Mazzini.

O filósofo Nietzsche escreveu: "Um grande homem, na linguagem corrente, não precisa ser bom nem nobre - eu não tenho memória que a um só homem neste século tenham sido dados estes três qualificativos, mesmo pelos seus inimigos: Mazzini".

Em 15 de Agosto de 1871 Pike enviou uma carta a Mazzini descrevendo os traços gerais para a criação de 3 guerras mundiais, cujas quais eram necessárias para "justificar" a implantação de uma "Nova Ordem Mundial", e dizia assim: "A Terceira Guerra Mundial deverá fomentar-se aproveitando as diferenças promovidas pelos “agentes ou os Iluminados entre o Sionismo político e os dirigentes do mundo Muçulmano. A guerra deve ser orientada de tal forma que o Islamismo e o Sionismo político se destruam mutuamente, enquanto que outras nações se verão obrigadas a entrar na luta, até o ponto de se esgotarem física, mental, espiritual e economicamente".

Pike finalizou a carta dizendo que, ao final da Terceira Guerra Mundial, a qual pretendem a completa dominação mundial, provocarão o maior cataclismo social jamais conhecido no mundo.

Clique no CC para ver as legendas



Há pessoas que mesmo que lhes apresente TODAS as evidencias estudadas, não conseguem analisar essas tais evidencias de forma substancial e negam. Quando se fala desse tipo de assunto, soa muito “Absurdo” e fantasioso. PORÉM, essas mesmas pessoas que resistem nesse sentido, não investigaram com mais profundidade e aceitaram o LIXO informativo dos meios de comunicação convencionais capitalistas. Você já se perguntou se a essência do Capitalismo é realmente Ética??? Não teríamos então uma Ética sugestionável pelo poder capitalista??? O engraçado é que se você conversa com alguém sobre "Corrupção", todos concordam que é algo natural, normal e corriqueiro. Daí eu pergunto: Não seria esse o mesmo caso??? Ou seja, não se trata aqui da mesma “base” de assunto??? Ah! Mas quando surge a palavra: "Conspiração", TODO mundo foge ou ridiculariza, e volta a NEGAR. "Conspiração" é uma palavra que não se adequa à "realidade" da maioria das pessoas, apenas para filmes e novelas. Quando temos aqui em nosso querido país, "Mensalão, dinheiro na cueca, caso Renan Calheiros, desvios de verbas", etc, etc, (veja uma lista AQUI), não se trata de uma "Conspiração"???

Vejamos o significado da palavra "Conspiração": Ação concertada contra o Estado: tramar uma conspiração. Entendimento secreto dirigido contra alguém; conluio, maquinação, trama.

Falamos de guerra, e quem teria coragem de dizer que não estamos VENDO agora mesmo uma “revolução” no Oriente Médio??? Uma “revolução seguida de guerra civil e em seguida, uma guerra onde se bombardeia uma região cheia de gente, matando muitos com a justificativa de "PAZ". Já percebeu que TODA guerra tem como justificativa a "PAZ"??? Quantas guerras são necessárias??? O que houve com a frase: "violência gera mais violência"???

Mas você tem mais o que fazer ao invés de contestar tal contradição não é mesmo??? Cuidar de sua vida, suas continhas pra pagar, seu precioso emprego e assim não deixar faltar comida em casa... Se sua vida não é afetada, danem-se os outros, não é?! Mas ... e se a sua vida é afetada diretamente??? Será que precisamos sentir nossas vidinhas serem desestabilizadas para começar a dar atenção em algo que fingíamos não ver??? Preste atenção no AGORA !!! Procure ler as entrelinhas e não ACEITEM facilmente o que os meios de comunicação nos fazem tragar. Procure ser cauteloso e critico ao mesmo tempo diante das noticias na TV e nos jornais. Lembre-se, mesmo que você acredite que esse papo de "Conspiração" seja balela, pense na tal "Ética Capitalista". Pense no porque as pessoas fazem as coisas. O que as motiva vivendo num mundo capitalista 100%??? Pense em como e porque alguém se venderia ... Enfim, temos tantos exemplos. Pense: Quem se beneficia com as GUERRAS??? Dizem que democracia é o “governo do povo” e para o povo certo?! Mas pense: “Você se sente no poder”??? Todas as vezes que você votou e todas as vezes que seus parentes votaram, mudou significativamente alguma coisa??? Seja sincero consigo mesmo ... Eu digo que quem tem poder de controlar governos, pode implantar uma filosofia "Problema – Reação – Solução" como lhe convenha. Você acredita que seu governo não é Capitalista??? Pois é ... então podemos admitir que todo governo Capitalista é FASCISTAS certo?!! O que um país precisa ter para ser considerado “forte” e de primeiro mundo??? Alegria? Amor? Solidariedade? Empatia? Não ... um país se faz forte pelo poder ECONÔMICO que tem, ou seja, através do Complexo Industrial e de acordos Comercias é que um país adquire “Visão” mundial. Então, se nosso sistema se baseia no dinheiro, o mundo é um Mercado e nós, apenas os consumidores.

O Sistema nos molda a aceitar que a "vida" é assim e que temos que "lutar" para ganhar as migalhas, vendendo "mão de obra" pra sobreviver. Quem de fato define as camadas Sociais??? Quem é você e que poder você tem??? O de lutar pra sobreviver nesse mundo “cão” em que os fortes comem os fracos??? Você já parou pra pensar que o “PODER” de fato é nosso e que nós somos induzidos a confiar nosso poder nas mãos de poucos??? Assim, lavamos nossas mãos e depositamos a responsabilidade que temos em toda e qualquer justificativa política. Do que adianta ter o poder, mas não entender o poder que tem??? Não seria o mesmo que ter Livre-arbítrio, mas não exercê-lo integralmente??? Então, camadas sociais são importantes para quem governa, pois se o “poder” é nosso, como poderíamos exigi-lo se estamos completamente DIVIDIDOS??? Por isso justifica-se a estratégia: "DIVIDIR, GOVERNAR E CONQUISTAR". E não é exatamente isso que estamos vendo a vida toda??? Sai e entra representantes do governo, mas a o Sistema continua o mesmo. Perceba que esse Sistema foi arquitetado para ser falho. Foi feito para ser Corrupto e corromper as pessoas. O Sistema foi feito para imputar MEDO ... Medo de ficar sem dinheiro, medo de não ter dinheiro, medo de sofrer, medo de ficar doente, medo de ser assaltado, medo de morrer, medo de não ser bonito, medo de não estar bonito, medo de não ser aceito, medo de não ser NORMAL .... medo, medo e mais medo!!! Medo é gratuito, mas conhecimento é caríssimo. E você ainda acha que sua vidinha está sob seu controle??? Basta aqueles que controlam o poder econômico de uma nação mudarem alguma coisa, uma lei ou estabelecerem uma crise e BUM!!! Sua vidinha será afetada, e você CEGO, não vai entender nada.

"DÊ-ME O CONTROLE DO SISTEMA DE FORNECIMENTO DE DINHEIRO DE UM PAÍS E POUCO ME IMPORTARÁ QUEM FAZ AS LEIS" - Mayer Amschel Rothschild.

A Comissão Trilateral é um agrupamento de pessoas privadas das mais altas finanças, do mundo dos negócios e da política, procedentes da América do Norte, Europa ocidental e Japão. Proporcionam à uma "Elite" procedente da maçonaria das diversas orientações e ramificações que colaboram entre si em todos os assuntos ditos mundiais. O objetivo ideológico da Comissão Trilateral é o mesmo que o do Council for Foreign Relations (Conselho para Relações Exteriores), fundado em 1921 pelo banqueiro norte americano Morgan, e conhecido também como "O Governo invisível". O setor político entronca-se com os Iluminados, que são altos graus da maçonaria.

O senhor Giuseppe Mazzini é considerado o sucessor de Adam Weishaupt.

O Dr. Adam Weishaupt nasceu em 06 de Fevereiro de 1748 em Ingolstadt, situada em Bayern na Germânica Bavária. Foi filho de um Rabino, e foi "convertido" ao catolicismo depois da morte de seu pai. Estudou muitos filósofos franceses tal como Voltaire (Iluminismo) e supostamente aprendeu sobre "cultos satânicos" na Corte Real Francesa.

O famoso banqueiro Mayer Amschel Rotchschild pertencente a dinastia dos Rotchschild, escolheu Weishaupt para criar o "Coven Golden Dawn" ou "Ordem Hermética da Aurora Dourada" que até hoje é o "Coven" privado "Casa de Rotchschild" (Rotchschild significa “Escudo vemelho” em Alemão). Aliás, foi Mayer Amschel que incitou a "Revolução Americana de 1776". Mayer Amschel Rotchschild também instruiu a Adam Weishaupt a criar na Bavária, a "Ordem Illuminati". Nome que significa "Iluminado" e provém de ensinamentos de uma doutrina "Luciferiana". A Palavra Lúcifer significa: "O Portador da Luz", aquele que é iluminado ou "Esclarecido". Não é por acaso que a o adjetivo "Brilhante" tem uma relação sinonímica com "Iluminado". Saiba mais sobre isso AQUI.


Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. França, 1789, um dos muitos documentos políticos produzidos no século XVIII sob a inspiração do ideário iluminista.

No final do século 17 em meio a tanta matança religiosa na Europa, temia-se que o movimento protestante da época fosse debandado e se isso ocorresse, o governo de Roma seria restaurado. Com isso, a Bretanha/Inglaterra tornou-se um refúgio seguro para essa “causa” protestante, particularmente a Casa Real de Stuart. Logo as Ilhas Britânicas tornaram-se o foco para o pensamento esotérico na Europa, e a criação da maçonaria entrelaçou estes "fios" em uma estrutura. A maçonaria estava para tornar-se rapidamente num veículo para manipulação política e econômica, e seus membros trabalhavam através de todos os lados e para o mesmo objetivo. A Agenda neste período era para diminuir o poder das monarquias na Europa e, substituí-las, por sistemas políticos desenhados de uma forma que permitiria essa Fraternidade de controlá-los.

No Livro de Nesta Webster: "A Revolução do Mundo", ela diz: "A Arte das Leis do Iluminismo reside em alistar adeptos animados. Encorajando-os ou por sonhos visionários honestos ou esquemas fanáticos, bajulando a vaidade do egoísta e do ambicioso, ou por trabalhos no cérebro dos desequilibrados ou jogando com emoções e paixões como as da avareza e desejo do domínio, fazendo com que pessoas com metas totalmente opostas, respondam aos propósitos secretos da seita. Pessoas com dinheiro são bem vindas, mas devem ser mantidas ignorantes a respeito dos verdadeiros segredos e objetivos. O nosso propósito é ganhar os poderosos e os ricos. Minar os governos seculares e religiões e conseguir nos converter nos donos do mundo".

Em 1780 Franz Friedrich, barão de Knigge foi recrutado. Ele era a pessoa ideal para planejar a fusão da Maçonaria com a Ordem Illuminati, e isso causou uma rápida expansão Illuminati com o uso de infra-estrutura maçônica de "Logias". Em 29 de Agosto de 1781, o Congresso de Wilhemsbad declarou oficialmente essa "aliança". (Veja mais aqui).

Essa "aliança" foi realizada sob juramento de nunca se revelar o conteúdo dessa reunião. O Conde de Virieu, um maçom da Ordem Martinista de Lyon, foi questionado sobre essa reunião e disse: "Eu só posso te dizer que a coisa é mais séria do que você imagina. A conspiração está sendo tão bem “costurada” que será praticamente impossível para a Monarquia e a Igreja escaparem".

The Comte de Virieu, returned from the Congress and refused to say what had been decided: "I can only tell you that all this is very much more serious than you think. The conspiracy which is being woven is so well thought out that it will be, so to speak, impossible for the Monarchy and the Church to escape from it" (Gary Kahl, En Route to Global Occupation, (1991), p. 25-26).

Em seguida, surgiu a denúncia sobre a existência dos chamados "Illuminatis".

No fim, é você quem decide no que acreditar, seja por "Fé" ou pela informação.


Para entender mais a respeito desse assunto, investigue. Nos links abaixo, você terá a oportunidade de acessar muita informação:

http://www.bibliotecapleyades.net/esp_sociopol_illuminati.htm#Books-_Treaties
http://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/mindcontrol/mindcontrol_index.htm

Outros Links relacionados:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Maçonaria
http://ahumanidadeestaemperigo.blogspot.com/2009/11/albert-pike-giuseppe-mazzini-maconaria.html
http://geraldcelentechannel.blogspot.com/2010/07/albert-pike-letter-to-mazzini.html
http://members.iimetro.com.au/~hubbca/secret_societies.htm


Grande abraço!