terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Estados Unidos Reduz Nível Máximo Permitido de Flúor na Água

Créditos de: A Nova Ordem Mundial

Um caso brando de fluorose dental

O Centro de Controle de Doenças dos EUA (CDC) publicou ontem um relatório alarmante no qual admite que 2 em cada 5 crianças no Estados Unidos mostram sinais de intoxicação por flúor (estrias, manchas ou corrosão dos dentes devido à fluorose dentária). A agência concluiu então que os níveis de flúor no abastecimento de água devem ser reduzidos para 0,7 miligramas por litro (o limite superior recomendado anteriormente era de 1,2 miligramas por litro). No Brasil atualmente o limite superior máximo é de 1,7 miligramas por litro.

Isso encerra mais de cinco décadas em que o governo dos EUA recomendava 1,2 miligramas de flúor em cada litro de água. Mas até mesmo os novos níveis inferiores são ainda mais do que suficiente para causar sérios danos às crianças. Muitos acusam esta recomendação do CDC como uma jogada de relações públicas, onde fingem que estão lidando com as preocupações dos cidadãos enquanto não fazem nada de substancial sobre o assunto. O Professor Paul Connett, um crítico da fluoretação da água, disse que esta redução é um bom começo, mas que o CDC focou apenas na fluorose dental, ignorando todos os outros potenciais problemas a saúde causados pelo flúor, como por exemplo,
os vários estudos que mostram redução do QI de crianças em cidades com alto nível de flúor na água.

Prevalência de Fluorose Dental por Faixa de Idade
Prevalência de Fluorose Dental por Faixa de Idade nos EUA

E no Brasil, até quando as autoridades e os cientistas corruptos irão continuar a envenenar e limitar a inteligência de nossa população?

Após o artigo que publiquei pouco mais de uma semana atrás, intitulada "Estudo: Exposição ao Flúor pode Reduzir a Inteligência das Crianças", eu entrei em contato com um expert brasileiro em fluoretação de água, Jaime Aparecido Cury, e questionei se ele tinha conhecimento do estudo em questão. Abaixo segue o nosso breve diálogo:

Meu email original:
"Olá, eu lí vários de seus trabalhos sobre o uso do fluor na água.
Você conhece este novo estudo, que mostra a queda de QI em comunidades onde se pratica a Fluoretação?..."
Sua resposta:
Conheço, mas nao merece credito, portanto mantenho meu posicionamento!
Feliz 2011
Jaime
Minha réplica:
Com base em que voce diz que nao merece crédito?

Simplesmente totalmente ignorar estudos (sao vários estudos com conclusoes parecidas) simplesmente por que nao se adequada a sua opiniao nao me parece um argumento convincente.

Estes estudos justificam sem dúvida uma maior discussao sobre o assunto, pois isto e o que a ciencia deveria fazer, voce nao concorda?

Feliz 2011
Resposta de Jaime Cury:
...esse tipo de trabalho transversal de associacao nao permite conclusao de evidencia de relacao entre as variaveis de estudo
Veja revisoes sistematicas sobre o assunto.
Mantendo F na agua em 2011!
Jaime
Será que sou apenas eu que percebo uma arrogância em que os chamados experts no assunto ignoram estudos quando estes chegam a conclusões inconvenientes?

Temos que levantar nossa voz e exigir que o flúor na água dos brasileiros seja removido ou pelo menos diminuído!!!

Fontes:
Associated Press: US says too much fluoride causing splotchy teeth
PORTARIA N° 635/Bsb, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1975 (define os limites de flúor na água)
CBS News: Fluoride is Good For You, We Mean Bad for You
CDC: HHS and EPA announce new scientific assessments and actions on fluoride
CDC: Prevalence and Severity of Dental Fluorosis in the United States, 1999-2004

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...