quarta-feira, 21 de abril de 2010

Colunista do Washington Post diz que jornalismo feito através da internet é uma nova "espécie de terrorismo"

Washington Post Writer: Internet Journalism Is Sort Of Like  Terrorism 200410ParkerSteve Watson
Prisonplanet.com
Terça-feira, 20 de abril de 2010.

Tradução: Revelatti

Uma colunista do Washington Post que apareceu no programa da CBS "Face the Nation", no domingo descreveu que o jornalismo feito por pessoas independentes na internet é algo "potencialmente violento", e denunciou como sendo uma nova "espécie de terrorismo".

Quando perguntado sobre sua opinião sobre o movimento "Tea party" pelo anfitrião Bob Schieffer, Kathleen Parker, uma declarada vencedora do Prêmio Pulitzer de comentadora, diz que é perigoso:

"... Esta retórica aquecida e algumas destas palavras ... que são bastante carregado, "carregar", "alvo"... há um perigo aí." disse Parker.

Depois de descrever o movimento como perigoso, então disse que não estava dizendo que era perigoso:

"Eu não estou dizendo que o pessoal do Tea party são violentos ou racistas, ou qualquer outra coisa.... Eu não estou dizendo que o partiers são pessoas ruins ou perigosas, eu só acho que temos que estar muito atentos .... E ser extremamente cuidadosos , porque eu acho que há muita raiva e poderia se tornar outra coisa. "

Então Schieffer "injetou" mais lenha na fogueira chegando ao ponto de falar da internet como uma "fonte de perigo":

"Algumas dessas retóricas são realmente desagradáveis que aparecem na internet .... O único veículo para entregar a notícia que não tem editor .... E esse é o fator adicional de volatilidade dessas coisas e para onde vai."

Parker respondeu: "É mais ou menos como o terrorismo. Você sabe, nós não sabemos para onde o nosso objetivo de jogar as bombas, por isso não podemos ir atrás de um país, porque você sabe, não há lugar para se focar. E é a mesma coisa com a Internet. Você não pode realmente - você não sabe aonde procurar. "

Clássico. A mídia mainstream fixando ativistas de pronta base não usando o "discurso" carregado antes de descrever os meios de comunicação alternativos como uma "espécie de terrorismo ".

Parker, que também muitas vezes aparece como símbolo de "perito" conservadora sobre o Chris Matthews Show, em seguida, mais advertido do discurso do ódio que emana através do jornalismo na internet:

"Pessoas que não são bem fundamentadas e que podem ter estas tendências mais violentas, de repente encontrar um lugar onde possam reunir e encontrar validação e até mesmo encontrar companhia. E eu não sei quais são todas as ligações, mas ela são tipo, assustadoras. "Ela disse.

Mais tarde, no segmento, Parker acusou o Tea party de estar associado como um tipo de atitude fundamentalista e ser dominado como "principios sem fundamentos" - uma noção totalmente fora de sintonia com a realidade de acordo com pesquisas científicas nacionais do povo americano.

A coluna de Parker no domingo, intitulada "O que os americanos podem fazer para evitar novos 'McVeighs'" contém mais do que sentimento anti-governo é igual à armadilhas extremismas.

Ela aumenta o tom lírico de raiva sobre como esse clima atual da política "pode se transformar em ação para além das urnas", e parece ter esquecido que durante oito longos anos sob o governo Bush muito americanos chateados foram marchando em protesto contra os milhões de imigrantes ilegais, ocupações estrangeiras e erosão das liberdades nacionais. Nada mudou, é por isso que eles ainda estão lá fora.

É claro que como o resto dos dinossauros do stabilishement, Kathleen Parker é "espécie de "fita" pré-programada rebobinando por partes.

Bom, era de se esperar dessas "espécies de" porta-vozes das empresas de mídia.

Parker termina sua coluna com uma sugestão valiosa:

"Quando alguém vomita obscenidades, grite. Quando os políticos e especialistas usam linguagem inflamatória, condene-os. Quando você opta por ficar em silêncio, considerar-se cúmplices de qualquer coisa."

Obrigado pelo "conselho" Kathleen.

Fonte: Infowars - Washington Post Writer: Internet Journalism Is “Sort Of Like Terrorism”

2 comentários:

Aldo Luiz disse...

Avançam a agenda de cerco e captura à Internet semeando a máxima das manobras do esquema problema/reação/solução. Veja outra semente geradora de medo e terror contra a internet. http://br.noticias.yahoo.com/s/afp/tecnologia_internet_crime

Sou grato.

Anônimo disse...

O Brasil e o EUA eh uns dos paises que mais fazem pedidos de censura pra Google . Segundo a Google o Brasil lidera o ranking.

Roger