quinta-feira, 6 de março de 2014

Bebês Geneticamente Modificados já são uma Realidade

Tradução: Blog Wake Up!

A agência federal dos EUA, Food and Drug Administration (FDA), começa sua análise sobre procedimentos biológicos que, se bem sucedidos, irão permitir a criação de pessoas geneticamente modificadas, conforme relatado em um artigo publicado no The New York Times de autoria de Marcy Darnovsky, Diretora-Executiva do Centro de Genética e Sociedade.



"Este é um passo perigoso", alerta Darnovsky. Segundo ela, esses métodos "mudarão todas as células nos corpos de crianças nascidas como resultado de seu uso, e essas mudanças serão transmitidos às gerações futuras".

Estamos falando sobre os métodos que FDA chama de "Tecnologias de Manipulação Mitocondrial". Os materiais nucleares são extraídos a partir de um ovo ou embrião de uma mulher com doença mitocondrial hereditária e transplantados para um ovo ou doador de embrião saudável (os seus próprios materiais nucleares são removidos). Assim, os filhos irão levar os genes de três pessoas: mãe, pai e do doador.

Os desenvolvedores do método dizem que ele vai dar a oportunidade de mulheres doentes à dar luz a crianças saudáveis ​​com quem eles vão ser geneticamente relacionados . Alguns sugerem usá-los em casos de infertilidade associados com a idade. "Os objetivos são dignos, mas os métodos são particularmente problemáticos em termos de consequências para a sociedade e riscos para a saúde", diz o autora. E se as crianças ou as gerações seguintes irão manisfestarem complicações? E até onde vamos ir na tentativa de criar seres humanos geneticamente modificados?

Muitos cientistas e políticos falam que devem-se aplicar as ferramentas da engenharia genética humana com cuidado e ponderação e usá-las com o objetivo apenas para tratar doenças genéticas, mas não para manipular os traços hereditários de futuros filhos. "A modificação genética de esperma, óvulos e embriões em estágio inicial de desenvolvimento deve ser estritamente proibida. Caso contrário, há o risco de resvalar para experimentos em seres humanos e eugenia de alta tecnologia", escreve a autora.

No entanto, parece que a resistência a modificações genéticas hereditárias está diminuindo em muitos países. A idéia de manipulação mitocondrial é considerada não apenas pelos Estados Unidos , mas também por autoridades britânicas.

A autora observa que as mulheres com doenças mitocondriais têm formas menos perigosas de terem filhos (como adoção, fertilização in vitro usando óvulos doados).

"Se pudermos fazer alguma coisa, isso não significa que devemos fazê-la", conclui Marcy Darnovsky .

Fonte: Learning Mind - Genetically Modified Babies Are Already a Reality

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...