quarta-feira, 28 de julho de 2010

Possivel Ataque de Falsa-Bandeira? Japoneses dizem sobre um navio petroleiro perto de Ormuz, costa iraniana

Kurt Nimmo
Infowars.com
28 de julho de 2010

Tradução: Wake Up!


japtanker.jpg

O superpetroleiro japonês, M. Star. >

Bloomberg estava relatando esta manhã que um petroleiro de propriedade da empresa japonesa Mitsui OSK Lines Ltd., operadora da segunda maior frota mundial de petroleiros, pode ter sido atacado perto do Estreito de Ormuz, uma hidrovia importante estrategicamente entre o Golfo de Omã e do Golfo Pérsico que fazem fronteira com o Irã.

Houve uma explosão a bordo do M. Star as 05:30 da manha de Tóquio, com um membro da tripulação ligeiramente ferido um membro da tripulação, disse em um comunicado a Mitsui. O navio está a caminho de Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos, para avaliar os danos. Nenhum vazamento de óleo é relatado do navio.

A explosão no lado estibordo do navio danificou escotilhas e uma embarcação salva-vida, disse Corey Barker, porta-voz da Quinta Frota Americana, falando por telefone a partir da base da frota em Manama, Bahrein, disse Bloomberg. "A causa e a extensão do dano é desconhecida e será investigada", disse ele.

"Se ele realmente sofreu um ataque, haverá implicações para os navios que entram e saem do Estreito de Ormuz, que levaria a atrasos e aumento dos preços dos petroleiros", disse Ben Goggin, uma corretora de mercadorias derivados de SSY Futures Ltd., uma unidade de reparadores de navios, segunda maior do mundo.

Houve um recente levante de eventos entre os EUA e Irã no Estreito de Ormuz em dezembro de 2007 e janeiro de 2008. O Pentágono acusou o Irã de ameaçar a quinta frota americana, mas este foi posteriormente desmentido pela Marinha. Segundo a Press TV, um oficial naval literalmente, deu a ordem para "disparar sobre os navios iranianos".

O vice-almirante Kevin J. Cosgriff, comandante da quinta frota, disse que os navios americanos "receberam uma chamada de rádio que dizia que estava ameaçando seus limites no sentido de que eles estavam se aproximando de nossos navios e que os navios ... americanos iriam explodir. O Irã caracterizada a comunicação como uma transmissão de rádio padrão entre navios.

Em 08 de julho de 2008, Ali Shirazi, um assessor de nível médio da Suprema Corte Iraniana, Ayatollah Ali Khamenei, disse que "Os navio dos EUA no Golfo Pérsico serão os primeiros alvos do Irã e que serão queimados "caso ocorra um ataque ao Irã.

Em julho de 2008, ganhador do Prêmio Pulitzer, jornalista Seymour Hersh disse a uma audiência na conferência de jornalismo da Campus Progress que funcionários da administração Bush realizaram uma reunião no gabinete de Dick Cheney para discutir formas de provocar uma guerra com o Irã. "Havia uma dúzia de ideias sobre a forma como oferecida para desencadear uma guerra. O que me interessou mais foi porque não criamos - nós, no nosso estaleiro - construir quatro ou cinco barcos que se pareçam com barcos iranianos. Coloque um petroleiro com um monte de armas. E no "tempo certo" coloque-o proximo a nossos barcos no Estreito de Ormuz, e inicia um tiroteio ", disse Hersh. (classico problema-reação-soluçao nao ¬¬')

Fonte: Infowars - Possible False Flag? Japanese Say Oil Tanker Attacked Near Hormuz

2 comentários:

caetano da silva disse...

Enquanto muitos estão olhando e vigiando a guerra lá longe no oriente medio, outra guerra está sendo planejada aqui nas fronteiras do brasil, o palco ja está pronto. Agora só falta o motivo os eua ja cercaram a america do sul, a guerra aqui tbm é questão de tempo...

Célia Barcellos disse...

Oi Nathan,

Seu blog está na lista de blogs do
BLOG DE BLOGS http://bolgdeblogs.blogspot.com/
mas não aparece a última postagem. Vc sabe por que?

Abs,
Célia