quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Hugo Chávez acusa os EUA de usar Arma de Terremotos no Haiti

Créditos de: FimdosTempos.net

O anti-governo americano da Venezuela, em sua paranóia habitual contra o império dos EUA, diz que o terremoto no Haiti é “claramente o resultado de um teste da Marinha dos EUA” e sublinha que “um terremoto experimental dos EUA devastou o país do Caribe “.

Em um comunicado à imprensa emitido na cadena estatal de televisión Vive, o executivo que dirige a Hugo Chávez repetiu um “relatório preparado pela Frota do Norte russa, indicando que o terremoto no Haiti foi o resultado evidente de um teste U. S. Navy ( marinha dos Eua) através de uma de suas armas de terremotos “.
A Frota do Norte, o texto continua, “tem acompanhado os movimentos e atividades navais dos EUA no Caribe desde 2008, quando os norte-americanos anunciaram a intenção de restabelecer a IV Frota se desfez em 1950, à qual a Rússia respondeu em um ano depois outra liderada pelo cruzador nuclear Pedro, o Grande, a começar seus primeiros exercícios nesta região desde o fim da Guerra Fria. ”
Este relatório do caso também compara o teste da Marinha Americana de duas destas armas de terremotos na semana passada, quando o teste no Pacífico causou um terremoto de magnitude 6,5 na cidade de Eureka, Califórnia, sem vítimas, com a sua prova no Caribe, que causou a morte de pelo menos 140 mil inocentes.
Como indicado pelo texto acima russo, “é mais do que provável” que Washington “teve pleno conhecimento dos danos catastróficos que este teste poderia potencialmente causar um terremoto no Haiti e tinha colocado o seu comandante do Comando Sul, o general PK Keen, na ilha para supervisionar os esforços de ajuda, se necessário. “

Com que objetivo Washington faria esses testes ? Então, como Moscou e Caracas “, no resultado final dos testes destas armas são os Estados Unidos o plano de destruição do Irã através de uma série de tremores de terra destinada a derrubar o atual regime islâmico”.

Finalmente, o governo Chávez, denuncia que “o Departamento de Estado, a USAID e o Comando Sul dos EUA na invasão humanitária começaram a enviar pelo menos 10.000 soldados e empreiteiros para controlar, em vez de a ONU, o território do Haiti, na sequência do devastador terremoto experimental.”



5 comentários:

Diogo disse...

Bombas atómicas, HAARP, que podemos nós fazer contra tal poder destruidor?

Mário Nunes disse...

Queira conferir melhor o post Camp Haiti no Kafe Kultura, a realidade não é aquilo que parece ser...

http://kafekultura.blogspot.com

infinitoaldoluiz disse...

Caros amigos,este terremoto não é uma catástrofe natural, nem as chuvas e secas no Brasil o são. É o H.A.A.R.P., uma arma de guerra que propiciou todo este cenário para a ocupação militar. Haiti será o quartel general para "demolição" dos bolivarianos e exemplo para os demais senzalados da América Latina, seu quintal Monroe. Thomas Jefferson em 1804 advertiu que a liberdade dos Escravos no Haiti foi um mau exemplo. “Dizia que era necessário” confinar a peste naquela ilha.
A agenda da NOVA ORDEM MUNDIAL ESCRAVAGISTA ANGLO AMERICANA NAZI SIONISTA para implantação do 4º Reich segue acelerada e encoberta pela midiotização massiva de sua total propriedade.
Sou grato

Martinho Carlos Rost disse...

A notícia é falsa.

Veja "Otra mentira de la prensa derechista: Chávez se suma a la teoría conspiranoica del HAARP", em http://librexpresion.org/otra-mentira-de-la-prensa-derechista-chavez-se-suma-la-teoria-conspiranoica-del-haarp.

Aletos disse...

caro Martinho Carlos, Não creio que seja falsa.Basta ver que desde o Katrina as anomalias climáticas estão multiplicadas a Mil. Faça uma busca da quantidade de terremotos, furacões, chuvas torrenciais e secas antes de mais ou menos 2000 e depois.
Faça o seguinte preste atenção na quantidade de terremotos é quase 2 por mês. Mas eu não creio que é só os EUA que detém essa tecnologia, a Rússia e a China também.
Pesquise sobre o HAARP, ele existe é fato, e suas capacidades também. Agora me diz uma coisa eles tendo uma tecnologia capaz de controlar o clima numa guerra eles não usariam?!