sexta-feira, 31 de julho de 2009

Gripe H1N1 - Jornalista Wayne Madsen afirma que o virus foi feito em laboratório

NLE 2009 - Veja o que está ocorrendo nos EUA neste momento

O maior exercicio contra bio terrorismo(coincidência não...) já realizado nos Estados Unidos está acontecendo neste momento com a participação das forças armadas do Canadá, México, EUA e Inglaterra. Esse exercício começou na segunda-feira(dia 27) e acabará hoje dia 31.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Washington Post: Vacina contra a gripe suína conterá mercúrio

Toxina ligada ao autismo e transtornos neurológicos será incluída nas injeções.

Paul Joseph Watson
PrisonPlanet.com
Quinta-feira, 30 de julho de 2009

Tradução: Revelatti

O Washington Post confirmou hoje que a vacina contra "gripe suína", o que está definida para ser lançada a nível nacional que alguns temem que, em última instância, poderia tornar-se um programa de vacinação obrigatória , irá conter mercúrio, uma toxina ligada com autismo e transtornos neurológicos.

Reivindicações pelo CDC e pelo Instituto de Medicina, na sequência de um estudo que foi ignorado anteriormente foram verificadas provas que thimerosal, um conservante com base em mercúrio , não tem relação causal com o estrondoso aumento nos casos de autismo, foram rejeitadas no início por grande parte de médicos e cientistas desde então.

O Epidemiologista Tom Verstraeten e o Dr. Richard Johnston, um pediatra e imunologista da Universidade do Colorado, ambos concluíram que thimerosal foi o responsável pelo dramático aumento nos casos de autismo, mas os seus resultados foram indeferidos pelo CDC.

Casos de autismo os EUA aumentaram em 1500 desde 1991, que é quando vacinas para crianças dobrou, e o número de imunizações só aumentou. Apenas uma em 2.500 crianças foram diagnosticadas com autismo antes de 1991, enquanto que uma em cada 166 crianças agora têm a doença.

Um estudo revisto pelo Dr. Mark Geier que apareceu no Journal of American Médicos e Cirurgiões revelou a OIM(organização internacional de migrações) que a investigação era incorreta, porque foi em grande parte baseada em um estudo dinamarquês por Anders Peter Hviid, que não conta para o fato de as crianças americanas têm um peso muito maior do que crianças afetadas pelo mercúrio na Dinamarca.

"No alto níveis (de exposição ao thimerosal ), é inegável que há uma relação causal, e que tem ido a níveis elevados. Seus estudos, pois não são relevantes, não estou dizendo que eles estão errados, embora existam muitas críticas a ele. Trata-se não apenas em relação à situação dos EUA", disse Geier.

Geier após o estudo conclui que existe um aumento do neurodesenvolvimento de distúrbios na sequência da utilização de vacinas contendo thimerosal.

Dr. Rashid Buttar, que foi pioneiro de um novo tratamento para crianças autistas que remove o mercúrio de seus corpos, de acordo com o Instituto de Medicina que chegou a conclusão de que o mercúrio não causar autismo e demonstra a "completa ausência de qualquer desejo de descobrir a verdade científica supostamente mais altos níveis médicos das universidades."

"Quando 31 crianças se recuperaram de uma doença devastadora por um simples tratamento transdêrmico que desintoxica metais e, em seguida, o senso comum dita que talvez metais estão envolvidos", afirma o Dr. Bob Nash o presidente da Câmara Americana de Toxicologia Clínica Metal (ABCMT) no que diz respeito do tratamento do Dr. Buttar.

"Em 1977, um estudo na Rússia revelou que adultos expostos a etil mercúrio, o formulário de mercúrio em thimerosal, sofreram danos cerebrais anos mais tarde. Estudos sobre envenenamento com thimerosal também descreveu necrose tubular e lesão do sistema nervoso, incluindo morte encefálica, coma e morte. Como resultado dessas constatações, a Rússia proibiu thimerosal de vacinas infantis em 1980. Dinamarca, Áustria, Japão, Grã-Bretanha e todos os países escandinavos têm igualmente proibido o conservante ", escreve Dawn Prate.

O mercúrio é classificado pelo Ministério da Defesa(EUA) como um material perigoso que poderia causar a morte se for ingerido, inalado ou absorvido através da pele e a agência de proteção ambiental está tentando agora limitar as emissões de mercúrio das fábricas, porque a toxina "pode causar danos ao cérebro e ao sistema nervoso e é especialmente perigosa para fetos e crianças pequenas ", mas de acordo com o CDC é perfeitamente seguro para injetar no corpo de seu filho.

Apesar das preocupações sobre thimerosal e mercúrio, que levaram o conservante ser reduzidos ou eliminados a partir de uma grande porção de vacinas nos últimos cinco anos, thimerosal será um ingrediente da vacina contra gripe suína, que é definida para chegar em setembro os EUA.

"Algumas das vacinas serão armazenadas em frascos multidoses contendo thimerosal, um aditivo que contém mercúrio antibacterianos", relata o Washington Post hoje, em um artigo sobre quais os grupos irão receber a vacina contra gripe suína primeiro.

"Haverá também em dose única seringas sem thimerosal, alguns afirmam que a substância é prejudicial para as crianças", acrescenta o artigo, sem mencionar a vacina as pessoas que irão receber uma escolha ou não tomar ou até mesmo ser informado se ele contém mercúrio.

Cerca de 12.000 crianças dos EUA. serão utilizadas como cobaias para os experimentos da vacina da gripe suína também conhecida para conter o perigoso ingrediente esqualeno, que tem sido diretamente relacionado com os casos de síndrome de Guerra do Golfo e de uma série de outras doenças debilitantes.

Esqualeno -"contribuíram para a cascata de reações chamada" síndrome da Guerra do Golfo. (IG desenvolvidos) artrite, fibromialgia, linfadenopatia, erupções cutâneas fotossensíveis, erupções malar, fadiga crônica, cefaléia crônica, anormais corpo perda de cabelo, não cicatrização de lesões cutâneas, aphthous ulcers, tonturas, fraqueza, perda de memória, convulsões, alterações humor, problemas neuropsiquiátricos, efeitos anti-tireóide, anemia, aumento de VHS (VHS), lúpus eritematoso sistêmico, esclerose múltipla, ALS, fenômeno de Raynaud, síndrome de Sjorgren, diarréia crônica, suores noturnos e febre baixa ", de acordo com o micropalentologista Dr. Viera Scheibner.

As companhias farmacêuticas podem ter certeza que eles não irão enfrentar represálias para os muitos milhares de mortos e feridos que inevitavelmente ocorrerão como resultado da exposição ao mercúrio e esqualeno e os milhões durante uma programa de vacinação em massa, porque o governo já tomou medidas para fornecer-lhes imunidade por suas ações.

"Vacina contra políticos e funcionários federais serão imunes às ações que resultam de qualquer nova vacina contra gripe suína, de acordo com um documento assinado pelo secretária de Saúde e Serviços Humanos Kathleen Sebelius," relatou a Associated Press, no início deste mês.

->Nota: no Brasil e em outros países considerados de "3° mundo", o mercúrio é utilizado em larga escala, alcançando quase que a totalidade de vacinas que são aplicadas na população, sem falar em diversos outros componentes nocivos. Por isso volto a repetir: busquem e espalhem a informação para o máximo de pessoas que conseguirem, pois só com uma população consciente e informada nós conseguiremos detê-los.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Documentário: Nostradamus 2012

Documentário: 2012 - Ciencia ou Superstição?

















Militares vão trabalhar com a FEMA durante a pandemia H1N1

Paul Joseph Watson
PrisonPlanet.com
Quarta-feira, 29 de julho de 2009

Tradução: Revelatti

Segundo um relatório da CNN, os militares irão ajudar as autoridades civis em caso de um surto de gripe suína significativo os EUA que está em queda, aumentando receios de que a pandemia, que já tirou relativamente poucas vidas até agora, será utilizada como uma desculpa para implementar lei marcial e um programa de vacinação obrigatória .

"O plano de chamadas para a missão das forças militares para trabalhar em conjunto com a Federal Emergency Management Agency(FEMA). Não há decisão final sobre a forma como o esforço militar seria feito, mas uma fonte disse que provavelmente incluem pessoal de todos os ramos do poder militar ", afirma o relatório.

A proposta, que foi elaborada pelo Comando do Norte E.U. Gen. Victor Renuart, está aguardando a aprovação final do secretário da Defesa Robert Gates. O primeiro passo seria a assinar uma "ordem de execução " que autorize os militares para começar a planificação pormenorizada sobre a forma de implementar a proposta, antes de ordens reais para implantar o pessoal militar são dadas.

A quantidade de tropas necessárias ou se eles iriam vir a partir do dever ativo ou a Guarda Nacional e Reserva ainda não foi determinada.Northcom tem estado a preparar para uma pandemia de gripe em massa e, na verdade, general Victor Renuart falou da ameaça de uma pandemia gripal emergente fora do México poucas semanas antes de acontecer.

Depondo no passado mês de março, Renuart disse que Northcom iria fornecer "assistência em apoio das autoridades civis" durante uma epidemia, acrescentando "quando solicitado e aprovado pelo Secretário de Defesa ou dirigidos pelo presidente, as forças militares federais contribuirão para apoio federal." No entanto , Renuart, em seguida, acrescentou, "USNorthCom não espera chamada para a ação."

"Porque o México é nosso vizinho e catástrofes não respeitam as fronteiras nacionais, que estão focados no desenvolvimento e melhoria dos procedimentos para responder a eventos potencialmente catastróficos , tais como pandemia de gripe em foco, a exposição a produtos químicos perigosos massa e materiais, e as catástrofes naturais", ele testemunhou.

Northcom só muito recentemente foi atribuída a sua própria luta contra a unidade - a 3. Infantaria do Exército da Divisão 1. Brigade Combat Team, que tinha combatido no Iraque, cinco anos antes disso. Como já relatado anteriormente, as Forças Armadas e a midia e propaganda tem feito uma campanha destinada a convencer o povo americano que a implantação da 3 ª Divisão de Infantaria dos Estados Unidos, em violação do Posse Comitatus Act é uma coisa boa, com imagens de soldados do brigada ajudando em "humanitária" missões de salvamento, como sucata automóvel. Isso tudo é projetado para aceitar a condição para os americanos com tropas nas ruas e rodovias, como parte da vida cotidiana.

A atribuição da 1 ª Brigada Combat Team para Northcom alarmado a American Civil Liberties Union (ACLU). "Este é um afastamento radical separação da aplicação da lei civil e militar autoridade e poder, muito possivelmente, representam uma violação da lei", disse Mike alemão, ACLU política nacional de segurança advogado.

A notícia de que tropas estão a ser preparados para trabalhar com a FEMA, no caso de uma pandemia gripal suína aumentará receios de que o governo se prepara para executar um programa obrigatório a vacinação - em gunpoint, se necessário.

Estado de saúde autoridades já confirmaram que, se o governo venha a anunciar um programa vacinação obrigatória, então não haveria qualquer isenção eo programa poderá ser realizado com o uso da força, se necessário.

Conforme relatado por ECN Notícias anteriores deste mês, um projeto de saúde, reforma aprovado pelo Senado Saúde, Educação, Trabalho e Pensões comité chamado The Affordable Saúde Choices Lei, irá financiar a criação do estado "intervenção" aonde equipes irao realizar visitas domiciliares a fim de verificar que tanto as crianças como os adultos têm sido vacinados e também fornecer "prestação de imunizações".

Não pode haver dúvida de que muitos americanos irão apelar a sua segunda alteração direitos e recorrer a usar a força para proteger a si e seus filhos se o governo tenta impor à força um programa de vacinação em massa. Esta é a razão pela qual a assistência de pessoal militar pode ser necessário submeter potencial resistências em caso de obrigatoriedade de quarentenas e vacinações.

A última vez que a guarda nacional militar trabalhou com a FEMA e local de aplicação da lei em larga escala nos Estados Unidos foi durante o furacão Katrina, quando auxiliado no confisco de armas de propriedade privada dos cidadãos, mesmo aqueles que viviam no alto e zonas secas e não seriam afetados pelo furacão.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

OMS avança em segredo para levar a cabo o seu projeto de vacinação obrigatória e o seu programa de redução da população mundial

Tradução e fonte: ProvaFinal2012
Original de: Global research

Jane Bürgermeister, 21 de Julho de 2009

A OMS recusou liberar a ata de uma reunião importante de um grupo consultivo repleta de líderes da Baxter, Novartis e Sanofi, que recomendaram a vacinação obrigatória para este Outono, nos Estados Unidos, Europa, e outros países, contra o vírus artificial H1N1 da "gripe suína".

Num e-mail, esta manhã, um porta-voz da OMS afirmou que não houve ata da reunião realizada no dia 7 de Julho, em que as diretivas sobre a necessidade de vacinar o mundo inteiro, aprovadas pela OMS, na segunda-feira, foram feitas, e com a participação de líderes da Baxter e outras companhias farmacêuticas.

De acordo com o Regulamento Sanitário Internacional, em caso de emergência pandêmica do gênero da prevista para este outono, na segunda vaga mais mortífera do vírus H1N1, que foi geneticamente construído para se assemelhar ao vírus da gripe espanhola, a OMS tem vinculativo para todos os 194 países filiados à OMS.

Em poucas palavras: A OMS tem autoridade, para obrigar toda as pessoas nos 194 países a serem vacinados à força, para impor quarentenas e restringir viagens.

Existe uma prova verificável, clara e inequívoca, que mostra que a OMS forneceu o vírus da gripe das aves vivo à filial da Baxter na Áustria. Este vírus foi utilizado pela Baxter para produzir 72 quilos de material vacinal em Fevereiro.

Baxter, enviou de seguida, o material a 16 laboratórios em quatro países sob um rótulo falso, designando os produtos contaminados como material vacinal, quase desencadeando deste modo uma pandemia global.

Desde que Baxter deve respeitar estritamente as normas de biossegurança de nível 3 ao manusear um vírus perigoso como o vírus da gripe das aves, a produção e difusão desta pandemia não pode ser acidental, mas sim feita pela Baxter com intenção criminosa.

A policia austríaca investiga neste momento, após eu ter apresentado acusações criminais em abril.

É cada vez mais claro que a OMS e a Baxter são apenas elementos de uma organização criminosa muito maior, que progride de forma coordenada e sincronizada para realizar nos próximos meses e anos, uma agenda de redução da população mundial, enquanto se cria um governo mundial, do qual a OMS será membro.

A OMS, uma agência das Nações Unidas, parece desempenhar um papel fundamental na coordenação das atividades dos laboratórios, empresas farmacêuticas e os governos na consecução do objetivo de redução da população e controle político e econômico da América do Norte e Europa:

- Em primeiro lugar, a OMS dá financiamento, apoio e garantia aos laboratórios, como o CDC (centro de controle e "prevenção" de doenças, EUA) para procurar agentes patogênicos, modificá-los geneticamente para torná-los mais mortal, e também dar a patente.

- Em segundo lugar, a OMS está a fornecer esses patógenos mortais, elaborados geneticamente, a empresas como a Baxter na Áustria, de modo que Baxter possa usar esses vírus para deliberadamente contaminar com método o material vacinal. Se a contaminação dos 72 quilos não fosse detectada a tempo por um laboratório na República Checa, milhões de pessoas teriam apanhado a "gripe das aves", com a injeção.

- Em terceiro lugar, na eventualidade de uma pandemia, a OMS ordena uma vacinação obrigatória em todos os 194 países, de acordo com as "recomendações" de um grupo consultivo no qual também se encontram os quadros Baxter.

- Em quarto lugar, a OMS dá a Baxter, Novartis, Sanofi e outras empresas, lucrativos contratos para a prestação destes vacinas.

Além disso, a OMS adequir uma nova autoridade mundial, em caso de pandemia, numa escala sem precedentes.

Documentário: Super Size Me - A dieta do palhaço

Créditos: Igor Ribeiro Diniz 


Excelente documentário do americano Morgan Spurlock onde ele serve de cobaia para mostrar o que acontece ao se alimentar três vezes por dia, pelo período de um mês, apenas em lanchonetes da rede McDonald's mostrando os danos físicos e mentais que uma alimentação dessas pode fazer.

Link: >> http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=XiaET24DwaU

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Buraco no campo magnético da Terra permite a formação de tempestade geomagnética e auroras boreais são vistas

Créditos para: Blog porque 2012

Aqui está algo que você provavelmente não ficou sabendo. Enquanto todos assistiam o eclipse solar a
magnetosfera do Planeta Terra estava "pegando fogo". Veja simulação.

Ninguém conseguiu prever isso. Tudo começou quando um vento solar, aparentemente de baixa intensidade, atingiu o campo magnético da Terra. Nada deveria acontecer, mas um buraco no campo magnético permitiu que fosse gerada uma tempestade geomagnética e então as auroras boreais surgiram para a surpresa de muitos.

O espetáculo, que durou cerca de 5 horas, pode ser observado perfeitamente em algumas partes do Canadá e EUA. Alguns disseram que as auroras estavam tão brilhantes que não conseguiram dormir naquela noite. Veja fotos.

O centro Nacional de Atmosfera e Oceano (NOAA), em seu boletim diário de 22-julho sobre alertas de tempestades geomagnéticas, emitiu 3 avisos.

Ok, mas o que isso quer dizer? Abaixo você vai entender um pouco sobre as auroras, tempestades geomagnéticas e suas consequências. Veja como algo que você provavelmente nem imaginava que existia pode afetar a sua vida e de todos a sua volta.

Tempestades geomagnéticas
As tempestades geomagnéticas acontecem quando um grande fluxo de radiação emitida pelo Sol atinge o campo magnético e a atmosfera da Terra. O distúrbio ocorre quando há ejeções maciças de massa da coroa solar. Quando fortes rajadas de vento solar atingem a Terra, as ondas de radiação se chocam com a magnetosfera, alterando a intensidade e a direção do campo magnético terrestre. Em casos extremos pode causar quedas de energia elétrica, interferência no funcionamento dos satélites de comunicações e de instrumentos de navegação, com efeitos imprevisíveis sobre o clima. As auroras boreais e austrais são espetáculos luminosos que ocorrem com as tempestades geomagnéticas.

Auroras
Quando as partículas eletricamente carregadas, que são expelidas pelo Sol durante uma erupção solar, chegam à Terra, a maior parte é desviada, mas quando parte consegue penetrar através da magnetosfera, chocam-se com os átomos de oxigênio e nitrogênio da atmosfera produzindo uma radiação no comprimento da onda da luz visível. Essa radiação é atraída pelo campo magnético do planeta para as regiões mais frágeis que são os pólos. Então, luzes coloridas surgem no céu causando um belo espetáculo chamado Aurora.

Durante diversas horas as auroras podem ser vistas em vários países localizados em alta latitude como Suécia, Finlândia, Noruega, Escócia e nas regiões norte dos Estados Unidos e Canadá. Quanto maior a atividade solar, mais intensa são as auroras. Quando aparecem próximas ao pólo norte são chamadas de Auroras Boreais e quando aparecem próximas ao pólo sul são chamadas de Auroras Austrais.

Conseqüências
A radiação solar pode chegar à Terra em uma ou duas horas após uma grande erupção solar, em seguida as "nuvens de partículas" de alta energia atingem o planeta durante alguns dias. Alguns dias depois são as partículas de média e baixa energia que conseguem penetrar em maior número a magnetosfera, provocando uma tempestade geomagnética. Nestas ocasiões as radiações atingem a baixa atmosfera, criando cargas elétricas isoladas que são descarregadas, causando interferências eletromagnéticas.

Tempestades geomagnéticas podem causar vários problemas:

Elétricas

As intensidades das tempestades geomagnéticas, desde fracas até muito fortes, podem causar diferentes danos elétricos, principalmente nas latitudes altas, onde se concentram seus efeitos. O fluxo magnético vindo do Sol pode provocar fortes ondas de descarga elétrica nos cabos de transmissão de força, causando: curtos-circuitos, queima de equipamentos, panes em sistemas elétricos e redes de distribuição de energia, prejudicando circuitos integrados, computadores de bordo (ESPECULA-SE QUE ISSO POSSA DERRUBAR AVIÕES), satélites, foguetes etc. Em caso extremo podem causar blecautes nos sistemas de transmissão e nos transformadores de energia elétrica das cidades, com muitos prejuízos para indústrias, residências, hospitais e empresas. Em 1989 uma tempestade impediu o funcionamento de usinas nucleares nos EUA, isso pode deixar grandes regiões sem energia elétrica por semanas. Também pode haver indução de tensão ao longo de condutores ao nível de aterramento, afetando linhas de dutos de gás e petróleo.

Telecomunicações

Satélites

A radiação de uma tempestade geomagnética afeta os equipamentos eletrônicos dos satélites, prejudicando as comunicações. Os sistemas, cada vez mais, miniaturizados se tornam mais vulneráveis e microchips danificados podem mudar comandos de softwares nos computadores de bordo. Em uma tempestade geomagnética as camadas superiores da atmosfera se aquecem e se expandem, e podem mudar a altura, retardar ou modificar a órbita dos satélites que podem ser danificados ou perdidos com o decaimento de suas órbitas. Esse foi um dos motivos da queda do laboratório de estudos norte-americano Skylab, em 1979. Os satélites que passam pela América do Sul estão mais suscetíveis a problemas pela anomalia magnética do Atlântico Sul, que permite que as partículas energéticas emitidas entrem com mais facilidade na região. Os sistemas de comunicação como TV a cabo e aparelhos celulares, que operaram por sinais de satélites, pode sofrer interferências. Nas tempestades geomagnéticas a ionosfera se altera, devido as correntes e as partículas de energia, afetando negativamente as comunicações e rádio navegação. Algumas interferências pelas ondas geradas agem como ruído nas freqüências e pode ser observada na tela da TV ou nas transmissões de rádio, isso degrada os sinais utilizados pelo GPS e outros sistemas de navegação, que perdem o sinal e tem sua precisão comprometida.

As linhas de telégrafo também já foram afetadas por tempestades geomagnéticas no passado.

Rádio

Na camada chamada ionosfera, que está entre 50 e 500 km de altitude, o gás rarefeito da atmosfera terrestre é ionizado pela luz do Sol. Graças à ionosfera as ondas de rádio são refletidas, principalmente as chamadas “ondas curtas”, e podem circular ao redor da Terra, mesmo sem a ajuda de satélites.

A propagação das ondas de rádio na ionosfera é afetada por um grande numero de fatores físicos: raios cósmicos, partículas atômicas, radiação solar e outros. Durante períodos de grande atividade solar, a intensidade dos raios X que ionizam a atmosfera pode aumentar rapidamente, ionizando uma quantidade anormal de átomos e criando uma barreira aonde os sinais de rádio vindo de fora não entram e sinais originados na Terra não saem. Em períodos de máxima atividade solar, várias interrupções nas transmissões das ondas curtas, que podem ir de vários minutos a mais de uma hora, são observadas. Nesses períodos os radioastrônomos ficam também impossibilitados de receber sinais de rádio do espaço exterior, principalmente durante o dia, quando a ionosfera fica ainda mais densa.

Perigos da radiação
Partículas de alta energia liberadas pelas erupções solares podem ser tão prejudiciais aos seres humanos quanto a radiação das explosões nucleares. A atmosfera e a magnetosfera da Terra em geral permitem a proteção adequada dentro de seus limites, mas os astronautas no espaço estão sujeitos a doses potencialmente letais de radiação. A penetração de partículas de alta energia em seres vivos pode causar danos aos cromossomos, o câncer, e muitos outros problemas de saúde e doses grandes podem ser fatais imediatamente. Os prótons solares com energias superiores a 30 Megaeletronvolts (MeV) são particularmente perigosos. Em outubro 1989, o Sol emitiu partículas suficientes para matar um astronauta desprevenido sobre a superfície da Lua. Os astronautas na Estação Espacial Mir foram expostos a doses diárias de aproximadamente duas vezes a dose que receberiam em um ano em terra, apesar do campo magnético terrestre se estender a uma distancia suficiente para protegê-los. Durante a tempestade solar no fim de 1989 absorveram a dose de radiação anual em apenas algumas horas. A ISS possui um compartimento especial, dotado de grossas paredes, onde os astronautas ficam confinados sempre que se observa alguma atividade mais forte no Sol.

Os raios cósmicos e, principalmente, a radiação do Sol, podem causar sérias doenças aos astronautas, podendo levá-los à morte, por isso a previsão do tempo espacial é critico para prever com antecedência segura as ondas de radiação que ameacem os astronautas e os equipamentos das espaçonaves. Para que astronautas viagem à Lua ou Marte, em segurança, será necessário que a espaçonave possua um compartimento totalmente blindado para que possam se proteger das radiações intensas.

As partículas mais perigosas são os íons - átomos que perderam um ou mais de seus elétrons. Íons de alta energia podem danificar os tecidos e quebrar as cadeias de DNA, causando problemas de saúde que vão dos enjôos até a catarata e o câncer.

Cientistas descobriram, através do observatório Soho, que nuvem de íons, grande causadora de danos à satélites e seres humanos, é emitida pelo Sol junto com uma nuvem de elétrons. Felizmente a nuvem de elétrons viaja com mais velocidade no espaço do que a nuvem de íons, chegando primeiro na Terra. Com a detecção antecipada dos elétrons é possível prever a carga de íons que virá. A descoberta foi feita através de um equipamento a bordo do Soho, chamado COSTEP (Comprehensive Suprathermal and Energetic Particle Analyzer), que é capaz de contar as partículas que vêem do Sol e medir sua energia.

Até passageiros de aviões sofrem algum risco. Os eventos solares também podem produzir radiações elevadas a bordo de aviões voando em grandes altitudes. Embora estes riscos sejam pequenos, eles podem receber uma dose de radiação equivalente aos raios-x médico.

A monitoração dos eventos solares permite que a exposição ocasional seja monitorada e avaliada, e eventualmente que a trajetória e a altitude dos vôos sejam ajustadas, a fim de baixar as doses absorvidas pelos passageiros.

Existem evidências de que mudanças no campo geomagnético afetem sistemas biológicos. Estudos indicam que o sistema biológico humano pode ser suscetível às flutuações no campo geomagnético. Outro efeito observado foi a dificuldade de orientação dos pombos correio durante tempestades geomagnéticas. Os pombos e outros animais migratórios, tais como golfinhos e baleias, possuem bússolas biológicas internas compostas de magnetita.

A importância da monitoração
Existem vários equipamentos para medir as variações do campo geomagnético, instalados tanto na Terra como no espaço. A monitoração e as transmissões de alertas geofísicos são muito importantes para que providências possam ser tomadas com antecedência contra os efeitos nocivos das tempestades geomagnéticas. Um aviso antecipado de uma iminente tempestade geomagnética permite que as distribuidoras de energia elétrica, por exemplo, evitem danos em suas redes e que satélites, naves espaciais e astronautas possam ser protegidos. Magnetômetros são práticos e versáteis instrumentos de medidas de campos magnéticos. Estes aparelhos são aptos em medir campos magnéticos de intensidade mínima e monitorar suas variações.

Sensores na Terra e no espaço observam continuamente porções especificas do espectro de energia do Sol para monitorar os seus níveis e indicações de eventos significativos. Uma importante ferramenta de monitoração é o satélite Soho, que atua na posição intermediária entre a Terra e o Sol e detecta as explosões na superfície solar, avisando com antecedência a chegada de tempestades radioativas à Terra.

Monitorando
O campo magnético do Sol é tão grande que seus efeitos ultrapassam o sistema solar e por essa razão é denominado Campo Magnético Interplanetário ou, em inglês, IMF que é a abreviatura de Interplanetary Magnetic Field.

O IMF é uma grandeza vetorial com componentes tridimensinoais, Bx, By e Bz, onde Bx e By são paralelos ao plano da elíptica e Bz é perpendicular. A componente Bz é criada por ondas ou outros disturbios no vento solar.

Em termos práticos, e que nos afetam diretamente, se Bz > 0 praticamente não altera o comportamento da magnetosfera, porém se Bz < href="http://www.swpc.noaa.gov/ace/MAG_SWEPAM_2h.html" target="_blank">http://www.swpc.noaa.gov/ace/MAG_SWEPAM_2h.html

Também é interessante acompanhar a simulação em tempo real da pressão que a magnetosfera está sofrendo. Veja neste site http://www2.nict.go.jp/y/y223/simulation/realtime/

E os alertas que o NOAA emite diariamente http://www.swpc.noaa.gov/alerts/alerts_timeline.html

referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Magnetosfera
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tempestade_geomagn%C3%A9tica
http://science.nasa.gov/headlines/y2003/03dec_magneticcracks.htm
http://www.py2yp.ws/manchas.php
http://spaceweather.com/
http://www.swpc.noaa.gov/index.html

Dr. Jonh Carlo fala sobre o H1N1

terça-feira, 21 de julho de 2009

Codex Alimentarius - Nutricídio

Palestra da Dra. psiquiatra Rima Laibow, na Associação Nacional de Profissionais de Nutrição (NANP) em 2005, sobre os acordos comerciais da OMC e suas regulamentações a cerca da produção e comercialização dos alimentos, que incluem as seguintes exigências: inocuação dos alimentos por radiação, proibição de nutrientes considerados "tóxicos" e liberação do uso de agrotóxicos que já foram proibidos por causarem graves danos ao homem e o meio ambiente.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

A Prata Coloidal e o Meio Ambiente

Ao contrário de qualquer outro produto fabricado pelo homem que combate as bactérias, a Prata (Ag) é um elemento mineral encontrado rotineiramente na natureza. Portanto, a volta de alguns átomos de prata, presentes na solução aquosa de prata coloidal, para a natureza não irá perturbar em nada o meio ambiente.

O mesmo não se pode afirmar com relação a praticamente todos os produtos fabricados pelo homem. Os produtos anti-vida dos antibióticos que usamos, por exemplo, vão parar nos esgotos – via urina – e acabam chegando aos mananciais de água (subterrâneos ou das represas de abastecimento público) que nós iremos usar novamente, para beber, cozinhar nossos alimentos ou nos banhar. Afinal, as mesmas moléculas de água que nós usamos hoje em dia, também foram usadas pelos dinossauros, há milhões de anos atrás, não é mesmo? O problema são as inúmeras substâncias venenosas, que nós fabricamos, e que “grudam” nas moléculas de água (na realidade, são transportadas pela água) que nós utilizamos. Outro exemplo, são as substâncias anti-vida das pílulas anti-concepcionais utilizadas por grande parte das mulheres atuais, que acabam indo para o esgoto, via urina, e que acabamos inserindo em nossos corpos novamente (via bebida, alimentos cozidos e banhos), pela utilização da água municipal distribuída ao público. Isso ocorre porque o sistema público de tratamento de água não tem condições que testar as milhões de substâncias perigosas que vão parar nos rios que abastecem as represas que fornecem água à população, além de – nesses mesmos tratamentos públicos – várias substâncias venenosas são introduzidas propositalmente na nossa água, como o cloro, o flúor e o alumínio, com as mais nobres intenções [respectivamente, "matar microorganismos patogênicos", "proteger nossos dentes" e "tornar a água menos salobra, menos dura"].

A “Prata Coloidal Iônica” não é tóxica em qualquer nível e é saudável para qualquer ser vivente. Ela atua no ambiente e substitui traços de outros minerais que estão ausentes no solo. Plantas e árvores ficam mais saudáveis e crescem mais depressa quando borrifadas com ela. As sementes produzem mais e ficam mais saudáveis. Se a prata coloidal for utilizada em animais, através da água que eles bebem, eles ficam livres de doenças e crescem mais. Os peixes que receberam prata coloidal se recuperaram de doenças e ficaram mais ativos. As nossas feridas e nossas queimaduras saram em tempo muito mais reduzido, sem infecções, nem cicatrizes. Nunca foi possível observar qualquer nível tóxico.

Por sua vez, os antibióticos matam certas bactérias, às vezes um amplo espectro bacterial e, geralmente, algumas ou todas as bactérias benéficas ao nosso organismo, mas permanecem sem efeito sobre mofos, fungos e leveduras. Ao contrário, a prata mata 94% das bactérias patogênicas, mofos, leveduras e vírus (lembrar que Aids está associada a um vírus).

Atualmente, gastam-se bilhões de dólares em milhares de produtos para matar todo tipo de bactérias e alguns vírus e fungos, usando desde sabonetes até antibióticos. Isto cria um problema agudo, porque as bactérias adaptam-se ao ambiente que o homem cria para elas, com medonhas consequências. Diariamente, essas mutações são combatidas por milhares de médicos que gastam bilhões de dólares e perdem enorme número de vidas.

As companhias farmacêuticas respondem, produzindo novos tipos de antibióticos; as bactérias nunca desenvolveram resistência à Prata, durante milhares de anos.

Sabonetes antibacterianos e detergentes geram um enorme risco para o meio ambiente. A aliança para o uso prudente de antibióticos declara: “O uso exagerado do Triclosan nos sabonetes antibacterianos pode promover a resistência ao Triclosan. Esses sabonetes difundem-se em nossos ambientes e em nossa água, afetando negativamente todo o ecossistema e impedindo o tratamento correto do esgoto“.

Os produtos antibacterianos são poderosos agentes químicos e possuem perigosos efeitos colaterais e as bactérias que conseguem resistir a eles formam mutações que não são mais afetadas por esses produtos. Eles são fortemente poluidores de nossas águas subterrâneas e nossas águas potáveis. E matam formas de vida essenciais para nosso ambiente.

Nosso organismo é completamente dependente de bactérias “boas” para a vida. Os antibióticos as matam indiscriminadamente, o que gera sérios problemas de saúde. Às vezes, repentinamente, nós desenvolvemos alergias muito fortes aos antibióticos, o que torna perigoso adicionar mais antibióticos em sabonetes que já os possuem.

E tem mais - Os antibióticos, no solo, contaminam nossas fontes subterrâneas e matam todas as bactérias benéficas à produção de alimentos orgânicos.

São muitas as razões para que você, querido leitor, comece a utilizar a prata coloidal para si e para seus entes queridos. Poderá desta forma substituir e, muitas vezes, eliminar a necessidade de usar antibióticos. Agora você tem a informação! Use-a com sabedoria!

Referências: [1] Salvatore de Salvo e Mara Teresa de Salvo, Novos Segredos da Boa Saúde, Editado pela Biblioteca 24×7 [ www.biblioteca24x7.com.br ], São Paulo-SP, novembro 2008. [2] Robert O. Becker e Gary Selden, The Body Electric: Electromagnetism and the Foundation of Life, Quill-William Morrow, New York, 1985.

Referências Bibliográficas

KEHOE, R.A. et al .:J Nutrients, 19 : 579, 1940.
KENT ,J.T .: Lectures on Homeopatic Materia Medica, Join Publishing Co., New Dehli , India , reprint, 1982.
MICHAELIS L.: The Effects of Ions in Colloidal Systems, Williams & Williams Co., Baltimore, M.D., 1925.
OSTWALD W.: Practical Colloid Chemistry, Metuen & Co. Ltd., London , UK , 1926.
SIMONETTI N. et al.:Eletrochemical Ag + for Preservation Use Applied and Environmental Microbiology , American Society for Microbiology, Washington , 1992, Vol. 58, nº 12 , pp. 3834-3836.

Fonte: Arauto do Futuro

A Prata Coloidal e as Células-Tronco

Um trabalho bem recente mostra que qualquer ser vivente é capaz de produzir suas próprias células-tronco para usá-las onde forem necessárias em seu organismo, desde que haja presença de íons de Prata (Ag) no seu corpo.

Trata-se de uma técnica absolutamente nova e surpreendente, que poderá beneficiar milhões de pessoas no tratamento de suas próprias doenças, sem ter de enfrentar os astronômicos custos que a técnica atual, baseada em embriões, impõe.

Nos últimos tempos, os recentes estudos do vasto campo da Medicina, têm dado uma ênfase especial às chamadas células-tronco. Mas, antes de apresentar os surpreendentes e maravilhosos resultados obtidos por esses estudos, tratemos de entender alguns termos utilizados pelos médicos e pesquisadores a respeito dessas células. O que se entende por células-tronco? Sabemos que, normalmente, uma célula só pode reproduzir o tipo de célula a que pertence. Por exemplo, uma célula do fígado só poderá reproduzir uma célula do fígado, uma do coração só poderá produzir outra célula do coração, e assim por diante. É como se a célula de um determinado órgão tivesse uma assinatura própria que a obriga a reproduzir outra com a mesma assinatura.

Uma célula-tronco é um tipo de célula que não possui assinatura e pode produzir qualquer tipo de célula, da pele, do osso, do coração, do pâncreas e assim sucessivamente. Ela pode transformar-se em qualquer célula.

Mas, vamos entender melhor e, para isso, é necessário que saibamos quais as diferenças entre células-tronco, células indiferenciadas e células dediferenciadas. As células-tronco não se convertem facilmente em qualquer célula e, geralmente, são provenientes de um embrião, um feto ou um cordão umbilical. As células indiferenciadas vem da medula dos ossos, preferencialmente do fêmur. As células dediferenciadas são células que foram diferenciadas, como as células vermelhas do sangue, células da pele, células dos músculos, mas que se transformaram em células indiferenciadas. Agora, elas podem se transformar em qualquer tipo de célula que seja necessária.

O que distingue esses três tipos de células é a sua história. Todas são como células-tronco e possuem o DNA (ADN) das pessoas que as produz (doador). Algumas pessoas têm produzido embriões com a única finalidade de utilizar as células-tronco para ajudar alguém doente. Mas embriões também são produzidos por laboratórios, com a mesma finalidade, e isso tem se transformado em fonte de acalorados debates éticos.

Porém, para que as células-tronco possam ser utilizadas, seu DNA (do doador) e o do ser humano que vai usá-las (o receptor) devem ser tão próximos quanto possível. Mas, o sistema imunológico (do receptor) tende a rejeitar as células-tronco, porque estam possuem um DNA diferente do DNA do organismo do receptor. Por isso, normalmente, o sistema imunológico do receptor deve ser suprimido indefinidamente (para que não ocorra a rejeição usual). Este é um dos grandes problemas que as células-tronco devem enfrentar. No entanto, o sonho de qualquer pessoa é conseguir ter um forte sistema imunológico.

Surge, então, o dilema. Para poder utilizar o extraordinário poder de cura das células-tronco, deveremos barganhar nosso sistema imunológico, ficando na dependência de tratamentos indefinidos através de remédios (para não ter rejeição) para substituí-lo?

Sem as células-tronco, o organismo só pode se curar utilizando as células já presente do mesmo tipo de tecido. Se parte desse tecido for retirada, o tecido curador só pode crescer a partir do tecido ainda restante no organismo.

Mas, no esforço para reparar algum dano, quando nãofor possível cura apropriada, aparecem as cicatrizes, nas quais as células do novo tecido aparecem deformadas; isso só permite a formação de mais células deformadas e, dessa forma, as cicatrizes tendem a permanecer indefinidamente. Temos alguma maneira de evitar isso? Tudo indica que sim, e a magia chama-se Prata (Ag).

Em 1998, apareceu uma obra [2], que logo virou best-seller, do médico pesquisador norte-americano Robert O. Becker, junto com o co-autor Gary Selden. Neste livro, o Dr. Becker revela que, após sete anos de pesquisas, ficou claro que a cura de fraturas ósseas poderia ser conseguida com a utilização de fraquíssimas correntes elétricas contínuas entre dois eletrodos, um positivo e outro negativo. São correntes da ordem de picoampères. Esse cientista experimentou com eletrodos de vários tipos de metais, como Ouro (Au), Platina (Pt), Titânio (Ti), aço inoxidável e Prata (Ag) e notou que os melhores resultados apareciam quando se utilizava eletrodos de Prata. Então, ele resolveu descobrir o porque disso.

Ele achou que, ao utilizar eletrodos de Prata, os íons que se desprendiam do eletrodo positivo eram os responsáveis diretos pelo aumento dramático da velocidade de restauração da saúde do paciente. Dessa forma, o Dr. Becker mostrou que “em presença de íons de Prata, o organismo humano pode produzir todas as células-tronco que precisar. Sem íons de Prata, nada disso acontece“.

Em 1880, George Bredig inventou o método de produção dos íons de Prato por eletrólise (Método Bredig), que foi denominado de “Prata Coloidal Iônica”. É opinião médica corrente que as células vermelhas do sangue não podem sofrer dediferenciação, porque não possuem núcleo. O Dr. Becker concordava com isso, mas acabou descobrindo que a maioria das células-tronco, que ele produzia em pequenas quantidades, era proveniente de células vermelhas.

Estudos mais profundos mostraram que, antes de ser células vermelhas do sangue, as células possuem um núcleo. No processo de dediferenciação, a célula vermelha primeiro redesenvolve seu núcleo e, depois, fica dediferenciada. Portanto, quando se forma uma cicatriz, existem células suficientes para serem dediferenciadas, mas, nem sempre isso acontece. Elas só se diferenciam na presença de íons de Prata. De acordo com o Dr. Becker, apenas arranhamos a maravilha que é a Prata Coloidal que, segundo ele, constitui a varinha mágica da cura em grande parte de infecções de todo tipo de bactérias e estimula a formação da pele e de outros tecidos moles.

Segundo o Dr. Becker, a técnica do uso da Prata Coloidal permite produzir grande número de células dediferenciadas, mas é importante notar que tais células possuem o mesmo DNA do paciente (são geradas pelo próprio paciente!), não havendo problemas de rejeição. Portanto, não se justifica todo o alarde para produzir células-tronco a partir de embriões, com todas as objeções da ética ligadas a isso.

A Prata Coloidal (dissolvida em água) também pode ajudar muito na luta contra o câncer. Segundo o pesquisador Gerry Smith, que tinha chegado às mesmas conclusões do Dr. Becker, independentemente, “o sucesso no tratamento do câncer depende da presença da Prata no corpo do paciente. Quando a Prata está presente, as células do câncer dediferenciam e o corpo físico fica curado. Quando não há Prata, o câncer continua crescendo, porque as células não podem dediferenciar. Eu suspeito que a deficiência em Prata seja uma das razões da existência do câncer e de seu tão rápido crescimento“.

As experiências mais recentes sobre as células-tronco têm evidenciado resultados dramáticos e parece que o problema principal reside na obtenção de muitas células-tronco. O uso da Prata Coloidal permite ao organismo de qualquer pessoa produzir suas próprias células-tronco em sua residência e sem enfrentar elevadas despesas médicas e hospitalares, e sem enfrentar rejeições.

A maioria dos médicos recebe quase todas suas informações dos grandes conglomerados farmacêuticos produtores de drogas e medicamentos, que não têm qualquer interesse em permitir que a população saiba como produzir células-tronco facilmente em sua casa e com segurança. Se isso acontecer, todo o mundo científico médico/farmacêutico poderia perder bilhões de dólares em lucros (com suas patentes, já que a prata coloidal não pode mais ser patenteada).

Por causa disso, cria-se um estardalhaço sobre a Argiria, segundo a qual o uso (excessivo) da Prata Coloidal daria uma coloração azulada à pele. Mas, onde estão esses tais de “homens azuis”? Seria preciso beber água com muita Prata Coloidal por muitos dias seguidos, o que não é absolutamente necessário no caso da obtenção das células-tronco (Costuma acontecer algo semelhante com a cenoura: quem toma suco de cenoura por muitos dias, fica com sua pele com cor de cenoura; isso não quer dizer que a cenoura faça mal à saúde…).

Vejamos uma pequena comparação entre Prata Coloidal e Antibióticos:

1. Prata: Não há registros de efeitos nocivos; Antibióticos: 100.000 a 300.000 reações negativas por ano, das quais 30 a 50% são fatais (levam à morte).

2. Prata: Usuários e pesquisadores relatam resultados altamente efetivos para infecções por bactérias, vírus (lembrar que a Aids está associada a um tipo de vírus) e fungos; Antibióticos: Geralmente, altamente efetivos somente para bactérias específicas. Alguns são efetivos para a maioria das bactérias (de “espectro amplo”). Sem efeito em fungos e vírus.

3. Prata: Leva à cura acelerada; Antibióticos: Sem efeito para obter cura.

4. Prata: Reduz cicatrizes; Antibióticos: Sem efeito em cicatrizes.

5. Prata: Sem registro de imunidade patogênica desenvolvida (pelos microorganismos patogênicos) em milhares de anos de seu uso; Antibióticos: Comumente, os patógenos desenvolvem imunidade, com 40.000 mortes por anos, apenas na América do Norte.

6. Prata: Não se conhece problemas de overdose; Antibióticos: A dosagem deve ser feita com cuidado (pois é uma substância anti-vida, como o próprio nome indica).

7. Prata: Não precisa de prescrição médica; Antibióticos: Apenas disponível por prescrição médica (por ser uma substância perigosa).

8. Prata: Geralmente, funciona sem diagnóstico exato; Antibióticos: Requer diagnóstico exato, para sua prescrição.

9. Prata: Faz o corpo do paciente produzir células dediferenciadas (células-tronco), quando elas forem necessárias; Antibióticos: Não têm qualquer efeito sobre células dediferenciadas.

Fonte: Arauto do futuro

A Prata coloidal

Há alguns anos, os pesquisadores das grandes indústrias farmacêuticas vêm detectanto sinais progressivamente mais claros e recorrentes de um fenômeno da maior importância: as bactérias, fungos e vírus, que antes eram facilmente controlados pelo emprego de antibióticos, estão criando suas próprias defesas contra esses medicamentos específicos, que acabam invalidando os antibióticos, tornando-os não efetivos.

As novas cepas, as novas linhagens de germes, estão procedendo a uma impressionante ofensiva, invadindo campos que deveriam ser interditados ou proibido para eles, como hospitais, clínicas, consultórios médicos e odontológicos, laboratório de análises clínicas e assim por diante. O Streptococcus Aureus, por exemplo, já se tornou resistente ao mais poderoso antibiótico conhecido e as infecções por ele geradas já estão intratáveis (vide “Scientific American“, 1998). E, de nada adianta tentar produzir antibióticos ainda mais fortes, porque os microorganismos voltarão a sofrer novas mutações ou desenvolverão novos mecanismos para desativá-los.

É evidente que temos que procurar alguma nova alternativa. Quando começamos a estudar essa questão, apareceu a pergunta: O que se utilizava antes do aparecimento dos antibióticos? A pesquisa mostrou que a Medicina utilizava a Prata Coloidal como germicida e poderoso esterilizante.

De acordo com os estudos efetuados no começo do Século XX pelo Dr. Henry Crooks e pelo Dr. Alfred Searle, este último fundador do conglomerado farmacêutico do mesmo nome, a Prata Coloidal possui um extraordinário poder germicida, exterminando cerca de 650 tipos de bactérias, vírus e fungos, mas de maneira definitiva e isso em apenas 5 a 6 minutos. Com mais uma grande vantagem: não permite que se criem linhagens de germes resistentes, como está acontecendo no caso dos antibióticos.

Às vezes, quase sempre, resulta muito proveitoso verificar como trabalhavam nossos antepassados, tanto ps recentes. como os mais antigos (como os construtores das pirâmides…). Assim, por exemplo, os russos voltaram a estudar os grandes matemáticos desde a mais remota Antiguidade e descobriram verdadeiros tesouros, como os trabalhos do matemático inglês Whittaker que, em 1903-1904, publicou seus estudos, mostrando que todas as ondas, não importando o tipo, são duplas. E, sobre isso, fundamentaram a construção do mais fantástico sistema de armas, conhecido como Armas Escalares.

A Prata Coloidal, de acordo com a literatura antiga, é altamente efetiva contra infecções por germes que podem gerar moléstias muito perigosas. Pedimos ao Instituto Afolfo Lutz, em São Paulo, para efetuar um teste para comprovar o poder bactericida da Prata Coloidal produzida pela máquina MDS-11, fabricada por nós. Como o laudo comprova (no livro tem uma cópia desse laudo), o teste foi efetuado em 500 ml (mililitros) de água filtrada, sem cloro (Cl), contendo 10.000 Escherichia Coli por ml, 100.000 Streptococcus Faecalis por ml e 1.000 Vibrio Cholerae por ml. Nessa água, foram imersos os eletrodos geradores de Prata Coloidal (MDS-11), por dez minutos. Após esse tempo de contato, uma alíquota de 100 ml foi transferida para um frasco âmbar por um período de trinta minutos. Transcorrido esse tempo, as semeaduras realizadas, nas condições laboratoriais do experimento, revelaram:

a. Ausência de E. Coli/ml
b. Ausência de S. Faecalis/ml
c. Ausência de V. Cholerae/ml

Fica, portanto, comprovado que a Prata Coloidal destruiu completamente os microorganismos patogênicos presentes na água, confirmando o poder bactericida anunciado na numerosa literatura médica que trata desse assunto.

Algumas das moléstias em que o uso da Prata Coloidal já foi mostrado ser muito efetivo:

Acne
Antrax
Apendicite
Câncer de Pele
Cândida Albicans
Catarro
Cistites
Cobreiro
Coceira Anal
Colite
Conjuntivite
Coqueluche
Dermatites
Desordens da Próstata
Desordens Intestinais
Diabetes
Diarréia
Disenteria
Doença de Chagas
Doença de Menière
Doença dos Legionários
Eczema
Envenenamento do Sangue
Escarlatina
Febre Paratiroidea
Fendas nos Pés (Frieira)
Fibrosamentos
Gastrites
Gonorréia
Gripe
Hemorróidas
Herpes
Impetigo
Infecção da Bexiga
Infecções da Tromba de Eustáquio
Infecções por Cryptosporidium
Infecções por Salmonella
Infecções por Stafilococcus
Infecções por Streptococcus
Lepra
Lesões
Lúpus
Malária
Meningite
Oftalmia
Oitites
Pé de Atleta
Piorréia
Pleurisia
Pneumonia
Poliomielite
Psoríase
Queimaduras
Queimaduras Solares
Queratite
Reumatismo
Rinites
Seborréia
Síndrome da Fadiga Crônica
Septicemia
Sífilis
Tétano
Tinha Rosácea
Tifo
Tonsilites
Tuberculose
Úlceras
Úlcera Péptica
Verrugas

Embora impressionante, essa lista é apenas parcial e é uma amostra da extraordinária eficácia da Prata Coloidal no controle das infecções de maneira geral, o que a torna, literalmente, muito preciosa para consultórios médicos e odontológicos, laboratórios de análises clínicas, hospitais, clínicas terapêuticas, clínicas de acupuntura, ginásios de esportes e academias de ginásticas e, em geral, para toda a população que poderá se beneficiar desse fantástico material, produzindo-o em suas próprias residências, a um custo ridículo de alguns centavos por litro de água.

Pode-se perguntar: Como utilizar a Prata Coloidal? Aqui vão algumas sugestões. Caso queira usá-la para esterilização caseira, poderá produzí-la a partir da água de torneira. Mas se quiser para uso interno (beber), será melhor utilizar água destilada, que pode ser comprada em qualquer farmácia.

A solução mãe, produzida pelo aparelho, pode ser adicionada à água local, quando você estiver viajando ou acampando. Cicatriza rapidamente pequenas feridas, sem deixar marcas (cicatrizes). Esteriliza, com segurança, desde escovas de dentes até instrumentos cirúrgicos. Pode-se fazer seu uso tópico em cortes, feridas, abrasões, rachaduras, queimaduras solares, cortes ao barbear e bandagens. Pode ser pulverizada sobre o lixo, prevenindo ou reduzindo odores de putefração. Umedecendo esponjas de cozinha, toalhas, facas, garfos, etc. pode-se eliminar a E. Coli e a Salmonella que poderiam envenenar alimentos, originar infecções gastrointestinais e infecções genito-urinárias.

Quando estiver engarrafando, enlatando ou preservando algo, use Prata Coloidal, adicionando-a ao produto. O leite demorará mais para fermentar, a deteriorar-se e levará mais tempo para coalhar ou talhar.

Pulverize em sapatos (para combater o “chulé”), nas meias, nas virilhas, para eliminar coceiras e pé de atleta, fungos e coceiras no ânus. Diminui a caspa, a psoríase, as rachaduras da pele… Pulverize, como desodorante, as axilas, para combater o odor desagradável que costuma vir dessa região, quando suada (algo semelhante pode ser obtido usando água oxigenada nessa região).

Poderá adicioná-la à água do banho, gargarejar, fazer pulverizações nasais ou usá-la para limpeza dos dentes. Corta, dramaticamente, a duração dos resfriados, coriza, gripe ou pneumonia, infecções das vias respiratórias em geral, viroses da sinusite e infecções nos olhos (uso como colírio) e nos ouvidos. Pulverize todos o seu corpo após o banho, deixando secar naturalmente e use contra fungos nas unhas das mãos e dos pés.

Ela ajuda a neutralizar a deterioração dos dentes e do mau hálito. A Prata Coloidal destrói a halitose, eliminando as bactérias no fundo da garganta e na parte de trás da língua. Coloque algumas gotas em band-aids ou bandagens, para reduzir o tempo de cura. As dores de dentes, feridas na boca (aftas) e irritações bacteriológicas diminuem. Mergulhe as dentaduras na Prata Coloidal. Borrife a geladeir, o freezer e os recipientes destinados a conservar alimentos, eliminar odores e evitar que a comida se estrague ou fique rançosa.

Molhe os pentes e os potes de cremes para prevenir o crescimento bacteriano; adicione às maquiagens à base de água, à cola do papel de parede, à máquina de lavar pratos, às soluções usadas para limpeza e borrife nos pelos dos animais domésticos, deixando secar naturalmente.

Pulverize sobre o topo dos potes abertos de geléias, de condimentos e no interior das tampas, antes de fechá-los. Misture um pouco na água do cachorro/gato, do passarinho e no vaso de flores. Pulverize muito bem os filtros de ar condicionado para limpá-los. Limpe os dutos de ar de ventilação, com esfregão e Prata Coloidal, para evitar a formação de pontos de crescimento dos germes. Não fazer isso já matou muitos executivos, o mais famoso tendo sido o Ministro Sérgio Motta, morto por infecção pela Doença dos Legionários contraída pela prolongada exposição ao ar condicionado de seu escritório. Como se sabe, não foi possível reverter a doença no caso dele.

Use, rotineiramente, na água de lavagem final da roupa e sempre antes de guardar roupas sazonais. Toalhas de rosto e de banho não terão odores e nem estragarão. Elimine microorganismos indesejáveis em terras de plantação e em sistemas hidropônicos. Borrife na folhagem das plantas para eliminar fungos, vírus e muitas doenças que aparecem nos vegetais.

Trate piscinas, fontes, umidificadores, jacuzzis, tubulações de água quente, lavadoras de pratos. Limpe e esterilize o chuveiro, uma das fontes de crescimento bacteriano.

Umedeça com Prata Coloidal, frutas e vegetais antes de usá-los ou guardá-los. Use-a na água para cozinhar. Os xampus para pessoas ou animais tornam-se desinfetantes, quando a adicionamos. Preserve da ruína os tapetes, as cortinas e os papéis de parede. Molhe os telefones, os microfones, os auriculares, aparelhos de surdez, armações de óculos, escovas para cabelos e travesseiros de doentes, suas toalhas e lençóis de cama.

Literalmente, existem milhares de outras utilizações para a Prata Coloidal, para as quais você poderá executar sua capacidade inventiva [Obs: as "baixelas de prata" tornaram-se uma tradição, porque a prata ajuda a preservar o alimento colocado sobre elas...].

A Prata Coloidal é inodora, incolor, sem sabor, totalmente benéfica, poderoso germicida ,desinfetante não tóxico e agente altamente eficiente na preservação da saúde.

Fonte: Arauto do Futuro

domingo, 12 de julho de 2009

Documentário: Tempestade Magnética

Créditos: spiritualgroup 

Algo de estranho está acontecendo nos profundos subterrâneos da Terra, onde um líquido metálico é constantemente movimentado pela rotação do Planeta, gerando uma força invisível: O Campo Magnético, que protege a Terra contra radiações advindas do espaço. Este campo magnético parece que aos poucos está se tornando mais fraco.
Tempestade Magnética por spiritualgroup

sábado, 11 de julho de 2009

Medvedev revela "moeda mundial" no G8

Paul Joseph Watson
Prisonplanet.com
Sexta-feira, 10 de julho de 2009

Tradução: Revelatti

Em um momento altamente simbólico na reunião do G8 na Itália, hoje(ontem), o Presidente russo Dmitry Medvedev revelou a repórteres uma moeda que representa uma "unidade da futura moeda mundial".

"Estamos discutindo tanto a utilização de outras moedas nacionais, incluindo o rublo, como moeda de reserva, bem como moedas supranacionais", disse o líder russo em uma conferência de imprensa.

No entanto, aqueles que têm em mente de estabelecer a formulação de uma moeda mundial despedindo-la apenas como uma progressão da DSE's (Direitos de Saque Especiais), e não algo que possa ser utilizado pelos cidadãos fisicamente no mundo um sistema de governo, foram contrariadas quando Medvedev delineou claramente que a nova moeda seria "utilizado para o pagamento" por parte dos cidadãos como um "futuro unido para a moeda mundial".

"Aqui está ela," Medvedev disse aos jornalistas hoje(ontem) em L'Aquila, Itália, após uma cúpula do Grupo das Oito nações. "Você pode vê-la e tocar", relata Bloomberg.

A questão de uma moeda supranacional "agora diz respeito a todos, até mesmo para as Casas das Moedas", disse Medvedev. O teste moeda "significa que estão se preparando. Acho que é um bom sinal de que nós entendemos como nós somos interdependentes. "

Medvedev explicou que a moeda foi cunhada na Bélgica e que ostente a expressão "unidade na diversidade". O relatório RIA Novosti constatou que a moeda representou um exemplo de uma "possível moeda mundial".

China e Rússia têm repetidamente clamando para uma nova moeda mundial para substituir o dólar.

Quando confrontado sobre planos para substituir o dólar por uma nova moeda mundial, tanto presidente do FED (reserva federal), Ben Bernanke e o Secretário do Tesouro, Timothy Geithner negaram que tal agenda existiu.

No entanto, poucos dias depois que ele disse ao Congresso uma audiência que não havia planos para avançar para uma moeda mundial, Geithner procurou agradar aos elitistas do CFR (conselho das relações exteriores), assegurando-lhes que ele era "aberto" à ideia de um novo sistema monetário mundial.

O escândaloso e altamente secreto Banco de Pagamentos Internacionais, considerado o top do eixo do mundo dos bancos centrais, divulgou um documento político em 2006, apelando para o fim das moedas nacionais em favor de um modelo global monetário.

A moeda mundial seria um elemento central de um futuro sistema de governo mundial. No início desta semana, Papa Bento XVI apelou a um "mundo autoridade política" para gerir a economia mundial.

Link do artigo original: http://www.prisonplanet.com/medvedev-unveils-world-currency-coin-at-g8.html

Documentário: Vacinação - A verdade oculta

Créditos: Canal libertas000

Excelente documentário australiano de 1998, mostrando dados e fatos surpreendentes e pouco conhecidos ou divulgados sobre o que pode ser talvez um dos maiores erros da história da medicina e ao mesmo tempo um dos maiores golpes já perpetrados na sociedade humana.

O documentário conta com a participação de especialistas na área de Saúde e particularmente impressionante e convincente participação da Dra. Vera Scheibner, uma PhD em Biologia.


Mercados deverão quebrar em outubro, diz economista

São Paulo - A ligeira melhora dos índices acionários reflete a expectativa vigente no mercado de que o pior já faz parte do passado, à medida que crescem sinais acerca de um início da recuperação, explicitada por indicadores econômicos positivos. Contudo, se o previsto não se tornar concreto, como a renda variável deverá reagir?

Para Enzio von Pfeil, CEO (Chief Executive Officer) do EconomicClock.com, os mercados acionários podem quebrar no próximo mês de outubro, ao passo que a tão sonhada recuperação econômica poderá ser postergada, em um ambiente futuro no qual pacotes de estímulo não surtirão mais efeitos e com maior volume de posições short.

Sem esperança

“O panorama econômico pode se tornar pior e esses ‘green shoots’ se transformarão em ‘black shoots’, culminando provavelmente numa quebradeira em outubro”, prevê o economista, em entrevista à rede televisiva CNBC.

Após sinais de esperança, a sobriedade deverá voltar à tona. “As pessoas aceitarão finalmente que as taxas de desemprego terão que continuar subindo e que a produtividade terá que permanecer em queda”. À luz da junção entre elevado desemprego e excesso na oferta de bens, Pfeil revela um tripé para fundamentar a quebra de outubro

Sem munição, vendido e consoante com a história

Primeiramente, o economista mostra descrença ao olhar no horizonte, acreditando que a recuperação econômica não virá tão cedo e que os governos não serão capazes de continuar municiando o mundo com pacotes de estímulos econômicos, dados os déficits públicos crescentes. “Até a China deverá ficar sem munição”, completa, a despeito das reservas expressivas e da alta taxa de poupança.

Conforme o viés do analista e, explicitando o segundo pilar do tripé, as mesas de operações ganharam dinheiro com a recente valorização dos mercados acionários, mas “a única coisa que acontecerá será grande, enorme posição short”.

Quanto ao terceiro fator, um motivo sazonal. “Por mais estúpido que soe, normalmente é quando a quebra ocorre, em outubro. Não posso dizer o porquê”, observa, de olho na série histórica.

Começa nos EUA

Caso a quebra se concretize, Pfeil prevê que esta se iniciará em Wall Street e que surtirá mais efeitos negativos em mercados do Ocidente do que nos da Ásia.

FONTE

Mais de 8.000 empresas quebraram no 1º semestre no Japão

Mais de 8.000 falências de empresas foram registradas no Japão nos seis primeiros meses deste ano. Segundo estudo publicado nesta quarta-feira, a quebradeira ocorreu devido às dificuldades de financiamento no setor da construção e à queda da atividade entre os terceirizados da indústria.

O número de companhia que quebrou por dívidas de pelo menos 10 milhões de ienes (US$ 106 mil) foi de 8.169 no primeiro semestre deste ano, 8,2% a mais que no mesmo período de 2008, indicou o instituto Tokyo Shoko Research.

As dívidas dessas companhias aumentaram 47,3% em relação ao ano anterior e alcançaram 4,69 trilhões de ienes.

Somente em junho, 1.422 companhias quebraram, 18,2% a mais que em maio, e a pior cifra mensal desde junho de 2002, quando fecharam 1.439 empresas.

Siga lendo aqui

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Jornalista acusa a OMS e ONU de bioterrorismo sobre intenção de cometer genocídio em massa

Tradução: ProvaFinal2012

Uma jornalista de investigação de origem austríaca advertiu o mundo que o maior crime na história da Humanidade está em curso.
Jane Bürgermeister foi recentemente apresentar queixas ao FBI, alegando que a Organização Mundial da Saúde (OMS), Organização das Nações Unidas (ONU), e vários dos mais altos funcionários do governo e das empresas sobre bioterrorismo estão prestes a cometer um crime em massa.

Ela também preparou uma injunção contra a vacinação, que será forçada a ser feita nos Estados Unidos ou na França. Estas ações seguem seus encargos apresentados em abril contra a empresa Baxter AG e Green Hills Biotechnology AVIR, situada na Áustria para a produção da vacina contra a gripe das aves infectadas, o que foi provocado deliberadamente para tirar proveito de uma pandemia e para encher os bolsos.
Nas suas acusações, Bürgermeister apresenta provas de atos de bioterrorismo, que está em violação com a lei Americana.

Estes bioterroristas não são nada mais que um grupo que operam nos Estados Unidos sob a liderança dos banqueiros internacionais que controlam o Federal Reserve, bem como a OMS, a ONU e a OTAN.

O Bioterrorismo realizará um genocídio em massa contra o povo norte-americano, através da utilização de um vírus geneticamente modificado causando uma pandemia com a intenção de causar a morte e redução da população mundial. Este grupo tem em posse, além disso, o governo dos Estados Unidos.

Em particular, a prova de que os acusados, Barack Obama, "presidente" dos Estados Unidos, embora não conseguisse provar que nasceu nos Estados Unidos, David Nabarro, coordenador do Sistema das Nações Unidas para a gripe, Margaret Chan, Diretor-Geral da OMS, Kathleen Sibelius, secretário do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, Janet Napolitano, secretário do Departamento de Segurança Interna, David de Rothschild um banqueiro, David Rockefeller, que é um banqueiro também, George Soros é também banqueiro, Werner Faymann, que é o chanceler da Áustria, e Alois Stoger, a ministra austríaca da Saúde Pública, entre outros, fazem parte deste sindicato internacional de empresas criminosas que desenvolveram, fabricaram, armazenaram e utilizaram armas biológicas para erradicar a população dos Estados Unidos e outros países para ganhos políticos e financeiros.

As acusações confirmam de que os arguidos conspiraram com outros terroristas, para conceber, financiar e participar na fase final da execução de um programa de armas biológicas silenciosas, envolvendo empresas farmacêuticas Novartis e Baxter entre outros. Eles fizeram isso por bio-engenharia e a libertação de agentes biológicos letais, especialmente a "gripe das aves" e o "vírus da gripe suína", a fim de ter um pretexto para implementar um programa de vacinação maciça obrigatória, que seria uma maneira de administrar um agente biológico tóxico durante a vacinação forçada e causar a morte da população dos Estados Unidos. Esta ação está em violação direta da lei antiterrorista.

O que estão fazendo as brigadas "anti-terroristas", então?

Muito ocupadas com o mito AL QUAEDA.

Bürgermeister certificou que Baxter AG, filial austríaca da Baxter International, tinha deliberadamente enviado 72 quilos do vírus da gripe aviaria, fornecidos pela OMS, durante o Inverno de 2009 a 16 laboratórios em quatro condados. Ela afirma que esta prova fornece uma peça evidente do puzzle que as empresas farmacêuticas internacionais e agências governamentais estão ativamente engajados na produção, desenvolvimento, fabrico e distribuição de agentes biológicos como armas biológicas, o mais mortal que a Terra tenha conhecido para desencadear uma pandemia e causar a morte de civis inocentes para os lucros e poder absoluto.

Nas suas acusações de que tiveram início em abril, ela observou que o laboratório Baxter na Áustria é um dos mais seguros laboratórios de biossegurança e, provavelmente, um dos mais seguros laboratórios do mundo, mas o laboratório não tem cumpridos os procedimentos mais básicos e essenciais para manter em segurança mais de 72 kg de um patógeno mais propriamente classificado como arma química, que portanto teria sido misturado com o vírus da gripe humana e enviado a partir de suas instalações na Orth na região do Danube.

Em fevereiro, quando um agente de Biotest baseado na República Checa, testou o material e, portanto, as vacinas em furões, essas destinadas a Civis e candidatos de todo o mundo, os furões morreram repentinamente. Este incidente não foi seguido por uma minuciosa investigação por parte da OMS, da UE, da Áustria ou das autoridades sanitárias. Não houve qualquer investigação sobre o conteúdo do vírus e não há dados sobre a sequência genética do vírus liberado.

Em resposta as perguntas parlamentares do 20 de Maio, a ministra austríaca da Saúde, Alois Stoger, revelou que o incidente não tinha sido tratado em termos de biossegurança, como deveria ser, mas como um crime contra o Código dos veterinários. Um veterinário foi enviado para o laboratório para uma breve inspecção.

Bürgermeister revela ainda que, a libertação do vírus deve ser um passo essencial para desencadear uma pandemia, que permitiria a OMS declarar o nível 6 a fim de lutar contra a pandemia. Coisa feita neste momento.

Ela enumera as leis e os decretos que permitiriam a ONU e a OMS eclipsar os Estados Unidos no caso de uma pandemia. Além disso, a legislação impõe a obrigatoriedade da utilização da vacinação a ser implementada nos Estados Unidos e em outros países após a pandemia global.

Ela também afirma que o conjunto da pandemia da "gripe suína" está baseado numa grande mentira, não há vírus natural que constitui uma ameaça para a população.

Fornece informações que leva à conclusão de que a gripe das aves e suína, que o vírus influenza A, foram misturados em laboratório usando fundos fornecidos pela OMS e outras agências governamentais, como o CDC, entre outros. Esta "gripe A/H1N1" é um híbrido da gripe suína, uma parte do vírus da gripe humana e parte da gripe das aves, que só pode vir de laboratórios, de acordo com muitos especialistas, incluindo o Dr. Horowitz de Harvard no seu depoimento que pode ser visto em Censored31.

Que a "gripe suína" não causa mais mortes do que outras gripes normais.

Não há perigo potencial nesta pandemia à menos que as vacinações sejam realizadas e alimentem um grande risco para a saúde, sob o pretexto de proteger a população. Existem motivos razoáveis para crer que as vacinas obrigatórias serão “deliberadamente” contaminadas por doenças que são especificamente concebidas para provocar a morte.

Através de tecnologias clássicas e ultra modernas de diagnóstico e imagiologia médica, o Dr. Moulden, MD, um médico, especialista em psiquiatria, neuropsiquiatria, e neurologia comportamental, fornece elementos de prova em termos de fisiologia e medicina clínica de que todas as vacinações causam direta ou indiretamente perturbações e doenças agudas ou crônicas, permanentes ou transitórias que podem afetar todos os sistemas do organismo. Dr. Moulden desenvolveu uma nova tecnologia em imagiologia médica para destacar os danos e as alterações neurológicas que podem ocorrer após a vacinação.

O Dr. Moulden explica que as vacinas causam hiper-reatividade do sistema imunológico durante o qual os leucócitos são apressados para atacar corpos estranhos injectados na corrente sanguínea. Dado o fato de que eles são demasiado grandes para penetrar nos capilares muito finos em que são alojados os corpos estranhos, os leucócitos acabam por obstruir, bloquear e pôr em decadência os capilares. A via está portanto obstruída para os glóbulos vermelhos menores que necessitam de levar o oxigénio aos diferentes órgãos vizinhos dos capilares congestionados por essas substâncias estranhas. As partículas que atingem o cérebro, perturbando ou impedindo o fluxo de sangue, pode causar autismo, síndrome de morte súbita do lactente ou muitas outras doenças na criança ou no adulto. Assim como é no ataque cardíaco, também é possível ter um acidente vascular cerebral, problemas hepáticos, renais, quando os tecidos são deficientes em oxigénio. "Esta é uma importante descoberta." Ver também o DVD do Dr. Moulden em Censored31.

Esta vacina causa a morte de adultos também.

Refere-se a uma licença da Novartis e da sua vacina contra a gripe aviária que matou 21 pessoas desalojadas na Polónia durante o Verão de 2008.

Alega que as mesmas empresas farmacêuticas e agências internacionais têm desenvolvido a pandemia, a fim de beneficiar de um surto de pandemia global, com grandes contratos de fornecimento de vacinas e subornos aos principais líderes.

Que os meios de comunicação controlados pelo grupo Bilderberg e seus membros incluem Donald E Graham's' do Washington Ρost, Matthias Nass do jornal "Die Zeit", e Martin Wolf do "Financial Τimes' ou Fareed Zakaria da Newsweek e muitos outros ainda que espalharam informações falsas para os cidadãos dos Estados Unidos em sua movimentação manipuladora sobre as vacinas perigosas. Digite esses nomes e a palavra “pandemic” em um motor de pesquisa para ver.

Que o povo dos Estados Unidos irá sofrer danos irreparáveis e lesões se forem forçados a tomar a vacina sem o seu consentimento, de acordo com a aplicação da lei para o Estado de Emergência de Saúde denominado “Power Act”, tal como a lei de emergência nacional, a Diretiva Presidencial sobre Segurança Nacional/HSPD 51, e em parceria Directive/HSPD-20 sobre a gripe das aves e gripe pandemica.

Nos Estados Unidos desde 2008, Bürgermeister viu aqueles mencionados nas alegações implementar novos procedimentos e/ou a aceleração da implementação das leis e regulamentos para privar os cidadãos dos Estados Unidos e de regulamentos visando acabar com seus direitos constitucionais de recusar uma injecção. Estas pessoas têm criado ou autorizado a legislar disposições para um acto de recusa de tomar uma injecção contra o vírus, como crime.

Têm impostas outras sanções, tais como a prisão e/ou quarentena nos campos da FEMA que são verdadeiros campos modernos de concentração. Impuseram uma lei para impedir os cidadãos dos Estados Unidos a reclamarem uma indenização em caso de lesão ou morte por ventura de injeções forçadas.

Que isto está, em violação das leis federais que regem a corrupção e abuso de funções e de sua própria constituição.

Através de suas ações, construíram as bases para um verdadeiro genocídio.

Que a utilização da "gripe suína" como um pretexto para o pré-definido assassinato da população dos E.U.A através da vacinação forçada é realmente um ato de terrorismo.

Que todas as empresas farmacêuticas como Baxter, Novartis e Sanofi Aventis ou Novavax fazem parte de um programa de dupla utilização, financiada pela União Internacional Penal para executar o assassinato de civis inocentes, a fim de reduzir a população mundial de mais 5 mil milhões de pessoas nos próximos dez anos. O plano é espalhar o terror para justificar o povo a renunciar aos seus direitos e ao poder em massa senão serão postos em quarentena nos campos FEMA.

Lares, empresas, explorações agrícolas e as terras das pessoas que falecerem serão confiscado por esse sindicato e irá tornar-se um verdadeiro despojo de guerra.

Que ao eliminar a população da América do Norte, a elite internacional terá acesso aos recursos naturais dessas áreas tais como água e petróleo na terra. E ao eliminar os Estados Unidos e suas constituições democráticas reagrupando uma União Norte-Americana, o grupo sionista terá controle total da América do Norte.

Que há evidências de que a vacina causou a gripe espanhola de 1918, incluindo a convicção do Dr. Jerry Tennant que a utilização generalizada da aspirina durante o inverno que se seguiu ao fim da Primeira Guerra Mundial poderia ter sido um fator que contribui para a pandemia anterior removendo o sistema imunológico e diminuindo a temperatura corporal, permitindo que o vírus se multiplicasse.

Que o Tamiflu e Relenza baixam igualmente a temperatura corporal, ou Imuran que reduz o sistema imunológico e, portanto, também podem ser solicitados a contribuir para a propagação de uma pandemia.

Jane Bürgermeister tem dupla nacionalidade (austríaca e irlandesa), escreveu para a revista "Nature", o "British Medical Journal ', e' American Prospec't. É a correspondente europeia do ‘Renewable Energy World site’. Ela tem escrito muito sobre as alterações climáticas, a biotecnologia e a ecologia.

Ela apresentou uma queixa contra a Baxter AG e Green Hills Biotechnology AVIR em Abril.

Ela apresentou uma queixa contra a Baxter e OMS, entre outros, no que diz respeito à explosão de frascos contendo "gripe suína", destinado a um laboratório de investigação e num comboio IC na Suíça.

Porque o controle dos meios de comunicação social pela elite dominante, permitiu à associação de terroristas mergulhar o povo na ignorância do que está realmente acontecendo. Suas acusações são uma tentativa de contornar o controle dos meios de comunicação para que o caso seja tornado público.

Sua maior preocupação é que, apesar do fato de que a Baxter foi pega com a "mão no saco", o foco da nova vacina está prevista para julho.

Veja o dossiê da jornalista (em inglês)

Fontes:
Prova final 2012
Expovaccins
Natural News
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...