terça-feira, 1 de março de 2016

Cidade subterrânea dos gigantes descoberta no Grand Canyon

Tradução: Wake Up!


giants_under_grand_canyon

Mesmo com tantos avanços da arqueologia nos dias modernos, a maioria das cidades soterradas ainda são um mistério. Descobertas surpreendentes exigem grande esforço e às vezes até mesmo uma maior quantidade de sorte. Se confiarmos no jornalismo do início do século 20, aprenderemos sobre a casualidade que nos levou até a porta de uma das mais famosas e fascinantes cidades subterrâneas de gigantes descoberta até hoje.


De acordo com um artigo publicado no "The Arizona Gazette" em 5 de Abril de 1909, o Grand Canyon foi um dia lar de uma civilização que consistia em indivíduos com provavelmente, proporções ciclópicas. Se tal civilização existiu, ela certamente deixou alguma estrutura como prova de sua existência.


grandcanyonews
A capa do jornal The Arizona Gazzete, em 05 de Abril de 1909.


O artigo menciona a descoberta de uma enorme cidadela subterrânea por um explorador chamado G. E. Kinkaid, que tropeçou, ao fazer rafting no Rio Colorado. Vale ressaltar que Kinkaid era um arqueólogo com muita experiência e teve o apoio financeiro do Instituto Smithsonian (será que ele tropeçou mesmo? rsrs).

A entrada da cidade antiga estava no final de um túnel que se extendia no subterrâneo por cerca de 700 metros.

"Em primeiro lugar, vale salientar que a caverna é muito inacessível", escreveu Kinkaid. "A entrada fica cerca de 50 metros abaixo da parede de garganta íngreme. Ela está localizada em terras do governo e visitantes tem que ter permissão para estar lá, sob pena de transgressão".


[...] Acima de uma borda que se esconde bem a vista do rio, é a boca da caverna . Quando eu vi as marcas de cinzel na parede dentro da entrada, eu estava interessado, segurei minha pistola e decidi entrar".


A arquitetura sugeriu aos pesquisadores que os construtores da cidade subterrânea possuiam habilidades de engenharia avançada.

tablet_a

O eixo central da cidade era uma câmara subterrânea gigante na quais as passagens irradiavam como os raios de uma roda. E as paredes da câmara principal foram decoradas com espadas de cobre e alguns comprimidos cobertos com símbolos hieróglifos, não muito diferentes daqueles já encontrados no Egito. Outro achado que apontava para uma ligação com o Egito eram os corpos mumificados, de longe, as coisas mais interessantes no interior da cidadela.

Este es el diagrama de la cueva subterránea, hay túneles y habitaciones que muestran la localización de algunos de los artefactos como los descritos por G. E. Kinkaid
Esse é o diagrama da caverna subterranea, há tuneis e instalações que mostram a localização de alguns dos artefatos descritos por G. E. Kinkaid

Nenhuma múmia encontrada media menos de 3 metros de altura e estavam envoltas em um linho muito escuro. Kinkaid escreveu que tirou uma foto junto com uma das múmias com o auxílio de uma lanterna, mas que a imagem não acabou sendo encontrada.

Uma exploração mais profunda logo após revelou algo sobre a religião dos habitantes gigantes da cidade:

Mais de 30 metros da entrada para o salão está localizado em forma de cruz, com várias centenas de metros de comprimento, que encontrou o ídolo do deus dos habitantes, sentado de pernas cruzadas, com uma flor de lótus ou lírio em cada mão.

As características observadas são o rosto de um oriental, e por isso são as esculturas desta caverna. O ídolo quase se assemelha a Buda, embora os cientistas não tenham certeza sobre qual a religião que eles representam.

grandcanyonshrine-429

O artigo registra a descoberta de cerâmicas e ferramentas, com todos os sinais de terem sido criadas em outras partes do mundo. Tal rara mistura de várias culturas encontrada nesse achados arqueológico, revela que esta descoberta é muito importante e sem precedentes.

A última câmara que aguardava pesquisa e exploração era o que Kinkaid e seu parceiro, Professor SA Jordan, acreditava que era uma cripta cerimonial. Esta é, no final da grande sala onde eles se conheceram todas as outras múmias.

"Houve uma câmara de passagem que não era ventilada, e quando nos aproximamos um cheiro muito forte de cobra nos atingiu. Nossa luz não penetrava a escuridão, e não podíamos saber o que tinha na câmara.

Alguns dizem que eram cobras, mas outros pensam que podem conter um gás mortal ou produtos químicos usados ​​pelos antigos.

A instalação subterrânea nos deixou nervosos e com arrepios ", disse o pesquisador.

La cripta o tumba en la que se encontraron las momias es sin duda una de las más grandes cámaras, las paredes están inclinadas hacia atrás como en un ángulo de unos 35 grados.
A cripta ou sepulcro onde as múmias foram encontradas é, sem dúvida, uma das maiores câmaras , as paredes são inclinadas para trás, como em um ângulo de aproximadamente 35 graus.

Nesta área do Canyon havia citações da Pirâmide de Quéops, o Claustro Buda, Templo de Buda , Templo Manu e Templo de Shiva. Pode ser que haja alguma relação entre esses locais e as supostas descobertas egípcias (ou orientais) no Grand Canyon?

Um arqueólogo da região do Grand Canyon disse que os primeiros exploradores tinham nomes egípcios e hindus, embora esta área estivesse fora do âmbito de caminhantes ou a outros visitantes , devido a todas as "cavernas perigosas."

Na verdade, toda esta área construida em honra aos egípcios e hindus dentro do Grand Canyon é uma das áreas proibidas do governo americano, uma vez que ninguém está autorizado a entrar lá. Hoje, esta área fica fora do alcance de caminhantes e até mesmo dos funcionários do parque. O teórico da conspiração John Rhodes, disse uma vez que sabia o local exato da entrada da referida cidade, mas que era guardado por soldados carregando rifles 24/7 M -16. Outra idéia flutuando na Internet diz que a cidade subterrânea agora serve como um museu para a elite oculta que governa o mundo. Será que sempre houveram gigantes mas nos escondem? Muitas pessoas pensam que sim.

Fonte: Misterios insolitos - Ciudad subterránea de los gigantes descubierto en el Gran Cañón

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...