segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Vídeo: Anti Herói - Valete

Créditos de: Canal fyahblazingss



Letra

Só se pode fazer isto uma vez

Eu cresci trancado num quarto com livros de Marx e
Pepetela
Alimentado por parágrafos de Nélson Mandela
Foi esta a fonte do ódio que agora já não escondo
Este é o som que eu inalei na voz de Zeca Afonso

Ninguém me separa deste Guevara que eu tenho em mim
E podes ver na minha cara a raiva de Lenin
Eu choro este sangue que devora o espírito
E choca os mais sensíveis, e torna-me um monstro como
Estaline

Valete a.k.a Ciclone Underground, nigga
O filho do bastardo da vossa opressão, nigga
Eu tenho nos meus olhos a cor da insurreição, nigga
Sou como Malcom-x com o microfone na mão

Eu desenterro vítimas de genocídio capitalista
E levo mais comigo para a rebelião
Eu sou o primeiro a marchar para esta revolução
Tu és o primeiro a bazar na hora da intervenção

Eu vim para ressuscitar Lumumba, Ghandi e Arafat
E os nossos homens de combate através desta canção
Pai, eu tatuei no meu peito a Tua imagem
Para respirar através dela a Tua batalha e a Tua
coragem

Hoje eu trago nos meus braços a Tua alma e a Tua
mensagem
E as escumalhas não sabem que jamais irão levar
vantagem
Nós vestimos a farda de Xanana
E levamos drama do terceiro mundo à casa branca

Desfilamos com a mesma gana que tropas em Havana
E com a resistência suburbana desta convicção cubana
Toma, esta ira psicopata deste filho de Zapata
Activismo de vanguarda é o registo de som

Eu trago a obstinação com que Luther King abalou
E a mesma solução todo o meu people sonhou
Eu sou aquele mundo novo que Amalia cantou
Esboço desse sofrimento todo meu povo guardou

(Refrão)
Eu sigo este caminho que o ódio abriu para mim
E serei um dos guerreiros que aplaudirão no fim
Este é o som da revolução que em breve chegará
Eu sou anti-herói, que nunca se renderá
Eu sou um dos filhos deste mundo que a Luta inspirou
No mesmo trilho da mensagem que Cabral deixou
Esta é a voz da justiça que um dia se afirmará
Eu sou o anti-herói que o povo aclamará

Enquanto eu me enveneno com este rancor
Vou pondo balas no carregador para abater esses
opressores
Esta é a missão dos peronistas, que eu assumi na hora
Com a determinação que herdei da minha progenitora

Ninguém pára a frente armada que eu comando agora
Combate a escória na alvorada como fez Samora
Eu trago nesta oratória a história dos filhos que
viram a morte inglória dos pais
E que hoje anseiam desforra

Na Palestina, no Cambodja, Vietname, Angola
No Iraque, Na Somália, Afeganistão e Bósnia
Esse é o grito desse mundo que chora e implora
Pela justiça dos homens porque já viram que Deus não
acorda

Vítimas de quem fez de todo o mundo seu património
Da hipocrisia assassina do FMI e da ONU
É o povo anónimo cobaia de liberalismo económico
Que sai das amarras eufórico para combater o demónio

Eu sou aquele que vocês chamaram de fundamentalista
Quando eu disse que era um trotskista belicista
Posicionei-me assim contra a América imperialista
Aqui está o vosso kamikaze terrorista

Farto de vos ver sentados, manipulados
Por uma televisão que vos deixa impávidos e
formatados
Asnáticos inconformados, fechados e enganados
Otarios e atrasados, inválidos e atordoados

Nós estamos do lado contrário nesta jornada cheia de
gente angustiada
Traumatizada por um passado onde foram pisadas,
martirizadas
Apedrejadas, excluídas, extorquidas, extropiadas
Cuspidas

Por uma brigada Desalmada de parasitas
Que devastaram arrasaram vidas
E agora vão pagar com a descarga
Desta entifada criada pelos homens que vocês flagelara
E sobraram com guerra para vingar aqueles que não ficaram

(Refrão)

Eu sigo este caminho que o ódio abriu para mim
E serei um dos guerreiros que aplaudirão no fim
Este é o som da revolução que em breve chegará
Eu sou anti-herói, que nunca se renderá
Eu sou um dos filhos deste mundo que a luta inspirou
No mesmo trilho da mensagem que Cabral deixou
Esta é a voz da justiça que um dia se afirmará
Eu sou o anti-herói que o povo aclamará

sábado, 23 de outubro de 2010

Documentário: A "realeza" britânica exposta - Jordan Maxwell

Créditos do Blog Prova Final

http://www.hiddenknowledge.net/wp-content/uploads/2007/11/horns.jpg

Mais um bom documentário que nos mostra o envolvimento e a influencia das famílias reais nos acontecimentos atuais.



Fonte: DjChuva

Ultimo relatorio do web-bot aponta inicio da 3ª guerra para novembro ou dezembro de 2010

Créditos do Blog Prova Final

http://www.debateitout.com/wp-content/uploads/2009/12/web-bot.jpg

Numa entrevista da rádio Coast2Coast, os fundadores do webbot, Cliff High e George Ure, revelaram os últimos resultados do relatório do programa que alguns chamam de “o profeta da Internet”, anunciando ,entre outras coisas, a Terceira Guerra Mundial para final de 2011!

Pequena introdução ao conceito de webbot

Web bot é um programa que varre a internet aleatoriamente, a fim de ter uma idéia do inconsciente coletivo. E, portanto, prever os acontecimentos que se aproximam. Começou a ser utilizado nos inícios dos anos 90 para antecipar o fluxo de bolsa. Mas alguns dados relativos a humanidade começaram a surgir. E ao acaso.

Em Junho de 2001, web bot previu que, nos próximos 60 a 90 dias, um evento de
tamanha importância iria alterar radicalmente a vida dos americanos.
No dia 11 de Setembro, aviões destruíram as Torres Gêmeas e como sabem, muito mais !

Em 2004, Web Bot anuncia enorme terremoto, com devastadoras ondas,
e um pesado veredicto de 300 000 vítimas. No entanto, o tsunami devastou
as costas do Sudeste Asiático s’abat, em Dezembro de 2004.

Web bot também havia antecipado o “apagão” na costa oeste dos Estados Unidos
em 2003 e em 2005 a devastação do furacão Katrina.

Alguns factos apontados pelo WebBot para os próximos meses

As seguintes previsões foram reveladas durante uma entrevista de rádio com Cliff High e George Ure em pessoa.

Guillaume Thuillet, o tradutor oficial do webbot em França, diz que se trata de “possibilidades do futuro”. “O Webbot reflecte em grande parte os medos do povo, os receios que marca o imaginário colectivo. Mas o medo que o evento ocorra não significa necessariamente a sua actualização no mundo real.

Como é óbvio, não pudemos levar estas previsões à letra, pois o Web bot também já previu muita coisa que não aconteceu, como também não previu muita coisa que aconteceu…

Relatório:

- Não haverá guerra entre Israel e o Irão antes de Novembro de 2010.

- Colapso do dólar em Novembro de 2010.

- Distúrbios sociais relacionados com os preços dos produtos alimentares durante o inverno de 2011.

- Grande Depressão económica e financeira, desencadeada pelo desemprego em massa, falências e um crash bolsista.

- Em Abril de 2011, muitas “perturbações costeiras” (tsunamis, marés mais altas do que o habitual), a situação pode ser preocupante para uma parte da humanidade.

- Em Maio de 2011, as colheitas serão destruídas devido a um desregulamento da magnetosfera (principalmente no hemisfério norte), resultando em distúrbios sociais por causa da fome no inverno e primavera.

Tipping Point emergente: a III Guerra Mundial

Um “Tipping Point” na estrutura linguística que utiliza o Web Bot, define um momento para o qual converge um feixe de dados. Entre esses Tipping Point , existe um que retorna com mais insistência: a III Guerra Mundial .

Cliff High e George Ure revelaram que o Web Bot relatou um “ponto de viragem” em Novembro de 2010 para uma guerra nuclear global, provocada por um erro militar israelita contra o Irão”:

11 de Novembro de 2010 – O webbot adverte contra um grande “ponto de viragem” – A preparação de uma terceira guerra mundial está claramente mencionada!

14 de Dezembro de 2010 – O webbot prevê o lançamento dos primeiros mísseis que desencadearão a Terceira Guerra Mundial

De acordo com Guillaume Thuillet tradutor e especialista francês dos relatórios webbot: “A data do “Tipping Point” está correta. No entanto, trata-se de uma “possibilidade webbot”, não uma previsão ou profecia. O webbot disse isso? Sim. Mas é uma extrapolação de algumas previsões. As informação são exactas mas são possibilidades webbot com base no que as pessoas dizem na internet.

Segundo Cliff High e George Ure, o webbot relata que uma “Nova Ordem Mundial será implementada por volta do ano 2012, após esta guerra devastadora.”

As previsões não são as melhores, mas como já foi dito, não podemos levar estas informações muito a sério, no entanto, temos de ter em conta que a realidade é criada pela consciência global, e o webbot é uma forma de medir a consciência global,… ora, sabendo que a Internet é composta por toneladas de bits de diversos temas e mesmo assim é o tema “3ª Guerra Mundial” que mais se destaca, é de fato preocupante.

A natureza parasita do sistema monetário

Créditos do Blog Prova Final

por Amanda Morales [*]

Mesmo as pessoas mais educadas, por vezes enganadas pelos media dominantes e os chamados “peritos”, deixam de identificar a causa básica da actual retracção económica e tendem a confundir o sintoma (inflação, desemprego, etc) com a causa. Outros factores incorrectos do seu desencadeamento muitas vezes são atribuídos à inerente cobiça humana, à super-população, aos baby boomers [NT 1] , ao abandono do padrão ouro, à reserva bancária fraccionária [NT 2] , às divisas fiduciárias, ao super-consumo e até mesmo à tecnologia.

O sistema monetário tornou-se a jaula global da escravização alimentada pela dívida que hoje conhecemos através de uma série de eventos: invenção da usura (conceder empréstimo em dinheiro a juros compostos), estabelecimento da reserva fraccionária na concessão de crédito, privatização da oferta monetária, criação de bancos centrais, abolição do padrão ouro e imposição legal de divisas fiduciárias.

Actualmente cerca de 96% do dinheiro nos países ocidentais vêm à existência como dívida (dinheiro-crédito) criada por bancos comerciais na forma de promessas de pagamento (IOUs) [NT 3] . Os montantes depositados no banco e emprestados são simples registos na contabilidade, não apoiados por quaisquer activos reais (como o ouro, por exemplo). O que dá valor a estes montes de papéis normalmente sem valor é o trabalho humano. Só quando paramos para pensar acerca disto podemos começar a apreender a natureza profundamente fraudulenta da concessão de empréstimos bancários: o tomador do empréstimo compromete como colateral pelo empréstimo algo que ele ainda não possui (isto é, o carro que ele compra a crédito) em troca do dinheiro que o prestamista realmente não tem nas suas reservas.

Vamos resumidamente examinar como são criadas bolhas especulativas e o efeito que elas têm sobre a economia real. As baixas taxas de juros estabelecidas pelos Bancos Centrais desencadeiam uma farra de crédito que atrai pessoas à dívida. Os bancos criam dinheiro ex-nihilo (a partir do nada) e emprestam-no a juro, inchando bolhas alimentadas pelo crédito (dot-com, habitação, imobiliário comercial, etc) que torna banqueiros e outros especuladores ultrajantemente ricos. Por definição, temos uma bolha quando o preço de um activo eleva-se para além do que o rendimento médio por permitir. Vamos tomar a actual bolha habitacional como um exemplo. Quando a bolha finalmente explode, o valor do activo afunda com desastrosas repercussões nos balanços dos bancos e igualmente dos proprietários das casas: bancos retomam casas cujo valor está em queda rápida e proprietários descobrem-se em situação líquida negativa (o valor de mercado da sua casa é mais baixo do que o que eles estão a pagar ao banco a cada mês). Uma vez que foi permitido aos bancos tornarem-se “demasiado grandes para falirem”, através de fusões e aquisições, as elites financeiras instruem seus políticos fantoches a salvarem-nos, a expensas dos contribuintes. Utilizando doses maciças de propaganda nos media e de instilação do medo, as elites lavam o cérebro das massas levando-as a acreditar que a prosperidade dos bancos é vital para a estabilidade social e a prosperidade económica. Por outras palavras, seguir-se-á o caos generalizado se permitirmos os grandes bancos irem à falência. Inicialmente, a maior parte dos cidadãos parece acreditar na mentira e aceitam pagar os custos através de aumentos de impostos e um conjunto de cortes e privatizações de serviços públicos (educação, previdência, infraestrutura, cuidados de saúde, etc).

Depois de garantirem o salvamento, os banqueiros premiavam-se a si próprios com bónus maciços e tentavam reverter aos negócios de sempre. Mas há um problema: o mundo esgotou-se de pessoas com crédito respeitável (o idiota seguinte no esquema de Ponzi). A maior parte dos indivíduos e negócios estão a naufragar em dívidas e a perspectiva é demasiado negra para prever qualquer lucro. Portanto os bancos não concedem empréstimos (credit crunch) e os devedores, quando podem, pagam à vista seu saldo em dívida, drenando dinheiro da economia real. Inicia-se assim uma perigosa espiral de deflação do dinheiro, provocando bancarrotas, desemprego, arrestos, definhamento de receitas fiscais e inquietação social. Enquanto isso o défice do governo dispara, inchando uma dívida pública já enorme e levando à espécie de crise de dívida soberana verificada em países como a Grécia, Islândia e Irlanda, para mencionar uns poucos.

Como chegámos a isto? Vamos dar um passo atrás e ponderar. Um sistema monetário baseado na usura exige crescimento sem fim, pois o juro composto cresce exponencialmente ao longo do tempo. Sob esta nova luz é mais fácil ver porque o establishment está tão obcecado com o aumento do PIB, um crescimento exponencial que simplesmente não é viável num planeta finito. Não há escapatória: se a economia não cresceu, não pode ser emitido novo dinheiro-dívida para estender no futuro os passivos de dívidas existentes. Uma vez que virtualmente toda a oferta monetária é criada pelos próprios bancos como dívida, novo dinheiro deve continuamente ser concedido como empréstimo só para pagar os juros devidos aos banqueiros. Analogamente, um crescimento zero ou negativo assinala o funeral do sistema monetário que estamos a testemunhar exactamente agora.

Considerações éticas acerca do parasitismo inerente à usura certamente seriam apropriadas nesta altura: possuidores de dinheiro emprestam-no àqueles a quem ele falta, os quais por sua vez tornam-se seus escravos. Mas a usura também apresenta um problema matemático prático: os bancos criam só o principal mas não o juro necessário para reembolsar os seus empréstimos. Isto resulta numa escassez de dinheiro crónica que afecta todos os actores do sistema, pois o dinheiro para pagar de volta o juro sobre todos os empréstimos não existe. Em consequência, todos nós devemos competir num jogo de soma zero para ganhar alguma coisa que simplesmente não existe. O dinheiro é ganho por alguns em detrimento de outros que ficam sem, o que se parece cada vez mais como uma competição implacável que amplifica grandemente o conflito social e os desequilíbrios de riqueza.

A constante expansão da oferta monetária necessária para aliviar uma escassez crónica de dinheiro é a causa principal da inflação, um confisco furtivo de riqueza dos possuidores de dinheiro. O sistema monetário poderia ser comparado a um jogo de cadeiras musical: enquanto a música toca (tanto a oferta monetária como a economia expandem-se) aparentemente não há perdedores [1] .

O montante do dinheiro-dívida no sistema deve crescer continuamente para minimizar o risco de uma deflação perigosa. Podemos agora entender como todas as conversas que ouvimos nos media dominantes acerca da necessidade de reduzir dívida são de facto apenas um disfarce enganoso. A dívida está destinada a ser mantida porque todo o sistema está baseado sobre ela. Qualquer redução de dívida (tanto pelo reembolso como pelo cancelamento) aumentaria a escassez de dinheiro, com consequências catastróficas numa economia disfuncional como a nossa.

Apesar de todos os esforços dos banqueiros centrais para manter o jogo em andamento, a oferta de dinheiro em muitas economias ocidentais actualmente está a contrair-se e milhões de pessoas são relegadas ao frio permanente.

Quando dívida é reembolsada, o falso principal é progressivamente destruído e o juro permanece como um lucro para o banco. Se considerarmos que sobre grandes empréstimos reembolsados ao longo de períodos de tempo muito longos (tais como hipotecas) o montante do juro cobrado pode facilmente exceder o principal, podemos começar a apreender a proporção colossal desta fraude bem como a sua natureza intrinsecamente parasitária.

Armados com este conhecimento, torna-se claro que o sistema monetário imposto sobre nós está em bancarrota estrutural. Um sistema de concessão de empréstimos baseado em juro só poderia funcionar se todo o dinheiro ganho através do juro fosse gasto em bens e serviços (de modo a que o tomador do empréstimo pudesse ganhá-lo outra vez), não entesourado ou emprestado outra vez. Entesourar dinheiro ou emprestá-lo a diferentes tomadores ao mesmo tempo (como os bancos fazem hoje) provoca a escassez do mesmo e finalmente leva a incumprimentos em massa.

Penso que a privatização do dinheiro é a principal causa subjacente da pobreza, escravatura económica, sub-financiamento do governo e de uma classe dirigente oligárquica que frustra toda tentativa de arrancá-la das rédeas do poder.
18/Outubro/2010

[1] Há realmente um perdedor: é o ambiente destruído pelo desenvolvimento insustentável exigido por uma economia conduzida pelo lucro.
NT
[1] Baby-boomers: pessoas nascidas num período de aumento da naturalidade (em especial os anos 1946-1965)
[2] Reserva fraccionária: a prática bancária de emitir mais crédito do que o banco possui como reserva, aumentando assim a massa monetária em circulação.
[3] IOUs (I owe you): acordo escrito para devolução de uma dívida.

[*] Analista financeira, venezuelana. Contacto: ama.morales@yahoo.com

http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=21494 . Tradução de JF.

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .

Texto: "A revolução não começa nas ruas, mas sim em casa"

Créditos do Blog Prova Final

Autor: Michael Debreda Rocha

Milhões de pessoas na rua, em Paris, Washington, Atenas … ..
Todos parecem surpresos e revoltados com as medidas de austeridade.
Em 2008, os estados do mundo inteiro despejaram bilhões para salvar todos os bancos do planeta.

O que é que pensamos? Que os ricos pagariam?
Desde quando é que obrigam os ricos a pagar?
Como sempre, as pessoas é que terão de suportar a mega-crise do crédito (e todas as suas ramificações).

O que é triste, é que a revolta é tardia, e acima de tudo, desnecessária.
Porquê?
Para fazer uma revolução é preciso estar disposto a sacrifícios e a profundas mudanças.
Portanto …

Quem está pronto para se tornar inquilino em vez de proprietário à crédito?
Quem está pronto para tirar uma longa licença parental para cuidar de seu filho?
Quem está pronto para ir de férias uma vez a cada dois anos?
Quem está pronto para comprar um Fiat 500 twin-air (900cc, 95g/co2, 3.5l/100km) em vez de um Nissan Quashqai?
Quem está disposto a gastar 15.000 € (recuperados em menos de 5 anos) para produzir seu próprio consumo de energia?
Quem está pronto para abandonar o último iPhone (600 euros) e PS3 (300 euros + 50 euros por jogo)?
Quem está pronto para esvaziar a conta bancaria, para comprar ouro e prata?
Quem está pronto para visitar um terapeuta de casais, antes de correr ao seu advogado para iniciar um processo de divórcio?

Ora portanto, as pessoas estão nas ruas, mas as pessoas querem realmente mudar?
Se a resposta for não, então é desperdício de energia!

Eu não estou nas ruas, mas tento mudar as coisas à partir de dentro, martelando os cérebros e as almas, com argumentos lógicos e convincentes.

Depois de ler meus editoriais, você poderá pensar (erradamente) que sou hiper-materialista e oportunista.
Não é verdade, meu objectivo final é tentar devolver uma alma aos meus leitores.

Hoje, 90% das pessoas são máquinas, não humanos.
máquinas programadas, orientadas e manipuladas por forças invisíveis (mídia, televisão, filmes, vídeo clipes, moda, etc …)

-O que pensar sobre as milhares de crianças que dormem na frente da livraria na véspera do lançamento do último Harry Potter?
-O que pensar sobre os pais que vão gastar mais de 100 euros (final de outubro) para adquirir toda a panóplia necessária (bruxas, vassouras, roupas, abóbora, etc ..) para participar na festa do Halloween?
-O que pensar sobre todas as pessoas que conduzem uma 4×4, para levar seus “pequenos deuses” à escola?

http://2.bp.blogspot.com/_Kpeov3_d-aU/SwUreNh2wsI/AAAAAAAAIHw/3Xg9R6i3sng/s1600/Mahatma-Gandhi_3.jpg

Gandhi em seu tempo, disse: “O homem moderno funciona, mas não vive …. “

Nossa sociedade está profundamente doente, o problema é que ao dizer que somos o “farol” do mundo, ninguém se convence disso.

Nós quebramos tudo!
A Fé, o casamento, a família, a natureza, a economia.

Tudo isto para quê?
Para passar a maior parte do tempo em engarrafamentos, até ter 70 anos (nova idade da reforma em breve)?
Para ter o privilégio de morrer sozinho numa casa de repouso, após 2 ou 3 divórcios?

Eis uma frase para meditar:
“Não é um sinal de boa saúde, estar bem adaptado numa sociedade profundamente doente.”

http://www.alaindaumont.com/france/images/livres/cogitgraphic/kondiaronk20.jpg

Kondiaronk – Chefe Nativo Americano Huron-Wendat do século XVII

Michael Debreda Rocha

Nova variação do virus H1N1 pode induzir a uma nova campanha de vacinação

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

Como já havíamos previsto antes, após um período de silêncio na mídia para deixar a poeira baixar, a mídia e as autoridades governamentais começam aos poucos a entrar em estado de pânico novamente em relação a gripe suína.

De acordo com o Reuters, uma nova cepa do vírus H1N1 está circulando predominantemente na Austrália, Nova-Zelândia e Singapura. Os pesquisadores dizem que ainda é cedo para afirmar se este novo vírus é mais mortal e se a atual vacina oferece proteção.

Ian Barr, do Centro de Colaboração para Referência e Pesquisa sobre Influenza da OMS em Melbourne, na Austrália, escreve: "No entanto, ele pode representar o início da mais dramática variação antigénica da pandemia de gripe A (H1N1) que podem exigir uma atualização da vacina mais cedo do que se poderia esperar".

É o início do condicionamento, para aceitarmos mais a frente quando este "novo vírus" começar a se espalhar. Como se poderia esperar vindo de um órgão associado com a OMS, o relatório é repleto de
exagero e o medo injustificado:

É possível que (este vírus) seja mais mortal e também capaz de infectar pessoas que tenham sido vacinadas. Os vírus da gripe sofrem mutação constantemente - é por isso que as pessoas precisam de uma nova vacina contra a gripe todos os anos. Desde que eclodiu em março de 2009 e se espalhou globalmente, o vírus H1N1 da gripe suína tem sido muito estável, com quase nenhuma mutação.
...
Já esta variante do vírus tem sido foi localizado em vários adolescentes e adultos vacinados em 2010 com a vacina monovalente contra a pandemia de gripe (que protege apenas contra H1N1), assim como um número de casos fatais de quem a variante do vírus foi isolado", escreveram eles.
Nós sabemos que a proteção oferecida pela é pequena, então não é de se estranhar que pessoas vacinadas contraiam o vírus. Reportei aqui antes casos de pessoas que semanas após serem vacinadas ficaram muito doentes, e que nem foram testadas para H1N1. Fica a questão se não foi a própria vacina que acabou contaminando estas pessoas. A afirmação: "é por isso que as pessoas precisam de uma nova vacina contra a gripe todos os anos" é uma afronta nossa inteligência. Se as pessoas não tivessem um fraco sistema imunológico, fruto de uma alimentação baseada em alimentos processados e de falta de vitamina D, teríamos menos casos não só de gripe, mas de osteoporose, doenças do coração e diabetes. Mas claro, isto a grande mídia nem as "autoridades" da saúde não irão divulgar, pois não dá lucro aos grandes laboratórios farmacêuticos.

No fim do artigo da Reuters é colocado em perspectiva o saldo da gripe H1N1, claro que com uma boa dose de exagero e distorção:
OMS afirma que houve 18.450 mortes confirmadas causadas pela gripe H1N1, incluindo muitas mulheres grávidas e jovens. Mas a OMS diz que vai levar pelo menos um ano após a pandemia acabar para determinar o verdadeiro número de mortos , que é provavelmente muito maior.
A gripe sazonal mata cerca de 500.000 pessoas por ano, 90 por cento deles idosos em situação vulnerável, segundo a OMS. A pandemia de 1957 matou cerca de 2 milhões de pessoas ea última pandemia, em 1968, matou 1 milhão.
Já havíamos reportado isto em junho, que a gripe sazonal mata 27 vezes mais que a H1N1. Mas claro que criam uma expectativa de que a quantidade de mortes será muito maior, quando terão tempo para dar uma boa massageada nas estatísticas.

Lá vamos nós novamente, esperamos que desta vez as pessoas tenham aprendido algo.

Fontes relacionadas:
Reuters: New strain of swine flu emerges - report
Eurosurveillance: A NEW PANDEMIC INFLUENZA A(H1N1) GENETIC VARIANT PREDOMINATED IN THE WINTER 2010 INFLUENZA SEASON IN AUSTRALIA, NEW ZEALAND AND SINGAPORE

Especialistas britanicos finalmente admitem que as vacinas H1N1 causam Sindrome de Guillian-Barré (SGB)

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

Vítima de SGB se recuperando
Autoridades da área da saúde reconheceram pela primeira que a vacina da gripe suína pode estar ligada a um aumento do risco de desenvolver uma mortal doença neurológica, Síndrome de Guillain-Barre (SGB).

Especialistas estão examinando uma possível associação entre a vacina contra o H1N1 e a Síndrome de Guillain-Barre (SGB), segundo um relatório da agencia reguladora do Reino Undo Medicines and Healthcare Products Regulatory Agency (MHRA), ou Agência Reguladora de Medicamento e Produtos de Saúde, em português.

Anteriormente, o governo britânico (assim como o brasileiro), sempre insistiu que não há nenhuma evidência de ligação entre a
condição paralisante e a vacina contra o H1N1.

Depois do jornal britânico The Mail on Sunday revelar em agosto de 2009 que o governo solicitou aos médicos acompanharem os casos de SGB durante a pandemia de gripe suína, uma carta do presidente-executivo da Health Protection Agency (Agencia de Protecao a Saúde) Justin McCracken afirmou: "Não há evidências que sugiram um aumento do risco de SGB nas vacinas que estão sendo desenvolvidas para combater a atual pandemia".

Agora, um relatório recentemente publicado pelo MHRA sugere que a posição do governo mudou.

Ela diz: "Dada a incerteza das informações disponíveis e como com as vacinas da gripe sazonal, um risco levemente maior de SGB causado pelas vacinas contra o H1N1 não pode ser descartado. Estudos epidemiológicos estão em andamento para melhor avaliar essa possível associação."

Não se sabe precisamente o que causa a SGB, mas a condição ataca o revestimento dos nervos, deixando-os incapazes de transmitir sinais para os músculos de forma eficaz.
Ela pode causar paralisia parcial e afeta principalmente as mãos e os pés - mas pode ser fatal.

Vitima de SGB
Mãe de duas crianças Hilary Wilkinson, 58 anos, de Maryport, Reino Unido, desenvolveu GBS na seqüência de uma infecção no peito e passou três meses no hospital aprendendo a andar e falar novamente.
Ela disse: "É uma doença assustadora e eu acho que mais estudos precisam ser feitos sobre o efeito da vacina da gripe suína".

A vacina utilizada no combate a uma forma diferente de gripe suína nos EUA em 1976 levou a 25 mortes pela doença, em comparação com apenas uma morte por gripe suína. Veja um post com um video muito esclarecedor sobre a gripe de 1976.

===========================

Eu fui contactado por diversas pessoas na seqüência da vacinação no Brasil, que causou Síndrome de Guillain-Barre e diversas pessoas. Abaixo um dos relatos:
Emerson, eu também desenvolvi a síndrome de guillain barre, após ser vacinada pela H1N1, no final de maio/2010, fiquei 35 dias internada, sendo 20 dias no CTI, fiquei toda paralisada, em coma e só consegui respirar com ajuda de aparelhos. Após 3 meses do ocorrido, estou em casa recuperando meus movimentos com tratamento fisioterápico diário, assim como é demonstrado no vídeo produzido pelo Rodrigo de sua esposa. Caso você queira divulgar em seu blog, entre em contato.
Uma outra pessoa me contatou também, cuja esposa havia adquirido SGB. Eu havia reportado o caso em meu blog ano passado. Abaixo um vídeo feito por seu marido:



Fontes relacionadas:
Post no novo blog
MHRA: Drug Safety Update Method=Latest (Novo relatorio)
Daily Mail: Experts admit swine flu jab 'may cause' deadly nerve disease
ZeroHora: Jovem tem pernas paralisadas após receber a vacina contra a gripe suína no Rio Grande do Sul
Reino Unido: carta confidencial para neurologistas revela perigos da vacina da gripe suína
Telegraph: Swine flu jab linked to rare nerve disease

Campanha contra à fome da ONU - Mais pretextos para a nova ordem mundial

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

Logo da campanha

Recebi por email um apelo para assinar um abaixo assinado que encoraja as pessoas ficarem com raiva pelo fato de que 1 bilhão de pessoas passam fome e para pedir ações das autoridades. O slogan da campanha é "1.000.000.000 people live in chronic hunger, and I'm mad as hell" que na página em português está traduzido como "1.000.000.000 de pessoas vive com fome crônica, e eu estou louco de raiva!!". A primeira vista um movimento digno de elogios, correto? Correto, até a hora em que você vê quem está por trás da ação: a FAO, ou Organização de Alimentos e Agricultura das Nações Unidas, que claro, é mais uma organização fundada e gerenciada pela a elite.

Vamos lembrar inicialmente que em primeiro lugar a FAO é a responsável, juntamente com a OMS (Organização Mundial da Saúde), pelo infame Codex Alimentarius. O Codex Alimentarius, por trás de uma fachada de criação de orientações para produção de alimentos, esconde uma regime totalitário de controle de alimentos que visa suprimir o uso de suplementos alimentares como vitaminas, ervas e minerais, além de tornar padrão o uso de pesticidas até então banidos e o uso de trangênicos. Saiba mais sobre o Codex Alimentarius aqui.

Como tudo que vem da ONU, podemos esperar uma fachada benigna escondendo o real objetivo: controle populacional e governo global. Como o presidente americano Obama e o próprio CFR já disseram anteriormente, "é necessário uma solução global para
um problema global". O padrão se repete, criam ou deixam acontecer um problema, para então trazer uma solução que envolva, de uma forma ou outra, um órgão regulador trans-nacional. Vimos isto acontecer com o aquecimento global (ops, quer dizer, mudança do clima), com a bio-diversidade (ainda estão no início), e agora utilizando a fome.

Vendo o suporte da FAO (através do codex) às grandes empresas de alimentos e produtores de sementes trangênicas e agrotóxicos como a Monsanto, não seria esta uma ótima oportunidade para "distribuir" sementes geneticamente modificadas para desestabilizar de vez a agricultura destes países sub-desenvolvidos e mantê-los dependentes para sempre?

Na página da campanha podemos encontrar as possíveis ações para combater a fome :

- dar oportunidades e educação para pequenos agricultores para eles produzirem alimento o suficiente (educação para utilizar agrotóxicos e trangênicos?)
- aumento das comunidades rurais para expandir oportunidades de trabalho
- diminuir a velocidade da migração rural->urbana
- mais ênfase em melhorar o acesso de pequenos fazendeiros ao mercado doméstico e internacional

Em sua página que descreve as razões de ainda existir fome no mundo, me surpreendeu a afirmação "Falta de comida não é o problema". Realmente esperava a velha ladainha de que não há comida o suficiente, e que a salvação seria os trangênicos, mas não. Ou que a fome existia por causa da super-população, que sabemos agora ser um mito.

Outro ponto, estando a maioria das pessoas que passam fome nos países em desenvolvimento, não seria esta ação uma forma de estabelecer controle sobre estes países, sob o pretexto de levar ajuda para os famintos?

E em uma amostra das reais intenções globalistas, no vídeo de divulgação da campanha, inserido logo abaixo, aproveitam para dar apoiar a mentira do aquecimento global antropogênico, dizendo: "parece que estamos presos num mundo em que não se pode mudar nada, a não ser o clima, toda vez que checamos os noticiários ou fomos atingidos por um sismo ou por uma tempestade, ou ....". Nada para se surpreender, já que a FAO é parte da ONU, que também gerencia o IPCC, um órgão de cientistas inescrupulosos e burocratas que raptaram o movimento ambientalista para levar à frente sua agenda de globalização e controle.

Eu honestamente gostaria muito de que se acabasse com a fome em todo o mundo, mas infelizmente acredito que esta campanha tenha objetivos menos legítimos que ajudar os famintos do mundo. A fome no mundo é planejada e tem muitos outros motivos do que estes que esta campanha anuncia.

Se houvesse alguma legitimidade nas intenções da ONU em acabar com a fome, vocês acreditam que iriam recomendar gastar centenas de bilhões de dólares em vacinas inúteis contra o H1N1 quando menos pessoas morriam do que com a gripe comum e milhares de pessoas morrem de fome todos os dias?



Eu recomendo alguns filmes que ajudam a entender melhor o problema da fome no mundo:

Nós alimentamos o mundo (filme)
O futuro dos alimentos
Filme: O Mundo Segundo a Monsanto
Codex Alimentarius – Nutricídio planejado
Documentário: A Corporação, A Busca Patológica por Lucro e Poder

Fontes relacionadas:
FAO: Página principal da campanha
Página em português da campanha
Post no blog novo

No Reino Unido, emails de usuarios serão armazenados em servidores do governo

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial


Telegraph/Reino Unido

Cada e-mail, telefonema, e visita a web-sites será gravada e guardada depois do governo de coalisão resolveu ressucitar planos controversos de vigilância de seus cidadãos.

Ele permitirá que os serviços de segurança e da polícia espionem as atividades de cada britânico que usa um telefone ou internet.

Mudanças para fazer que todos os detalhes de comunicação do provedor sejam armazenados pelo menos por um ano serão revelados no final deste ano provocando novos temores sobre um retorno do da vigilância estatal.

Os planos foram abandonados pelo governo do partido trabalhista em dezembro passado, mas o Ministério do Interior está pronto para reanimá-los. Isto apesar do governo de coligação ter prometido "acabar com o armazenamento de Internet e registros de e-mail sem um bom motivo".

A sugestão de um "super banco de dados" central foi descartada, mas os planos devem obrigar todos os prestadores de serviços a armazenar os dados de usuários por um determinado período de tempo.

Isso permitirá que as autoridades de segurança e policiais acompanhem cada telefonema, e-mail, mensagem de texto e visitas a web-sites feito pelo público
, se aqueles argumentarem que isto é necessário para combater a criminalidade e o terrorismo.

As informações incluirão quem está em contacto com quem, quando e onde e quais sites são visitados, mas não o conteúdo das conversas ou das mensagens.

"Este programa é necessário para acompanhar as mudanças tecnológicas e de manter as capacidades que são vitais para o trabalho dessas agências para proteger o público."

"Os dados das Comunicações fornecem provas em tribunais para garantir as condenações daqueles que estão engajados em atividades que causam danos graves. Isto desempenhou um importante papel em cada operação anti-terrorista do Serviço de Segurança e em 95 por cento de todas as investigações de crime organizado.

"Vamos legislar no sentido de pôr em prática as normas e salvaguardas necessárias para garantir que a nossa resposta a este desafio tecnológico é compatível com a abordagem do governo para o armazenamento das informações e das liberdades civis".
Mas Isabella Sankey, diretor de política da Liberty, disse: "Uma das promessas iniciais e de boas-vindas do novo Governo era acabar com o armazenamento de registros de internet e de e-mail. Todo o esforço para acumular mais dos nossos dados sensíveis e aumento de poderes de processamento equivaleria a uma significativa inversão de marcha. As ambições aterrorizantes de um grupo de tecnocratas de alto-escalão de Whitehall não deve superar a privacidade pessoal dos britânicos cumpridores da lei."

Guy Herbert, secretário-geral do grupo NO2ID campanha, disse: "Nós não devemos ficar surpresos de que os interesses dos impérios burocráticos sejam mais importantes que nossa liberdade. É decepcionante que os novos ministros pareçam continuar com a tradição dos seus antecessores"

------------------------------------------

Para mim isto nao é novidade alguma. Desde que comecei a pesquisar os assuntos que cubro neste blog, já estava ciente sobre a extensão da vigilância do estado sobre telefone e internet aqui na Inglaterra. Já havia divulgado neste blog como o governo britânico gastou 1 bilhão de libras (em torno de 2.6 bilhões de reais) no projeto MTI (Mastering the Internet), ou “Dominando a Internet”, no qual caixas pretas seriam instaladas em todos os servidores de internet para rastrear e monitorar todos e qualquer dados que trafeguem pela internet. Mais recentemente, o Reino Unido aprovou a lei "Digital Economy Bill”, ou "Lei da Economia Digital", que por trás deste bonito nome dá poderes ao governo de restringir e filtrar qualquer website que seja considerado indesejável para o consumo público. Apenas estão tornando oficial o direito de invadir a privacidade, uma coisa que já vinha sendo feita a muito tempo.

Fontes relacionadas:
Telegraph: Every email and website to be stored
Campanha NO2ID
Governo Britânico: Strategic Defence and Security Review - Revisão Estratégica de Defesa e Segurança

Brasil é campeão de pedidos de censura no google

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

O google fornece uma ferramenta com a qual podemos conferir as solicitações pelos governos de diferentes países de dados de usuários e produtos do google e também para remoção de resultados da pesquisa do google ou de conteúdo de qualquer um de seus produtos. É chamado "Relatório de Transparência: Solicitações Governamentais"

Hoje lembrei de ter lido sobre isto em algum lugar e fui conferir a posição do meu saudoso Brasil. Qual a minha surpresa ao verificar o Brasil é campeão absoluto em pedido de remoção de conteúdo e o segundo colocado em pedidos de divulgação de informações, perdendo apenas para os EUA neste último quesito. O governo do Brasil, no período de janeiro até junho de 2010 fez 2.435 solicitações para divulgação de dados e 398 solicitações para remoção de conteúdo. Estes 398 pedidos incluíram 19.806 itens individuais! Destes 398, 67.6% foram cumpridos pelo Google. Apenas para ter uma idéia, a Argentina teve apenas 134 solicitações de dados e 12 solicitações para remoção de conteúdo. Totalmente desproporcional, não? Isto foi apenas naqueles 6 meses, no período anterior, o Brasil foi o campeão em ambos os quesitos: 3.663 solicitações para divulgação de dados e
291 solicitações para remoção de conteúdo. Estão disponíveis apenas estes dois períodos.

No Brasil, em relação a remoção de dados, a quebra por produto fica desta maneira, o primeiro número é o número de acoes judiciais e o segundo é a quantidade de itens para serem removidos:

Blogger 15/98, Video 1/1, Gmail, 1/1, Google Maps (fora o Street View), 1/1, Picasa, 1/18318, orkut 99/1045 * 220 pedidos não judiciais, Pesquisa na Web 13/275, YouTube 46/67 *1 pedido não judicial

Um total de 15 blogs tiveram informações sobre seus autores passadas para o governo brasileiro, imagino se o meu não estará nesta lista? :)

De acordo com a UOL, "os números retratados no mapa referem-se a informações que envolvem difamação, crimes de ódio e falsidade ideológica. A pornografia infantil não está retratada nessa ferramenta, de acordo com a companhia, porque o Google remove esse conteúdo imediatamente, assim que identificado, sem a necessidade de notificação."

A seguir uma tabela com os principais países:




PaísJulho 2009-Dezembro 2009Janeiro 2010 - Junho 2010

Pedido de dadosPedido de remoçãoPedido de dadosPedido de remoção
Brasil36632912435
Argentina984213412
EUA35801234287128
Reino Unido116659134348
Alemanha458188668124
França846<10101725
Áustria
<10
2
Israel30<10304
Austrália1551720014
Índia1061142143030
Itália55057651651
Rússia
<10
<10


Parece que o judiciário brasileiro nunca ouviu falar em liberdade de expressão ou privacidade. Nestes últimos dias, fomos testemunhas de um dos mais ridículos casos de censura, quando a Xuxa ganhou uma liminar na justiça uma ordem para o google remover dos resultados de sua ferramenta de pesquisas resultados relacionando os termos "xuxa" e "pedófila". Acabou se dando mal porque em mais uma amostra da força das redes sociais, o termo xuxapedofilia apareceu na lista dos termos mais utilizados no twitter, o que com certeza deve levar mais pessoas a verem suas fotos e filmes.

Estado Policial

Em um relatório anual feito pelo site www.cryptohippie.com, o Brasil aparece em 50º lugar. Este ranking leva em conta diferente aspectos, como retenção de dados telefônicos e digitais, gravação de mensagens celulares, habilidade de rastrear transações financeiras, entre outros. A colocação do Brasil ficou a mesma em ambos relatórios de 2008 e 2010. Da forma como estamos, com leis que permitirão censurar blogs e fórums, scanners corporais em aeroportos e chips e rastreadores em carros, muito em breve teremos uma posição digna de vergonha neste ranking.

Fontes relacionadas:

Google Transparency Report: Government Requests
Post Blog Novo
Brasil é país que mais censura o Google
Xuxa censura resultados do google
The Electronic PoliceState - 2010 National Rankings

A ditadura cientifica avança: Em breve carros no BR serão obrigados à colocarem chips RFID e rastreadores

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

Estou fora do Brasil faz alguns anos e fiquei bem surpreso ao ver que nosso governo brasileiro não perdeu tempo em cercear as liberdades individuais e o direito à privacidade. Seremos forçados muito em breve a ter em nossos carros no Brasil chips de identificação de rádio-frequência (RFID), além de rastreadores e bloqueadores.

Recebi este artigo em um dos comentários de meu novo blog, onde mostra como o governo se apressa para apresentar até novembro deste ano o modelo de rastreador que será obrigatório em todos os carros novos a partir de fevereiro de 2011.

Não está muito claro como funcionará este rastreador mas na matéria da Folha de São Paulo diz que o Denatran cuidará da central, e que esta será operada pelo Serpro (órgão de processamento de dados do governo). Isto quer dizer que
nosso governo poderá ter acesso a localização de qualquer carro registrado em todo o território nacional!

O artigo da Folha de São Paulo diz ainda:
Para contornar as críticas dos que alegam falta de privacidade, o que já levou a discussão ao âmbito judicial, o ministro Marcio Fortes diz que haverá duas opções: o rastreador e o bloqueador. Este fará o carro parar em determinada situação, como se o ladrão parar no sinal de trânsito, e será obrigatório. Já o rastreador será contratado ou não pelo usuário.
As implicações disto? Imagine isto nas mãos de um governo corrupto e totalitário, que resolve chamar de terroristas todos aqueles que se não concordarem com suas ações? Temos que nos unir e repudiar a mais esta lei, que nos moldes da guerra contra o terror americana, utiliza a segurança como pretexto para remoção de nossas liberdades e privacidade.

Chip de Identificação RFID em Carros

Eu havia lido algum tempo atrás que em portugal os carros seriam obrigados a ter chip RFID (de rádio-frequência) de identificação e fiquei pasmo com aquilo. Mas qual minha surpresa em saber que desde 2006 temos uma lei que cria o Siniav, ou Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos, que irá obrigar a instalação de chips de identificação em todos os carros e manterá uma rede de antenas leitoras, que permitirá identificar qualquer veículo.

A resolução de No 212 de 13 de novembro de 2006, diz:
O SINIAV é composto por placas eletrônicas instaladas nos veículos, antenas leitoras, centrais de processamento e sistemas informatizados.
E segue adiante dizendo que veículos bélicos não estão obrigados a utilizar (defina veículo bélico, por favor, carro de polícia se enquadram nesta categoria?) e que todos os outros veículos automotores terão que estar equipados com o chip:
§2º Os veículos de uso bélico estão isentos desta obrigatoriedade.

Art. 2º Nenhum veículo automotor, elétrico, reboque e semi-reboque poderá ser licenciado e transitar pelas vias terrestres abertas à circulação sem estar equipado com a placa eletrônica de que trata esta Resolução.
A resolução completa pode ser baixada aqui.

De acordo com o engenheiro Dario Thorbe, os dados são codificados e sigilosos, apenas os órgãos de trânsito e, eventualmente, a polícia poderão ter acesso a eles. Ahhhhh, então tá, agora me sinto tão mais seguro!!!

Nem na Inglaterra, que achava ser o país com maior estado policial, temos tal obrigatoriedade. Nem nos EUA, e provavelmente, nem na Coréia do Norte!

Novamente o estado utilizando o pretexto da segurança para que o povo aceite medidas totalitárias. Aos poucos vamos vendo o governo nos cercando, colocando a postos ferramentas que permitirão um micro-gerenciamento da vida de todos os cidadãos. Perto do que teremos no Brasil em algum tempo, 1984 será fichinha.

Fontes relacionadas:
Folha de São Paulo: Governo tem pressa e quer rastreador obrigatório nos carros até dezembro
Diário do Grande ABC: Rastreador obrigatório deixa carro mais caro
Denatran: Denatran realizará Seminário sobre o Siniav
Denatran: SINIAV
Sapo Portugal: Chips nos automóveis respeitam privacidade, diz secretário de Estado
RTP Portugal: Condutores vão ter que pagar "chips" para automóveis
TVI Portugal: PCP quer revogar chips nos carros
G1: Implantação de chip em veículos será definida nesta quinta-feira (29)
Apresentação Seminário SINIAV

Qual a razão dos sanduíches do Mcdonald's nao entrarem em decomposição?

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

Museu de sanduíches do Mc'Donalds

(NaturalNews) É sempre divertido quando a mídia "descobre" algo que acha que é novo, embora a comunidade de saúde natural tem falado há anos. O New York Times, por exemplo, recentemente publicou uma matéria intitulada: "Quando a droga causa problemas que deveria impedir". Cobrimos o mesmo tema durante anos, relatando sobre como a quimioterapia provoca cancêr, drogas contra osteoporose causam osteoporose e fraturas ósseas e como drogas anti-depressivas causam comportamento suicida.

A mais recente "nova" descoberta pela grande mídia é que o MacLanche Feliz da MacDonald's, composto por hambúrgueres e batatas fritas não vai se decompor, mesmo se você deixá-los fora por seis meses. Esta história (postei sobre isto semana passada) foi noticiada pela CNN, Washington Post e muitos outros estabelecimentos de mídia corporativa que se mostraram supreendidas ao ver que "junk food" de cadeias de fast-food não se decompõem.

O engraçado nisso é que a indústria da saúde natural já relatou este tópico anos atrás. Lembre-se do vídeo "The World's First Bionic Burger" (em português: "O primeiro Burguer biônico do mundo")? O vídeo foi publicado em 2007 e, eventualmente, acumulou 2 milhões de visualizações no YouTube. Este vídeo mostra um jovem que comprou seu hambúrgueres do McDonald's em 1989 - hambúrgueres que ainda não foram decompostos em mais de duas décadas! Veja o vídeo (em inglês) no fim do post.

Agora, ele tem um museu inteiro de hambúrgueres não decompostos em seu porão.

Será que a mídia relatou esta história? Não. Nem uma palavra. A história foi completamente ignorada. Foi somente em 2010 quando uma artista postou uma história sobre a não-decomposição do hambúrguer do McDonald's de seis meses atrás que as redes de notícias noticiaram a história.

Confira o o vídeo no fim do post e você verá um museu inteiro de Big Macs e hambúrgueres, abrangendo 20 anos - nenhum dos quais foram decompostos.

Isto é especialmente interessante, porque o mais recente "Happy Meal Project", que acompanha um hambúrguer somente durante seis meses, tem atraído bastante críticos que dizem que os hambúrgueres vai se decompor, se você der tempo suficiente. Eles, obviamente, não sabem sobre o museu de hambúrgueres mumificados que vem desde 1989. Este material parece nunca se decompor!

Por que o hambúrguer do McDonald's não se decompõe?

Então por que o hambúrguer e batatas fritas de fast-food não se decompõem em primeiro lugar? A primeira resposta que vem a cabeça é "Bem, eles devem ser feitos com tantos produtos químicos que nem mesmo os fungos irão comê-los."

Embora isso seja parte da resposta, esta não é toda a história.

A verdade é que muitos alimentos processados não se decompõem e não serão comidos por fungos, insetos ou até mesmo roedores ou baratas . Tente deixar um pote de margarina fora no seu quintal e veja se será comido. Você verá que a margarina parece também ser imortal!

Batatas fritas podem durar décadas e pizzas congeladas são notavelmente resistentes à decomposição.

Com as carnes, o principal motivo de elas não se decomporem é pelo seu alto teor de sódio. O sal é um ótimo conservante, como os primeiros seres humanos já sabem há milhares de anos. Os hambúrgueres de carne do McDonald's carne são absolutamente carregados com o sódio - tanto que eles qualificam como carne "preservada", antes mesmo de levar em conta os produtos químicos que você pode encontrar na carne.

Para mim não há muito mistério sobre a carne não se decompor. A real questão é porque os pãezinhos não mofam? Essa é a parte realmente assustadora, já que o pão saudável começa a mofar dentro de poucos dias. O que poderia ter nos pães de hambúrguer do McDonald's que repelem a vida microscópica por mais de duas décadas?

Como vocês verão, a não ser que você seja um químico você provavelmente não poderá nem mesmo ler os ingredientes em voz alta. Aqui está o próprio site do McDonald's dizendo o que você vai encontrar em seus pães. (Nota: Eu não consegui achar no site brasileiro do Mc'Donald's a lista completa de ingredientes do pão):
Farinha enriquecido (farinha de trigo branqueada, farinha de cevada maltada, niacina, ferro reduzido, mononitrato de tiamina, riboflavina, ácido fólico, enzimas), água, xarope de milho rico em frutose, açúcar, fermento, óleo de soja e/ou óleo de soja parcialmente hidrogenado, contém 2% ou menos do seguinte: sal, sulfato de cálcio, carbonato de cálcio, glúten de trigo, sulfato de amônia, cloreto de amônia, condicionadores de massa (estearoil lactilato de sódio, DATEM, ácido ascórbico, azodicarbonamida, mono e diglicerídeos, monoglicerídeos etoxilados, fosfato monocálcico, enzimas , goma guar, peróxido de cálcio, farinha de soja), lecitina de soja, propionato de cálcio e propionato de sódio (conservantes).
Grande coisa, hein? Você deve particularmente adorar o xarope de milho rico em frutose (diabetes, alguém?), óleo de soja parcialmente hidrogenado (vai aí uma doença cardíaca?) E a longa lista de produtos químicos como o sulfato de amônia e de sódio proprionato. Hummm. Estou salivando só de pensar nisso.

Agora aqui é a parte verdadeiramente chocante sobre tudo isso: Na minha opinião, a razão pela qual nada vai comer pão de hambúrguer do McDonald's (exceto um ser humano) é porque não é comida!

Nenhum animal normal vai ver o pão de hambúrguer do McDonald's como alimento, e como se constata, nem as bactérias ou fungos. Para os seus sentidos, o material apenas não é comestível. É por isso que esses pães de hambúrguer biônico nunca irão se decompor.

E isto me leva ao meu ponto final sobre esta cômica distração: Existe uma única espécie no planeta Terra que é estúpida o suficiente para pensar que um hambúrguer do McDonald's é comida. E esta mesma espécie está sofrendo de elevadas taxas de diabetes, câncer, doenças cardíacas, demência e obesidade. Se alega que esta espécie seja a espécie mais inteligente do planeta, mas ainda assim ela se comporta de uma maneira imbecil que alimenta seus filhos de produtos químicos venenosos e de tal abomináveis produtos que não são alimentos, mesmo que nem fungos irão comê-los (e fungos comem até esterco de vaca, para sua informação).

Você conseguiu adivinhar de qual espécie estamos falando?

Essa é a história real aqui. Não é que os hambúrgueres do McDonald's não irão se decompor, mas é que as pessoas são estúpidas o suficientes para comê-los. Mas pode ter certeza que não irá tão cedo ver a Globo, BBC ou CNN reportarem esta matéria.

Abaixo o vídeo com mais de 2 milhões de hits sobre o hamburguer biônico:


-----------------------------------------

Dando uma olhada na tabela de nutrientes, achei também vários alimentos que contém glutamato monossódico, que vimos anteriormente que pode causar vários danos a saúde. Ajude a divulgar esta matéria, temos que educar nossos conterrâneos sobre a verdade por trás desta cadeia de fast-food que os brasileiros tanto idolatram.

Fontes:
Natural News: Why McDonald's Happy Meal hamburgers won't decompose - the real story behind the story
NY Times: When Avandia and Other Drugs Cause Problems They Are Supposed to Prevent
Mc'Donalds: tabela de nutrição dos alimentos (em inglês)

Nova experiência mostra o mac-lanche "feliz" intacto depois de 6 meses

Créditos do Blog Anti Nova Ordem Mundial

Mac lanche feliz após 180 dias


Eu havia postado há alguns meses atrás sobre a experiência que uma nutricionista americana havia feito, deixando um Mac-lanche feliz da cadeia de fast food McDonald's por um ano sem mostrar qualquer deterioração do produto.

Novamente a mesma experiência virou notícia, quando a fotógrafa nova-iorquina Sally Davies fotografou o produto todos os dias por 6 meses, novamente sem observar nenhuma deterioração. Ela iniciou o "Projeto happy Meal", para tentar provar à uma amiga sua, que não acreditava que um dizia que fastfood poderia durar anos sem estragar.

Ela pensava que o burguer iria estragar ou embolorar rapidamente, mas 180 dias após o início da experiência, o sanduíche continuava com a mesma aparência como no primeiro dia. No fim de seis meses a carne tinha a consistência de um plástico, mas
continuava com o mesmo visual.


Sequência de fotos no curso de 6 meses
"A primeira coisa que me surpreendeu no segundo dia do experimento foi que o MacLanche Feliz parou de emitir qualquer cheiro. E então o segundo ponto de destaque foi que no segundo dia, meus cães pararam de circular a plataforma onde estava o lanche na tentativa de ver o que estava lá em cima.", disse Sally.

As batatinhas murcharam levemente, assim como o sanduíche, mas a aparência geral era a mesma do primeiro dia.

A nutricionista Kyann Calvi disse ao programa Today Tonight do Yahoo da Austrália: "Estou profundamente perturbada com a quantidade de conservantes nestes alimentos".

Hamburguer de 1996


Sally estava tentando comprovar para sua amiga uma experiência feita pelo educador em bem-estar e nutricionista Karen Hanrahan, que manteve por 12 anos vários Big-Macs, sendo que os mesmos apresentavam o mesmo visual mesmo depois de mais de uma década (imagem ao lado).

A reportagem feita pelo programa Today Tonight do Yahoo da Austrália diz ainda: "Apesar de ter sido comprado em 10 de Abril de 2010, a refeição parece desafiar as leis da natureza". No mesmo noticiário a dietista Kyann Calvi diz que os conservantes encontrados na maior parte dos fast-foods podem ter sérias consequencias para nossa saúde: "Pessoas sensíveis a estes conservantes podem facilmente ter erupções na pele, dores de cabeça, hiper-atividade e distúrbios de sono.", disse Kayann. Os conservantes mais encontrados em fast-food são sorbatos (conservantes 200-203), benzoatos (conservantes 210-218), sulfatos (conservantes 220-228), nitratos (conservantes 249-252), nitritos (conservantes 249-252) e propionatos (conservantes 280-283), mas Kyann adverte que a maior das preocupações são os conservantes que não conhecemos, aqueles que legalmente permanecem anônimos, mantidos em segredo apenas porque eles amontam menos de 5% do total do alimento. Por lei, se o conservantes for menos de 5% do total do alimento, não há necessidade por lei de nomeá-los. Isto é nos EUA, alguém sabe como é a lei sobre conservantes no Brasil?

Em resposta ao projeto de Davies, a porta-voz do McDonald's Theresa Riley enviou uma declaração defendendo a qualidade dos alimentos da cadeia. Riley também criticou como "completamente infundado" o trabalho da fotógrafa, que se encaixa no campo das lendas urbanas, de acordo com a declaração da empresa:

"A carne dos hambúrguers do McDonald's nos Estados Unidos são feitos com 100% carne moída inspecionada pelo USDA (Departamento de Agricultura dos EUA)", escreveu Riley. Nossos hambúrgueres são cozidos e preparados com sal, pimenta e mais nada, sem conservantes, sem enchimentos. Os pães de nossos sanduíches são assados no local, são feitos de farinha de trigo norte-americano plantado de forma comum e incluem ingredientes aprovados pelo governo de modo a garantir a qualidade e e segurança dos alimentos... Segundo o Dr. Michael Doyle, diretor do Centro para Segurança Alimentar da Universidade da Geórgia, "De uma perspectiva científica, posso dizer com segurança que a forma como hambúrgueres do McDonald's é processado fresco, nenhum hambúrguer ficaria assim depois de um ano a menos que ele tenha sido adulterado ou mantido congelados".

Claro que o Mac Donald's não iria confirmar que utilizam um sem números de conservantes. Resta a dúvida de quando um estudo sério e científico será feito para realmente comprovar este escândalo à saúde pública.

Veja o vídeo sobre o artigo (em inglês):

Neste outro vídeo abaixo, veja um trecho do filme "Super Size Me" no Brasil "Super Size Me - A dieta do palhaço", mostra o estado de diversos produtos do Mc Donalds comparados com equivalentes de restaurantes. Diferente da experiência acima, os sanduíches se deterioraram após algumas semanas. As batatas-fritas, no entanto, se mantiveram intactas até o fim de um mês, quando foram jogadas fora por engano.



Fontes:
Mail Online: You want flies with that? McDonald's Happy Meal shows no sign of decomposing after SIX MONTHS
Yahoo News: McDonald’s Happy Meal resists decomposition for six months
Flicker com todas as fotos do experimento
Página da Kyann Calvi